Connect with us

Brazil Australia – Estudar e Trabalhar na Austrália

Vida na Austrália

O Rei do Mico

Pra quem não sabe, sou conhecido por amigos e familiares como o rei do Mico. Não importa o dia, o lugar ou a situação, sempre dou um jeito pra dar um fora e depois querer enfiar minha cabeça num buraco como um avestruz (Apesar dos avestruzes não fazerem isso de fato).

Hoje percebi que pago tantos micos pelo simples fato de ser distraído. Não consigo prestar muita atenção nas coisas e quando alguém me chama ou pergunta algo sou retirado do meu mundo há milhões de anos luz para a terra e isso explica a minha aparente demora em compreender algo quando sou inquirido.

Tenho o hábito de tirar a hora do almoço para fazer algo. Além de almoçar arrumo alguma coisa pra quebrar a rotina de trabalho.

O Mico da Catedral

Uma vez decidi orar e segui para uma catedral perto do escritório. Chegando à igreja um senhor que estava sentado na escada olhou pra mim sorriu e falou algo que achei que tivesse compreendido e ao qual respondi:

– Sinto muito, não tenho dinheiro.

Ele sorriu novamente e disse mais algumas palavras que eu tenho certeza que foram algo como: “Me vê um trocado,ou me arruma algum pra cachaça”.

Novamente respondi:  “SInto muito ‘mate’, mas estou sem grana mesmo” (obviamente estou traduzindo diálogo)

Quando realmente voltei mesmo ao planeta conhecido como terra pude ouvi-lo falando claramente:

– “EU não estou pedindo dinheiro, eu só comentei com você que o dia está muito bonito, está bastante sol, mas não está quente… assim é bom”.

Até agora não entendi como pude entender outra coisa.

Enão finalmente respondi: – Ah.. é… quente… é… está sol, mas não está quente… muito bom mesmo”

Já me sentindo idiota o suficiente ele continuou: – “Você pensou que eu fosse um mendigo???”

E agora? Falava a verdade e corria o risco de levar um “presta atenção” ou mentia descaradamente na porta da igreja? Além disso o que você vai pensar de um cara de barba sentado na porta da igreja, ainda mais se você veio do Brasil.

– Mendigo? Não – respondi… no way… achei que você fosse pedir um cigarro

– “Ah é…além de ter cara de mendigo tenho cara de fumante…”

Sorri e segui pra dentro da igreja.

Segundo Mico da Catedral

Aconteceu uma outra situação nesta mesma catedral alguns dias antes. Não sou católico, mas evangélico da igreja Hillsong Church aqui em Sydney, mas como tinha esta catedral perto do trabalho descia lá para ter um tempo tranquilo no meio da confusão da cidade de vez em quando. Eu sentava em um dos bancos da frente, geralmente o primeiro ou segundo banco, pois sempre há turistas nesta igreja e eles ficam mais ao fundo, uma vez que a parte perto do altar é mais restrita.

Estava lá orando de olhos fechados há uns dez minutos na primeira fileira. Como a igreja estava vazia eu não me importei de orar em voz alta (sem gritar é claro). Ai comecei a ouvir algumas palavras em inglês vindo da caixa de som da igreja. Como sempre há turistas ali sempre rolam umas mensagens que eles colocam ali, tipo com os horários das missas etc.

Continuei orando, orando até que… Abro os olhos e a igreja estava lotada. A missa já tinha começado, e o padre enquanto falava alguma coisa não tirava os olhos de mim, assim como metade da igreja.

Extremamente constrangido me levantei. (todos estavam de pé, só eu sentado) e fiquei tentando acompanhar a missa para disfarçar, mas como precisava voltar ao trabalho levantei e fui embora.

O Mico do Clube de Natação

Às vezes também tirava a hora do almoço para nadar num clube ao lado do escritório. Chegando lá cada raia tinha no mínimo 7 pessoas. Vi uma raia menos cheia e mergulhei. Comecei a nadar e de repente pude notar todo mundo me passando. Tentei apertar o rítmo, mas sou tão bom nadador como dançarino.

Quando parei pra respirar um cara muito gentilmente veio em minha direção e balbuciou algo que eu só tive tempo de responder “Yes” e voltar a nadar. (Tenho a teoria de qe quando você não entender responde YES)

Mais algumas voltas e sou interrompido pelo cara de novo:

– ‘Me desculpe mas você tem certeza que você faz parte do SQUAD?
– Que Squad – perguntei eu
Ele disse: “Esta raia é reservada para os atletadas do squad australiano”
– “AAAAAHHHHH…. o Squad… claro… não, não sou não… sorry.
– Sai da piscina como squad todo olhando pro fusca que ficava atrapalhando os carros de fórmula um no meio da pista.
– O cara ainda percebendo meu constrangimento disse : “Mate, se quiser um dia se juntar ao squad fala comigo….”
Agradeci e fui embora para a outra raia.

Mico da Coca Cola

Aqui nas empresas geralmente se tem várias comidas e bebidas de graça para os funcionários. Sucrilhos, cafés, refrigerantes, sucos, pães, salgadinhos, chocolates, etc.

Estava trabalhando em uma empresa menor na época, com cerca de uns 100 funcionários e havia a cozinha principal e uma geladeira perto de onde eu sentava e um dos funcionários era responsável por fazer uma lista e encher a cozinha.

Sempre que ia nesta geladeira pegar algo para beber só tinha Coca Cola normal. Como evito refrigerantes com açucar prefiro Coca Zero ou Pepsi Max, mas como não tinha jeito tomava Coca normal mesmo.

Um dia chego no escritório e vejo um dos funcionários com umas 3 caixas de Coca normal enchendo a geladeira.

Ai cheguei pra ele na boa e pedi se ele poderia comprar Coca Zero também.

Duas semanas se passaram e nada de Coca Zero, quando um dia pego o cara enchendo a geladeira de novo.

Ai cheguei pro cara e falei: Brother, eu sei que você gosta de Coca normal, mas vê se compra uma Coca Zero ou algum refrigerante Diet, pois sempre que chego aqui só tem refrigerante com açucar e não curto tomar nada com açucar. Ai sempre que pego uma Coca aqui tomo metade e jogo fora.

Ele olhou pra mim, fez sim com a cabeça e não falou nada.

Mais umas 3 semanas se passaram e nada de Coca Zero.

Nas sextas rola meio uma social nas empresas aqui e tem meio que uma festinha. Em uma destas festas cheguei na geladeira, peguei uma Coca (já que não bebo cerveja ou algo do tipo) e comentei com meu chefe.

Pô… O Steve só compra esta porcaria de Coca normal e eu tenho que ficar tomando isso, já falei pro cara mil vezes na boa pra comprar uma Coca Zero e ele não compra.

Ai meu chefe respondeu: Esta geladeira não é da empresa, é dos funcionários, cada um compra suas próprias coisas e coloca ali. Esta Coca é dele e ele compra pra ele. So refrigerantes da empresa ficam na cozinha somente.

Caramba!!! Não sabia onde enfiar a cara. Fui lá pro Steve falar que não sabia que era a Coca dele e me prontifiquei a pagar uma caixa para repor as que tinha tomado e jogado metade no lixo.

O cara falou que não precisava, mas nunca me olhava com muitos bons olhos quando me via

 

Continue Reading
Advertisement
You may also like...
9 Comments

9 Comments

  1. WiLL Goubeti

    February 5, 2009 at 6:14 am

    D’OH!
    Rachei de rir com a historia das revistas, ainda não tinha parado pra pensar nos possíveis micos fora do país, ai vai outro caso lamentável.
    A aproximadamente um ano atrás eu trabalhava em uma empresa de Outsourcing de T.I certa vez tive que fazer uma mudanças de ambiente durante a madrugada no Data Center, fui dormir umas 4 da manhã de sábado pra domingo, algumas horas depois meu celular toca, atendi meio assustado pensando que tinha dado alguma M.. na change da madrugada, mas não, era meu primo me perguntando se eu tinha o cd do Office para emprestar pois ele acabava de comprar um notebook e parecia contente, eu disse que sim que poderia emprestar o cd, perguntei do modelo e tudo mais e depois perguntei onde eles estava, sem entender bem o que ele respondeu eu disse Ahh bacana.. eu trabalhei esta madrugada, passa ai depois e pega o cd. Voltei a dormir, a noite minha mãe comentando com meu pai na sala de que meu tio, pai deste meu primo estava no hospital internado. Então pensei, que merda o cara estava no hospital com o pai dele e eu disse ahh bacana. Fiquei pensando naquilo a noite toda, na segunda liguei pra ele e pedi desculpas, ele disse que sem problemas, mas foi vergonhoso, lamento isso até hoje, principalmente porque este meu tio morreu, em inglês as chances disso acontecer aumentam em 99%, só Jesus na minha vida… rsrs
    Abraços

  2. talles rocha

    February 5, 2009 at 8:36 am

    muito engraçado, como é que tu arranjou emprego?
    brincadeira, mas o que tu fez foi muito engraçado mesmo.

  3. Hugo Pereira

    February 5, 2009 at 2:46 pm

    HAHAHAH! Eu te entendo Jerry, juro que entendo. Eu também tenho DDA e isso, apesar de ter uns lados positivos, me faz pagar uns micos horrorosos. Isso sem falar que eu tenho surdez parcial desde bebê, isso significa que além de distraído, eu não ouço de um ouvido. Agora você já pode imaginar, quantas vezes eu não ouvia o que me falaram e pra não ter que explicar, eu dizia: Aham… e acabava me arrependendo depois…

    Pelo menos a gente é brasileiro e leva essas situações na “esportiva”.

    Abração e bom final de semana pra vc!

  4. Hugo Pereira

    February 5, 2009 at 2:49 pm

    BTW: Um livro muito legal que li na adolescência sobre DDA foi o Mentes Inquietas da Dra. Ana Beatriz Barbosa. Ajuda muito a entender e a lidar com as limitações e ver que também existem prós.

    Sei que você está longe do Brasil, mas aí vai a recomendação:
    http://www.submarino.com.br/produto/1/206576/mentes+inquietas

    Abração!

  5. Sergio

    May 21, 2012 at 1:18 pm

    Olá Jerry, td bem?

    Sempre leio seu blog, sempre com muitas informações úteis, debate saudável e com pitadas de humor. Meus parabéns! Que bom que existem pessoas como vc que ajudam (e muito!) outras tantas que vão se aventurar por aí. Aliás, este é meu caso. Estou sendo transferido para Sydney em Setembro deste ano, e como vc deve imaginar são várias dúvidas que pairam sobre a minha cabeça. Posso te dizer tranquilamente que seu blog é uma das fontes mais importantes que tenho hoje para sanar essas minhas inquietudes.
    Tentei procurar no blog algum post sobre eletronicos, porém só encontrei um que vc comparava os preços de vários itens entre o Brasil e AUS. Voce sabe se as TVs e Blue-rays aqui do Brasil são compatíveis com os padrões Australianos? É que acabei de comprar uma TV Led 3D com um blue-ray, e gostaria muito de leva-los comigo. Como é a empresa que está pagando a mudança, melhor ainda. Só que obviamente não irei levar se não houver compatibilidade. Se puder me ajudar com esta, te agradeço muitíssimo.

    Abs!

    Sergio

    • Jerry

      May 21, 2012 at 7:40 pm

      Olá Sérgio

      O sistema das TVs aqui é PAL, enquanto no Brasil é NTSC. Contudo, não conheço ninguém que tenha trazido TV para cá para te dar certeza se funciona ou não.

      No caso dos Blue Rays, é possível que sejam compatíveis uma vez que para os DVDs o padrão Australiano é o mesmo que o Brasileiro.

      Agora, você precisa ver se não vale mais a pena vender esta TV no Brasil e comprar uma aqui, pode ser mais barato.

      dê uma olhada nesta loja: http://www.jbhifi.com.au

      Abraços

  6. Evandro

    May 22, 2012 at 3:51 am

    Até parecem piadas, poderia ganhar a vida contando seus contos em um stand up, adorei, agora vê se volta lá e compra as revistas Gay.

    Boa..

  7. Jonathan Ferrari

    May 22, 2012 at 4:26 pm

    http://letras.terra.com.br/men-at-work/25697/traducao.html o/
    Adoro essa musica , faz parte da minha vida …
    Você curte Jerry ?
    hug’

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

More in Vida na Austrália

Jerry Strazzeri no Youtube

Posts da Austrália




To Top