Connect with us

Brazil Australia – Estudar e Trabalhar na Austrália

Indo para a Austrália Depois dos 30

Dicas

Indo para a Austrália Depois dos 30

Comentei aqui anteriormente sobre o post que iria criar para quem tem mais de 30 anos de idade e está vindo para a Austrália. Depois do meu comentário recebi dezenas de réplicas pedindo que eu publicasse logo este post. Atrasei um pouco, mas finalmente separei algum tempo para escrevê-lo.

Se quiser pular toda leitura e ir direto ao ponto, fiz um PODCAST sobre o assunto que está logo abaixo. Basta clicar no botão play para ouvir o podcast de 30 minutos com informações pra quem tem mais de 30 anos e está vindo praça, mas as dicas e informações são úteis para pessoas de qualquer idade

[display_podcast]

A primeira pergunta que pretendo responder é: Por que criar um post específico para quem tem mais de 30 anos e quer vir para a Austrália? A resposta é simples. Pois cada época da vida traz diferentes responsabilidades, desafios, vantagens e limitações. Assim, geralmente, a vida de alguém com 32, 33 anos que está vindo pra cá é bastante diferente da de uma pessoa de 21, como é diferente de alguém de 45.

Em segundo lugar os 30 anos marca um momento crucial na vida de qualquer pessoa, sejam homens ou mulheres. Enquanto aos 20 anos de idade na maioria das vezes a pessoa está começando a vida, aos 30 ela já procura estar com a vida se estabilizando ou ao menos no caminho para isso. Uma pessoa depois dos 30 que vem pra cá (ou por volta de) não tem tanto tempo a perder, não pode errar tanto e não pode arriscar além do risco que já está correndo de vir pra cá.

Contudo seria inocente e inconsequente da minha parte generalizar todas as pessoas na faixa dos 30 anos e colocar todas na mesma panela. Não farei isso, mas também, por falta de tempo para escrever um manual sobre o assunto também não poderei ser específico demais. Mas é fato que nem todo mundo nesta idade que quer vir pra cá está na mesma posição. Uns vem com a residência, são formados em uma área em demanda, outros estão sendo transferidos, alguns vem como estudante para fazer uma pós graduação ou MBA enquanto outros vem apenas estudar inglês e ver o que a vida lhe reserva enquanto outros se mudam pra cá num visto de 6 meses trazendo filho e o marido (ou a esposa) a tira colo. Ou seja, diversos fatores vão influenciar a vida de quem vem para a Austrália e já passou da casa dos 30.

Desta forma, para ser prático, vou me focar mais na situação da maioria das pessoas nesta idade que vejo vindo pra cá. Geralmente alguém com 31 a 35 anos, formando, mas não em uma área em demanda (ou seja, administração, publicidade, marketing, direito, jornalismo, entre outras) que vinha levando uma vida “legalzinha” no Brasil com carro próprio, emprego na área, mas que já estava cansado do seu trabalho e queria mudar de vida. Metade ainda está solteiro enquanto a outra metade é casado, mas sem filhos.

O que Muda Depois dos 30 Anos

A primeira coisa que se precisa ter em mente é que os 30 anos em diante é uma etapa de muitas definições. Enquanto a maioria das pessoas está casada, planejando filhos (ou já os tenham), trabalhando estabilizadas em um emprego na área e pagando a prestação do apartamento você estará vindo para o outro lado do mundo literalmente começar sua vida do zero. Sim. do ZERO. Pois possivelmente você tem aquele inglês de cursinho de 3 anos no Yazigi que aqui mal vai lhe ajudar a pedir um hamburger. Ou seja, você estará trocando uma vida estável (ainda que você odeie seu emprego e não tenha comprado seu apartamento) por começar do nada, sem carro, com pouco dinheiro, sem família e sem saber muito o que esperar em um país onde uma criança de 4 anos de idade se comunica muito melhor que você.

Porém meu objetivo aqui não é lhe desanimar, mas lhe ajudar a obter o melhor desta situação em que o Thomas, meu sobrinho australiano de 4 anos, entenderia melhor as perguntas em uma entrevista de emprego que você.

É preciso ter consciência do que esperar para não fazer como 90% das pessoas nesta idade que vem pra cá, que odeiam o emprego no Brasil e acham a Austrália um país SUPER legal com uma MEGA qualidade de vida onde todos são felizes. Em parte isso é verdade, mas será que isso virá a ser realidade para você? Ou ao menos você sabe o preço disso um dia virar realidade para você?

Sim, pois uma menina de 19 anos que vem pra cá vai pra escola de manhã, trabalha das 4 da tarde às 9 da noite como babá, ganha o dinheiro para pagar o quarto que ela divide com uma amiga na shared, para sair aos finais de semana e viajar para Byron Bay no feriado e está super feliz com isso. Para ela a vida ainda não começou. Vi muita gente assim aqui. A menina está tranquila, quer curtir a vida e viver este sonho que é morar fora tão jovem. Muitas vezes, quando a menina não perde a cabeça e faz alguma besteira, acaba conhecendo um cara legal, casando e deixando a vida lhe levar por aqui.

Já uma menina de 32, mesmo que seja casada já tem outras prioridades na vida. Inicialmente o trabalho. Se a pessoa for formada no Brasil ela não vai querer chegar aqui e trabalhar de cleaner a vida inteira. Chega uma hora que ela vai querer trabalhar na área. Mesmo que ela dê a imensa sorte depois de uns 6 meses de conseguir um emprego numa loja de roupas, ela não vai querer fazer isso por muito tempo.

Lembro que quando cheguei aqui um amigo me disse que aqui não era problema entregar pizza, pois os próprios australianos fazem isso na boa. O que ele não entendeu é que os australianos fazem isso até os 18, 19 anos, depois disso, a maioria vai atrás de algo melhor.  Quando eu cheguei aqui trabalhei quase 4 semanas na Dominos e o gerente tinha 20 anos de idade. O cara que atendia o telefone tinha 16 e as pessoas que entregavam pizza ou eram estudantes estrangeiros ou australianos de 20, 21 anos que não queriam nada da vida (pelo menos neste momento da vida) a não ser beber todas as noites e sair com a namorada. Lembro que um dos indianos que entregava pizza lá fazia MBA na UNSW. O cara estava ali apenas para tirar um dinheiro extra pra ajudar com o aluguel e só.

Ai entra ao primeiro ponto que quero te dizer. Tenha um plano. Se você tem perto ou mais de 30 anos NÃO entre na rotina de moleques de 19 achando que você é um deles. Trabalhar no café é legal, pode ser algo provisório mesmo depois dos 30, mas não veja isso como algo definitivo aqui. Já falei isso um milhão de vezes aqui, mas conheço gente que chegou aqui com 25 e hoje está com 37 anos fazendo a mesma coisa que fazia quando chegou aqui há 12 anos.

Além disso uma coisa que muita gente que está aqui esquece é que a vida não parou no Brasil enquanto eles estão aqui. Às vezes a pessoa fica aqui 4, 5 anos, compra carro, vai morar num apartamento alugado perto da praia com a esposa, faz um curso “ganha visto”e vai achando isso legal, ai volta pro Brasil tendo que começar tudo do zero enquanto o amigo que ficou no Brasil já virou gerente geral da empresa, está com filhos, comprou sua casa e está estabilizado. Pessoalmente vejo alguns amigos crescendo realmente aqui, mas da mesma forma vejo outros amigos crescendo igualmente no Brasil. Quando você vem pra cá é como você apertasse o botão de pause no Brasil e precisa estar preparado a começar talvez do zero, em um mercado diferente quando voltar pra lá.

Para os casais que vem depois dos 30 tudo é muito mais difícil, mas ao mesmo tempo tudo pode acontecer mais rapidamente. Mais difícil por que vocês tem que se preocupar um com o outro. Aumenta a responsabilidade e muitas vezes a tensão. Já vi muitos casais se separando aqui, pois alguns não aguentam a barra. É preciso ter um casamento estável para aguentar a pressão de chegar aqui com 32 anos num visto de estudante e com dinheiro para 3 meses.

Além disso, como já mencionei, nesta idade a mulher está começando a pensar em ter filhos e na maioria das vezes precisa adiar esta decisão até as coisas pelo menos se estabilizarem bastante por aqui. Tem gente que dá a louca e tem filho mesmo e depois vê o que vai acontecer, mas é preciso entender as limitações que uma pessoa num visto de estudante teria tendo um filho aqui como mencionei no post anterior sobre ter filhos na Austrália ou vir pra cá com crianças.

Outro ponto que mencionei no Podcast é que as pessoas largam o emprego no Brasil achando que vão chegar aqui e amar o emprego e nem sempre é assim. Você tem as mesmas chances de não gostar do emprego aqui também. Isso pode acontecer em qualquer lugar. Mas não vou me alongar nas dificuldades, pois seria ruim da minha parte apresentar os desafios sem sugerir as soluções.

É Possível Ter Sucesso Depois dos 30 na Austrália?

Sim! Até mais do que alguém que chega aqui bem mais jovem. Contudo é preciso primeiro planejamento, depois é preciso ter um objetivo e por último plantar agora para colher no futuro. Conheci uma menina que chegou aqui com 30 anos sem faculdade, trabalhou, se sacrificou e está aqui hoje muito bem obrigado. Para ter sucesso aqui é preciso seguir 5 passos fundamentais que listei abaixo.

  1. Diferenciar sonho de realidade
  2. Ter Objetivo
  3. Ter um Planejamento
  4. Definir e respeitar as Prioridades
  5. Estar preparado para o Sacrifício

Eu falei em mais detalhes no podcast sobre estes 5 pontos, mas é preciso entender que a vida aqui na Austrália pode ser maravilhosa ou não dependendo de como você se preparar para ela, contudo, com foco e determinação é possível conseguir o melhor aqui.

A Vida na Austrália é muito boa no geral e vale a pena um sacrifício temporário para uma qualidade de vida duradoura.

Para terminar, para quem não tem muito dinheiro, passa dificuldades no Brasil, mas é determinado, as chances aqui na Austrália são muitas se vier com a cabeça no lugar.

Vale a pena arriscar vir para a Austrália depois dos 30, 40 ou 50 se você estiver disposto a pagar o preço dos seus sonhos.

Veja o Podcast abaixo. Abraços

Continue Reading
Advertisement
You may also like...
37 Comments

37 Comments

  1. Cristina

    August 27, 2012 at 9:55 am

    Olá! Adorei suas dicas!
    Curto “viajar” em suas orientações, que valem muito para qualquer país. Mesmo ficando no Brasil os jovens necessitam delas.
    Aqui, no “naco” de Brasil onde vivo, para se abrir (e manter) um negócio por conta,está mais fácil e com futuro promissor.
    Para os que preferem se aventurar, a informação é a melhor bagagem a levar.
    Meus respeitos a ti e à Mi,
    Cri.

  2. Mariana Madeira

    August 27, 2012 at 2:44 pm

    Olá Jerry,

    Tenho acessado seu blog diariamente para ler seus posts. Parabens! Os temas abordados sempre muito bem escritos e com bons conselhos. Neste post voce disse que anteriormente havia escrito sobre as limitações que uma pessoa num visto de estudante ir para Australia com crianças. Poderia me ajudar a achar este post? Estou querendo ir com meu filho de 7 anos.
    Obrigada

  3. Daniel Cerqueira

    August 27, 2012 at 3:57 pm

    Oi, Jerry

    Vc não vai mais retormar o podcast???

  4. Maira Casini

    August 28, 2012 at 4:28 am

    Olá Jerry !!! Obrigada pelo post prometido dos 30 anos.
    Meu noivo e eu gostamos muito e nos deu mais segurança para tomarmos a decisão da nossa ida p/ Australia!

  5. Karina

    August 30, 2012 at 12:44 pm

    Hi Jerry;

    Meu nome é Karina e moro em Varginha, sul de Minas Gerais.
    Descobri seu blog e achei muito interessante suas dicas. Estou lhe escrevendo porque estou necessitando muito de uma opnião.
    Sou Engenheira quimica e de alimentos já formada há 12 anos. Fui demitida da multinacional em que trabalhava em Janeiro e tenho muita vontade de passar 06 meses ou talvez 01 ano na Austrália para estudar inglês e trabalhar (não para juntar dinheiro, mais pelo menos para dar uma ajuda nos gastos ai). Meu inglês é do tipo macarronico, que dá para se virar, mais esta muito longe de ser fluente.
    A minha preocupação é quanto a idade, já tenho 35 anos. Não sei o quanto a idade pode me ajudar ou prejudicar ai. Li o post sobre Austrália depois dos 30 e achei muito interessante, mais ainda tenho muitas dúvidas na minha cabeça.
    Meu objetivo e prioridade é falar inglês corretamente e voltar para o Brasil, arrumar um novo emprego e tocar a vida normalmente. Pois acho que na minha idade, já não se pode esperar muito, o tempo nesse caso é meu pior inimigo rsss.
    Tenho dúvidas para qual cidade ir.Estou em contato com um agente da Good Day Oz Education que me disse que Sidney é a melhor cidade, mais tenho receio de chegar ai e encontrar muitos brasileiros e acabar não praticando o inglês. (isso para mim seria péssimo).Ele me indicou a escola Ability, que diz ser boa e também que o ideal é ficar 01 mês na Homestay e depois ir para shared de estudantes. A minha preocupação com shared é ter que ficar com adolescentes, que estão em outro momento que o meu.
    Sou uma pessoa tranquila, de uma cidade pequena e bem focada nos meus objetivos, pois não tenho tempo nem dinheiro para perder.
    Vc poderia me dar uma ajuda? uma luz?

    Fique com Deus.Abraços
    Karina

    • wellington

      March 25, 2013 at 6:30 pm

      Karina meu caso e similar ao seu, voce foi pra Austrália?. Abs Wellington

    • Tatiana Camargo

      March 8, 2014 at 5:05 pm

      Olá Karina, tudo bem? E aí você foi para a Austrália? Deu tudo certo?
      Estou no mesmo dilema que você…

      Aliás se puder me contar me mandando e-mail… beijos

  6. William Cruz

    August 30, 2012 at 5:48 pm

    Olá Jerry! acompanho o seu blog há algum tempo. Acho os seus posts muito bacanas e úteis, mas essa é a primeira vez que faço um comentário, pois o assunto tem tudo a ver com a minha realidade. Tenho 35 anos, sou casado e tenho um filho, e o meu objetivo é viver na Austrália definitivamente. Estou lutando pra isso. Ouvi o podcast na íntegra e achei muito legal e motivador. Parabéns pela iniciativa. Fique com Deus.

    William

  7. William Cruz

    September 2, 2012 at 8:51 am

    Ah! Jerry, a propósito, “AWARE” em português significa ATENTO. Abraço.

  8. thatiane

    September 4, 2012 at 7:04 pm

    ola, tenho 17 anos e tenho muita vontade de me mudar para outro pais em especial a Australia mais tenho muito medo pois estou noiva de um homem de 33 anos e eu quero arrastar ele pra ai de qlqr jeito. o vc me aconselha?

  9. Marcelo Silva

    September 16, 2012 at 5:45 am

    Olá Jerry,

    Meu nome é Marcelo tenho 32 anos e estou terminando o curso de Ciência da Computação aqui no Brasil. Sou Analista de Sistema e trabalho com Java tenho certificação em Java também, estou estudando inglês a fio mais gostaria de morar fora para aprimorá-lo e escolhi Austrália por ter um clima um pouco parecido com o do Brasil. Bom a pergunta é, quais são minhas reais chances de emprego na minha área? Obrigado e grande abraço.

    • Adriana

      November 18, 2012 at 3:25 pm

      Incrível!!! Tive impressão que esse post foi feito pra mim!!
      Parabéns Jerry!
      Essa é a realidade que tb vejo daqui! E tenho certeza que sim, com mto foco e determinação é possível alcançar o objetivo, que no meu caso, é o de viver em Perth, por tempo determinado ou não!
      Estou ciente dos 5 passos fundamentais faz uns anos!
      Obrigada! Bjs, Dri

  10. Nelson Jr

    September 20, 2012 at 9:48 pm

    Excelente post!!! Estou lendo o site/blog inteiro!!! Quase chorei lendo esse texto!!! Refletiu um pouco minha realidade: Estou indo para Sydney com minha namorada/noiva agora, dia 28 de outubro. Tenho 28 anos, sou formado em Publicidade, e tenho MBA em marketing. Abrimos mão praticamente de 2 anos para conseguirmos a grana para vivermos esse sonho, e não desistiremos tão fácil!!! Sei que no início será difícil, mas estamos confiantes e com gana de fazer tudo dar certo!!! Excelente blog, que abre meus olhos e ao mesmo tempo me motiva para fazer todo esse meu investimento valer a pena!!! Obrigado pelo texto!!!

  11. André

    October 3, 2012 at 11:45 am

    Olá Jerry!!!
    Como sempre, muito legal seu site! Faz tempo que tava querendo ouvir esse post, mas só agora consegui!
    Você já conseguiu lembrar aquela dica de site de inglês pra estudo??? hehe!
    Grande abraço,
    André

  12. André

    October 4, 2012 at 9:36 am

    Valeu pela dica Jerry!!!
    abraço!

  13. Marcos

    October 8, 2012 at 2:05 pm

    Ola Jerry!
    Maravilhoso seu site, parabéns.Tenho uma dúvida. Tenho 36 anos, ja morei nos EUA, fui gerente de um café por lá e entreguei pizza.
    Meu ingles é razoavel, e estou pensando em ir para australia porque tenho um primo aí. Irei com minha esposa de 30 anos, ela vai para estudar primeiramente mas também trabalhar.
    Com nossa idade meu acima vc acha que conseguimos um café, entregar pizza, para trabalhar? abraco.

  14. anderson

    October 12, 2012 at 4:31 pm

    olá jerry, pretendo fazer um interchambio na australia em outubro do ano q vem, gostaria de saber se um brasileiro pode obter licença para dirigir transporte público de passageiros? (mot.de ônibus), agradeço!

  15. Luiz

    November 6, 2012 at 9:59 am

    Quem exelente post e realistico.
    Tem milhares de post na net todos cheios de ‘sugar and cream’ descrevendo a australia como o verdadeiro ‘paraiso’.

    Isso eh muito relativo mesmo!! Como o senhor ja escreveu aqui.
    O que queremos aos 20 nem sempre chega perto do que queremos e do que esperamos aos 30+.
    As expectativas tambem mudam muito.

    Esse sempre falo que meu carro no brasil me satisfazia porque onde eu morava, a maiorias das pessoas tinham um parecido, mas quando morei em um outra cidade onde a maioria dos carros eram verdadeiros ‘carroes’ ou, carros de luxo, minha expectitativas tambem aumetaram e meu queridinho ja nao me era tao bem aceito….

    Manter os pe no chao para muita gente eh como tirar as ‘asas de um sonho’ o que nao eh verdade. Sonhar faz muito muito bem a alma e a vida, mas sem execucao de algo ’em realidade’ nao faz um sonhor acontencer.

    Boa sorte a todos, muita dedicacao e para a voce pelo site e post.

  16. Tsai

    January 4, 2013 at 1:43 pm

    Olá Jerry,
    Gostei muito do teu post abriu meus horizontes. Passamos 1 ano estudando ingles na Australia em 2007. Eu e meu marido estamos a alguns anos planejando a mudança definitiva para Australia.
    Sou formada em Arquitetura e Urbanismo, consegui o reconhecimento pela Vetasses como Urban Planner e meu marido teve o reconhecimento pela ACS como programador IT.
    Fizemos a previa do skilled – independent (subclass 189), conseguimos a pontuação, porém a principal questão: não queremos esperar o processo sair, acredito que irá demorar 2 a 3 anos. Qual a estratégia, aplicar o visto aqui no Brasil e ir com o visto de estudante para fazer o master, desta forma poderemos trabalhar 40 horas por semana.
    A minha dúvida podemos ir para Australia com o processo de visto 189 em andamento e ao mesmo tempo solicitar o de estudante para master?
    Abs.

  17. Rita

    February 11, 2013 at 3:10 am

    Olá, gostei do post, mas tenho 46 anos, cheguei aqui em setembro/2011 e estou na Batalha. Sei das minhas limitações por causa da idade, mas mesmo assim resolvi arriscar. Você acha que devo desistir e voltar para o Brasil? Sou engenheira mecânica, e mestre em Administração de empresas. No Brasil dava aula em faculdade e trabalhava com consultoria em estratégia de negócio para pequenas empresas, mas tive câncer e graças a Deus removi e não precisei nem fazer nada. Estou curada, resolvi arriscar uma nova vida aqui na Austrália, por conta do susto que passei e de perceber como a vida em um momento está tudo bem e de repente não. Estou com visto de estudante e buscando um patrocínio. O que acho mais difícil aqui na Austrália é que em nossa comunidade não possui nenhuma associação para nos dar apoio. As que tem, não sabem o que fazer para nos apoiar. Enfim, se tiver uma dica de como posso vender meus conhecimentos, nem que seja para empresários brasileiros aqui na Austrália. Agradeço. Obrigada

    • Jerry

      February 11, 2013 at 3:49 am

      Oi Rita

      Todo mundo que se esforça e se dedica bastante aqui acaba colhendo frutos e tenho certeza que com você não será diferente. Você já tomou uma atitude corajosa de vir para cá e tentar começar a vida de novo, por isso não deixe que os problemas que vez por outra todos nós enfrentamos por aqui te abalem.

      O que eu recomendaria, como você é engenheira mecânica, é ver o mais rápido possível o que é necessário para você aplicar para a residência. Converse com um agente de imigração a respeito e ele irá lhe ajudar. Enquanto isso você pode ir continuando aplicando para vagas na sua área.

      Tudo aqui leva um certo tempo, mas vale a pena. Outro dia estava conversando com um amigo que é engenheiro aqui e ele estava me contando como dirigiu caminhão vários anos até aplicar e conseguir a residência e hoje trabalha como engenheiro para o governo australiano.

      Vá atrás, não desista que uma hora alguma porta se abre para você.

      Se precisar de apoio emocional e psicológico aqui, a igreja Hillsong Curch presta um trabalho muito legal de assistência. Se quiser conhecer acesse o site Hillsong.com para pegar o endereço

      Desejo tudo de bom pra você,

      Abraços

  18. Mariana

    April 6, 2013 at 10:32 am

    Oi fui para a Austrália,quando tinha 25 adorei…
    Agora já estou com 30, e tenho 2 filhos morro de vontade de ir d novo.
    Agora queria fazer pós graduação. Já moramos no Japão por algum tempo.
    O problema que comecar de novo com criança da mais medo…
    Quem sabe ele concorde comigo em ir né ..

  19. Hezio

    July 5, 2013 at 6:21 pm

    Opa Jerry, tudo bem? vi seu postcad bem legal!
    Eu morei ai em sydney 2 anos ( 2008 – 2010), e naquela epoca nao queria nada com nada neh rs.
    Agora to com 30 anos, sempre com a australia na cabeca, formado em adm ( que nao da residencia), pensei em fazer accountting que esta na lista so pela residencia mesmo porque depois meu objetivo eh trabalhar com escolinhas de futebol ai ja e montar minha propria escolinha, ja tenho algums amigos fazendo isso e quero muito voltar pra ai. Minha pergunta eh , eu teria que trabalhar 1 ano como accountting para aplicar a residencia? e depois com a residencia eu poderei trablahar no que quiser, correto? Nao preciso seguir a carreira de accoutting.

    Muito Obrigado desde ja.
    O blog esta 100 %

    Abracos

  20. natalia

    June 28, 2014 at 8:22 am

    Muito boa as dicas, tenho 23 anos e meu marido 28 anos, não temos muita condição financeira de ir para Austrália, mas estamos em busca disso, infelizmente os intercambios que estão nos vendendo aqui são de 40.000,00 (curso de 4 semanas +/-) e queremos ficar no minimo 1 ano, mas estamos em busca e em breve esperamos realizar e assim poder fazer um curso de ingles e quando estivermos mais afiados partis para um curso superior de gastronomia, estamos lutando e vamos que vamos, esperamos realizar isto o quanto antes e dar um UP em nossas vidas

  21. Junior

    October 8, 2014 at 10:16 pm

    O podcast nao esta aparecendo, nem no soundcould consegui acha ! poderia corrigir para nos ?

    E parabens pelo blog, MUITO legal

  22. Deivis

    October 14, 2014 at 3:57 am

    Como faço para renovar meu visto, pois pretendo ficar um ano, caso ele venha com restrição?
    Obrigado

  23. José Falcão

    May 13, 2015 at 3:48 pm

    Quero saber das minhas chances de me mudar para a Austrália. Tenho 56 anos, sou pecuarista. Se me mudar para a Austrália, eu estou pensando em comprar uma fazenda para criar gado. Quais as minhas chances?

  24. welissandra

    October 30, 2015 at 1:04 am

    Olá Jerry
    Amei seus postes!
    Queria saber como fazer pra montar um negócio aí, e morar com nossos 4 filhos o problema é que meu esposo vai fazer 50 anos e eu tenho 25 anos e não sei se isso pode atrapalhar em investir aí, e a gente quer ir pra ficar permanente, pq aki o Brasil estar muito violento e onde a gente mora tem muitos sequestos e como ele é micropresário e tem varias lojas as pessoas visão muito ele e ja alertaram muito ele pra ee tomar cuidado, e a gente ñ aguenta mais morar por aki, queremos uma vida estável e um lugar seguro, pq aki tem muita violência e perdendo amigos próximos, e outro problema é q ñ entendemos nada de inglês, eu sei o basico dos básicos rsrsrs
    Mais ele ñ é formado nem nada e ele tar pensando em vender tudo q ele tem pra ter uma vida mais segura e Achei a Austrália muito atrativa nessa questão, nos ajude precisamos de ir o mais breve possível, e ñ sei q tipo de visto seria melhor pra gente
    Agradeço muito se nos responde.
    Fica na paz de Deus.

  25. Monica catelan

    April 28, 2016 at 12:52 am

    Ola gostaria de saber se vcs conhecem o centro de linguas ‘EF’, em Sydiney, e o k pensam. E se tenho alguma chance em arrumar um trabalho como motorista de onibus. Obrigada.

  26. CLAUDIO BESTETTI

    June 11, 2016 at 2:06 am

    bem , como não tenho filhos , solteiro . pra mim tanto faz quero morar lugar que me sinta a vontade , agradavel , poder sair com segurança. onde tudo funcione , esse negocio de calor humano , saudades de casa , como muitas pessoas no brasil não to nem ai . lugar e onde nossa vontade ta . minha terra onde possa ficar otimo em todos so sentidos , e australia e cheia de italianos , tenho parente australiano , ou seja , australiano mesmo , nao nascido no brasil naturalizado , nem filho de brasileiro , e sim filho de italianos nascido na italia,portanto me sentiria em casa.

  27. CLAUDIO BESTETTI

    June 11, 2016 at 2:08 am

    bem , como não tenho filhos , solteiro . pra mim tanto faz quero morar lugar que me sinta a vontade , agradavel , poder sair com segurança. onde tudo funcione , esse negocio de calor humano , saudades de casa , como muitas pessoas no brasil não to nem ai . lugar e onde nossa vontade ta . minha terra onde possa ficar otimo em todos so sentidos , e australia e cheia de italianos , tenho parente australiano , ou seja , australiano mesmo , nao nascido no brasil naturalizado , nem filho de brasileiro , e sim filho de italianos nascido na australia ,portanto me sentiria em casa.

  28. Sandy Coimbra Moreira

    July 16, 2016 at 1:38 pm

    Olá!
    Gostaria de algumas informações, estou grávida e não sou casada ainda o pai de meu filho estar indo para Austrália e eu estou com várias dúvidas! pq ele vai e não vai da tempo de registrá o nosso filho! minhas dúvidas seriam! ele esperar o bebê nascer para registrar aqui, ou pode registrar de longa distância? ?
    e se agente casasse aqui no Brasil alguma possibilidade deu ir pra Austrália depois dele ou complica???

  29. Patricia Moreira

    October 23, 2016 at 7:49 pm

    Tenho uma amiga que morava na Italia e cogitava morar na Australia, porém ela disse que desistiu porque o marido dela já tinha mais de 30 anos e na Austrália não empregam imigrantes com mais de 30. Queria saber se é verdade.

  30. Thiago Wiziack

    December 9, 2016 at 7:33 pm

    Onde está o podcast?
    Adorei a matéria, queria ouvir o podcast.

  31. Karina

    July 6, 2017 at 1:56 pm

    Olá, gostaria de saber se tem algum programa na Australia pra quem é cidadão Australiano e levar a familia. Minhas irmãs são cidadãs e querem levar eu, minha mãe e meus dois filhos.
    Ou alguma dica para que eu possa me informar melhor sobre esse tipo de visto.

    Aguardo obrigada

  32. Sérgio

    August 4, 2017 at 8:06 pm

    Oi Jerry, tudo bem? Então… Tenho 59 e minha mulher 53 anos. Estamos com a vida estabilizada no Brasil. Possuo renda suficiente para arcar com os custos fora do Brasil, em especial na Austrália. Meus filhos, hoje formados e alto suficientes aqui no Brasil, ja residiram por 01 ano na New Zealand em 2005/2006, quando eu e minha mulher resolvemos conhecer a Oceania e ficamos por 3 meses na NZ e 01 mês na Australia “Gold Coast”. Ficamos apaixonados e estamos com vontade de morar em Coolangatta. Possuo dupla cidadania, tanto eu como os meus filhos. Poderia fazer a gentileza e me dizer se tenho alguma vantagem de ser também cidadão Alemão? Tenho melhores possibilidades para conseguir o visto de permanência? Vc acha que por fazer parte da comunidade Europeia possa fazer a diferença nos tramites de residência, trabalho, etc? Agradeço de coração se puderes me orientar. Fica com Deus e parabéns por toda orientação que li acima no seu texto. Muito esclarecedor. Finalizo, desejando a todos os irmãos Brasileiros, muito sucesso, saúde e paz. Abraço Sérgio

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

More in Dicas

Jerry Strazzeri no Youtube

Posts da Austrália




To Top