Canguru Australiano

De cada 10 perguntas que recebo por e-mail, 2 são recorrentes e a cada semana recebo uns 20 emails com estas mesmas perguntas:

A primeira é: Posso ir para a Austrália estudar inglês com um visto de turista?

E a segunda é: Me passaram um orçamento da escola TAL (geralmente uma escola muito boa), mas consegui um orçamento e uma outra escola (geralmente bem mais barata e desconhecida) e queria saber se vale a pena.

Já respondi isso diversas vezes aqui, mas hoje vou explicar em detalhes para assim ajudar quem está planejando seu intercâmbio.

Primeiro a questão do visto.

Vale a Pena ir para a Austrália Estudar com um visto de Turista?

Talvez se seu objetivo seja vir pra cá, estudar por 2, 3 meses, não trabalhar e voltar para o Brasil. Para todos os outros casos nem sonhe.

Muitas pessoas cogitam a possibilidade de vir para a Austrália com um visto de turista estudar inglês pelo fato deste visto ser muito mais barato e simples de se aplicar. Pensam em aplicar para um visto de turista e depois uma vez aqui renovar para um visto de estudante.

Esta é sem dúvida uma das decisões mais equivocadas que alguém pode tomar. É uma decisão em que se economiza alguns dólares hoje para se gastar até 10 vezes mais depois. Por que isso?

Primeiro por que não é permitido para nenhum estudante vindo do Brasil renovar seu visto de turista na Austrália para um visto de estudante onshore (de dentro da Austrália). Ou seja, se você vier para a Austrália em um visto de turista, quando for renovar para um visto de estudante terá que sair da Austrália, ir para qualquer outro país (Nova Zelândia, Brasil…), gastar uma passagem de ida e volta de avião, chegar no outro país, iniciar toda sua aplicação, pagar pelo visto de estudante (algo que você achou que estivesse economizando antes) , pagar todas as taxas, fazer os exames médicos em outro país pagando os valores que se cobram nestes países para os exames, pagar o curso, pagar sua hospedagem enquanto você espera a resposta da imigração (que pode demorar meses) e depois voltar para a Austrália.

Screen Shot 2013-04-12 at 8.25.28 PM  As Perguntas mais Feitas no Blog sobre a Austrália Screen Shot 2013 04 12 at 8
Com visto de estudante você pode legalmente trabalhar em qualquer tipo de emprego. Com direito ao superannuation (aposentadoria) e ganhar extras por horas trabalhadas.

Na melhor das hipóteses você acabará gastando $3000,00 dólares por tentar economizar o preço de um visto de estudante anteriormente (algo que certamente você terá que pagar uma hora ou outra se quiser ficar na Austrália).

Só que a situação é mais complicada ainda. Primeiro que se você chegou na Austrália em um visto de turista não chegou apenas com a roupa do corpo. Trouxe malas, coisas pessoais e comprou outras mais aqui. Além disso foi morar em algum lugar e começou sua vida. Só que por estar em um visto de turista, apenas 3 meses após chegar aqui vai ter que abandonar tudo, juntar suas coisas, ir de volta para o Brasil ou sair da Austrália para qualquer lugar onde não precise de visto, fazer toda aplicação novamente, esperar um tempão, gastar um absurdo e depois voltar (se tiver seu visto aprovado).

Outro ponto do visto de turista é que este visto não lhe dá direito a trabalhar. Quando digo que você não tem direito a trabalhar digo que ninguém aqui vai te contratar para nada, mesmo que você tente, se estiver em um visto de turista. Outro ponto é que mesmo que você consiga um emprego e for pego trabalhando será deportado sem poder voltar a Austrália por 3 anos. Tudo isso por que você achou que fosse esperto e iria economizar 300 dólares.

Screen Shot 2013-04-12 at 8.30.06 PM  As Perguntas mais Feitas no Blog sobre a Austrália Screen Shot 2013 04 12 at 8
Trabalhar em lojas é um emprego comum para quem tem um nível bom de inglês e permissão para trabalhar em seu visto

Um caso rápido sobre isso. Conheci um brasileiro que namorava uma japonesa. Ela estava aqui em um visto de turista uma vez que o curso dela tinha acabado e ela tinha aplicado para tal visto. Mesmo assim ela continuou no seu emprego sem avisar o empregador que tinha mudado de visto. Um dia andando pela rua voltando do trabalho ela foi abordada pela polícia. Levantaram a ficha dela e perguntaram se ela estava trabalhando. Ela disse que não. Então apreenderam o celular dela, conferiram as mensagens e havia mensagens sobre o trabalho dela naquela semana. Ela foi deportada e o brasileiro em questão começou a procurar uma maneira de ir para o Japão uma vez que ela não podia mais voltar pra Austrália.

Por isso, se você vem para a Austrália estudar, faço isso da maneira inteligente e evite passar a vergonha depois de ver a furada em que você se meteu. Isso sem falar que o visto de turista não lhe dá direito ao seguro saúde do visto de estudante, isso significa que se você cair e quebrar a perna a conta salgada do hospital vai sair do seu bolso.

Par avir para a Austrália em um visto de estudante você precisa se matricular em um curso de 4 meses ou mais.

Vale a Pena Fazer um Curso de Inglês Pior e Mais Barato?

Quando você vai comprar um carro e olha um carro da Audi e um da JAG você consegue imaginar por que um Audi é mais caro que um JAG? A primícia para os cursos de inglês é a mesma. Nenhum curso de inglês é mais barato a toa. Se ele custa 50 dólares a menos que o curso mais prestigiado pode ter certeza é que por que o nível de ensino é pelo menos 50% pior.

Muita gente faz isso, pois tem o foco de vir aqui e arrumar emprego ao invés de estudar, mas é fato que quem faz isso acaba não conseguindo as melhores oportunidades aqui e passa anos fazendo a mesma coisa sem conseguir oportunidades melhores simplesmente por que seu inglês não evolui. Trabalhar, conversar e fazer outras coisas ajuda no inglês se você tiver uma base boa, saber construir frases com sentido e não simplesmente traduzir frases do português para o inglês. A estrutura das frases em inglês é completamente diferente e só estudando para aprender.

Eu tenho conhecidos aqui que estão há 6 anos na Austrália, fizeram um curso de inglês ruim e depois focaram apenas em trabalhar enquanto a namorada ou esposa estudava. Em 6 anos aqui o inglês deles é pior do que de pessoas que estão aqui há 6 meses, mas estão estudando pra valer. Sem exagero.

Para conseguir qualquer emprego aqui de qualidade o maior diferencial será o seu nível de inglês. Nenhum estudante trabalha de cleaner aqui por que um dia sonhou em limpar privadas, eles fazem isso por que não possuem inglês suficiente para conseguir empregos melhores. Até para ser atendente em restaurante você precisa de um inglês funcional para fazer pedidos, conversar com os clientes, fazer anotações e entender o que todos os clientes falam.

Mas ai você me pergunta: E o que o curso tem a ver com isso? Eu digo: TUDO

Primeiro que em cursos mais baratos e consequentemente de baixa qualidade você terá aulas piores ministradas por professores pouco qualificados que estão dando aula como um bico ou por que não conseguiram coisa melhor pra fazer, enquanto nas melhores escolas os professores são credenciados e participam de estudos e programas para estarem atualizados com as necessidades do mercado e oferecer uma boa qualidade de ensino.

Screen Shot 2013-04-12 at 8.06.26 PM  As Perguntas mais Feitas no Blog sobre a Austrália Screen Shot 2013 04 12 at 8
Exemplo de sala de aula de um bom curso de inglês. Maioria dos estudantes atentos, professor controla a aula, as aulas são dinâmicas forçam você a aprender. As classes são organizadas e os professores bem preparados. Formam-se amizades e há harmonia entre os alunos.

Screen Shot 2013-04-12 at 8.05.22 PM  As Perguntas mais Feitas no Blog sobre a Austrália Screen Shot 2013 04 12 at 8
Curso ruim: As aulas são monótonas, os alunos não prestam atenção e o professor é desmotivado. Não se cria vínculos e conexões entre os alunos.

Depois que as escolas mais baratas além de possuírem professores piores também possuem uma estrutura pior. Isso faz com que você não se motive a estudar. Além disso, estas escolas são geralmente escolhidas por pessoas que estão aqui e querem fazer um curso apenas para manter o visto e desta forma não interagem nas aulas, não participam e soma-se uma classe desanimada, com um professor despreparado em um ambiente sem estrutura, na melhor das hipóteses você vai sair de lá aprendendo um inglês de pedir hambúrguer no McDonalds.

Escola boa Escola Ruim
Bom mix de nacionalidades Maioria dos estudantes de poucas nacionalidades
Aulas inteligentes, bem preparadas e eficientes Um professor, um caderno e uma lousa
Estrutura de ensino de qualidade Mesas, cadeiras e vá embora logo depois das aulas
Maioria dos estudantes quer aprender inglês Maioria dos estudantes está lá para manter um visto
Professores preparados e credenciados Professores muitas vezes não nativos na língua
Alta taxa de aprovação nos exames Baixíssima taxa de aprovação nos exames
O Objetivo da escola é preparar os alunos O Objetivo da escola é fazer dinheiro
Estrutura completa para os estudantes Pouca estrutura
Diversas atividades e métodos de preparação se contente com a aula

O que as pessoas não entendem é que se quiserem crescer na Austrália, arrumar um bom emprego, ou até mesmo trabalhar na área, precisarão ter um bom inglês.

Eu sou um exemplo disso. Cheguei aqui com um inglês razoável, tanto que já comecei o curso no nível Upper Intermediate e terminei o curso no Advanced. Quando fui procurar emprego percebi pelas entrevistas (ou melhor, meus entrevistadores perceberam) que eu não tinha inglês suficiente para desempenhar com qualidade a função que exercia no Brasil de Project manager (Gerente de Projetos).

Lembro que fui em uma entrevista em uma empresa muito legal. Sai da entrevista pensando que aquele seria o lugar dos sonhos para eu trabalhar. Me preparei absurdamente para a entrevista e me chamaram de novo. Fiz mais uma entrevista e me chamaram para uma terceira. Nesta terceira entrevista o entrevistador me falou:

Olha Jerry você é o candidato mais forte que temos, você é qualificado, tem bastante experiência e suas habilidades são equivalentes ao que precisamos em um gerente de projetos, mas não estamos nos sentindo confiantes o suficiente em lhe colocar se comunicando com diversos clientes todos os dias. Nós trabalhamos com grandes empresas e temos bancos e multinacionais na nossa lista de clientes com quem você terá que lidar e para isso precisamos estar confiantes que seu inglês seja perfeito.

Se você me perguntar se meu inglês era ruim eu te digo que não era e lembro exatamente o que levou a empresa a chegar a esta conclusão e não me oferecer a vaga. Foi UMA, sim, apenas UMA palavra que falei errado em uma das entrevistas. APENAS UMA PALAVRA. Sei disso, pois na hora que disse a palavra eles não entenderam, perguntaram de novo e eu repeti e eles não entenderam de novo e ai uma das pessoas que estavam me entrevistando disse: Acho que ele está querendo dizer Tal coisa.

Perdi o emprego que na época era dos meus sonhos por falar uma palavra errada. Desta forma acabei tendo que descer um nível e voltar a ser programador, uma posição que exigia muito menos inglês, mas consequentemente tinha um salário muito menor.

Depois disso comecei a estudar ainda mais inglês e depois de algum tempo consegui empregos de gerência. Só que para se ter uma ideia da importância do inglês, no meu último emprego aqui, em um cargo mais alto, meu chefe, retornava alguns e-mails que eu mandava para ele com correções de pontuação. Ele dizia que alguns e-mails que eu enviava iam para o CEO e não poderiam ter este tipo de erro.

Por isso não adianta chegar aqui na Austrália, estudar inglês na escola Tabajara e achar que todas as portas de emprego vão se abrir para você por que você é esforçado e simpático.

Poderia ficar aqui contando diversas outras histórias, como a do brasileiro que está aqui há 10 anos, já fez 200 cursos e continua trabalhando na mesma coisa que fazia quando chegou aqui 10 anos atrás. Se você pegar o histórico dele verá uma sucessão de péssimas escolas, péssimos cursos, péssimos professores e muitos churrascos com os amigos aos finais de semana. Ele começou com um curso de inglês ruim, depois foi para um curso de TI ruim, depois mudou para um curso de Business Ruim, depois fez um curso de design ruim e assim por diante. Nunca conseguiu uma oportunidade. Converse em inglês com ele que está aqui há 10 anos e com um brasileiro esforçado que está aqui há 6 meses estudando em uma escola top e você verá a diferença.

Por isso, não acabe querendo economizar alguns poucos dólares hoje e estragar todo sua vida na Austrália amanhã. Faça as coisas com excelência e busque o melhor. Um dia você colherá o retorno do seu empenho.

Quando vim pra cá estudei em uma das melhores escolas de inglês aqui e hoje só tenho boas recordações daquele tempo de escola. Foi uma experiência incrível que certamente não teria se fosse para uma escola pior, tanto em relação às amizades que fiz, a estrutura que tive e o ambiente incrível que se tinha na escola.

Tenho certeza que tudo irá dar muito certo para você aqui e que sua experiência na Austrália será bem sucedida, mas comece provando que você é inteligente e terá sucesso fazendo as escolhas certas logo no início.

Solicite Orçamento 160×160
SHARE
Previous articleJamie’s Italian – O Melhor Restaurante Italiano de Sydney
Next articleKelly Slater em Manly
Jerry Strazzeri
Jerry Strazzeri vive na Austrália com sua esposa desde 2006. Trabalha como Analista Digital na Austrália já tendo trabalhado em empresas no Brasil e Estados Unidos. Cidadão Australiano, junto com seu trabalho está concluindo uma graduação em Leadership. Junto com sua esposa Michelle, foi responsável por diversos sites na área de educação e TI e criaram o Brazil Austrália em 2006 para ajudar aqueles que estavam imigrando ou vindo estudar na Austrália. "Mas eu e a minha família serviremos ao Senhor" ~ Josué 24:15 Veja meu outro blog - Siga-me no Quora

27 COMMENTS

    • Os curso do TAFE são na sua grande maioria cursos muito bons e amplamente reconhecidos aqui na Austrália.

      Algumas profissões aqui não possuem faculdade, apenas cursos técnicos (TAFE)

  1. Jerry, duas coisas.

    Você disse que o mínimo de tempo que você precisa se matricular para tirar o visto de estudante é 4 meses, após esse tempo se eu quiser continuar no país e quiser pegar outro curso de inglês eu consigo?

    Outra pergunta, qual escola você frequentou quando chegou? Um abraço!

  2. Olá gostaria de saber se você tem alguma informação sobre trabalhando como comissaria ai na Australia .

  3. Olá, Jerry!
    Sou estudante e em 2014 irei fazer intercâmbio durante 1 ano na Austrália, de primeira escolhi o país por começar as aulas no mesmo tempo em que começam no Brasil, não perdendo o ano. Mas então comecei a pesquisar muito sobre o lugar, e mesmo antes de chegar, me apaixonei! Sobretudo por causa do seu blog, o leio todos os dias! Faço teatro há +- 5 anos e gostaria de saber se na Austrália há muitas escolas de teatro, se você sabe como funciona ou se eles dão muita importância para as artes no geral(como dão nos EUA), tomando isso por base estou querendo ir à Melbourne por ser uma cidade urbana-cultural, pois presumo que tenha bem mais teatros do que em outras cidades. POR FAVOR, AJUDE-ME! Obrigada desde já!

  4. Bem escrito e falado! Viver de ‘dar jeitinho ali e aqui’ como ja vi muito tambem na europa, e plantar na maioria das vezes futuras frustracoes, erguer barreiras, fechar portas e ate se deixar levar pela vida errada. Comece com o pe direito e seja la o que for fazer, faca direito, nao deixe a ‘malandragem’ custar caro e destruir um possivel future.boa sorte.

  5. Jerry que site fera! Parabéns pelos textos bem escritos e pela a verdade propeiamente sita.
    Posso indicar o site na minha página do facebook, para que alguns conhecidos tirem suas dúvidas?
    Abraços em você e na Michelle!

  6. Jerry,tudo bem,estou indo em setembro e gostaria de saber se você conhece a escola Cass Training??
    Pretendo estudar os 6 meses de Inglês e se eu me adaptar tentar estudar na Le Cordon Bleu,você conhece? sabe como funciona? Obrigada!

  7. Oi Jerry!

    Poderia me ajudar me duas questões?
    1)Não gosto de moscas, aranhas e baratas! E ouvi falar que na Austrália tem muito! Teria alguma dica de alguma cidade que tenha menos desses insetos?
    2) Em Sydney, é seguro, caso eu trabalhe até a noite depois da aula (Ex: trabalho acabe as 22 horas) e eu tenha que pegar ônibus e trem para a homestay ou Apartamento?

    Obrigada

  8. Oi Jerry, tudo bem??

    Pretendo ir para Australia no 2º semestre do ano que vem, o meu objetivo é ir trabalhar e futuramente fazer uma faculdade de teologia, qual o tipo de visto mais apropriado? Obrigada…

  9. Olá, estou interessada em fazer intercambio em Gold Coast, no primeiro semestre de 2014! Será q vc poderia me dizer o nome de algumas escolas, realmente boas, daí?

  10. Oi Jerry, Obrigado por se dispor a ajudar a todos com essas informações preciosas para quem quer tentar algo novo, Tenho passaporte Espanhol tenho alguma vantagem se eu der entrada no visto de estudante com ele? se tem quais? se eu for meu marido e meu filho de 5 anos vai comigo, falamos Inglês. meu filho vai pode ir para escola do governo ou tem que pagar? uma agência me disse que escola para o meu filho de 5 anos do governo custa 200 dolares por semana, é verdade? se for, então não vale a pena irmos. O que vc acha?
    uma kitnet quanto custa o aluguel vc sabe?
    desculpa tantas perguntas mas desde já Obrigado, A paz.

  11. Jerry, olá novamente.

    Por favor, me ajude em uma questao.

    Pode me indicar qual escola de ingles é boa? E tambem uma para fazer TAFE tambem? Seria ideal tentar fazer esses cursos em 1 escola só, mas tudo bem se nao conhecer uma que tenha os dois, mas acho importante sua opniao sobre alguma escola.

    Eu sei que parece ser meio “folgado” pedir essas informaçoes, mas preciso muito dessa ajuda, porque é complicado gastar uma grana em algo que posso achar que seja bom olhando por aqui (no site e indicaçao das agencias) e chegar aí ser uma porcaria e ter uma imensa dor de cabeça.

    Desde já agradeço.

    Sucesso e fica com Deus.

    Abraço

  12. Ola Jerry,

    eh possivel ir como estudante para estudar ingles e depois transferir pra uma faculdade com o mesmo visto? obrigada.
    Rafaella

    • Oi Rafaella

      Sim se você estiver aqui com o visto de estudante estudando em um curso de 4 meses ou mais pode aplicar para um visto de graduação sem precisar sair da Austrália.

      Abraços

  13. Olá Jerry, boa tarde.!

    estou pensando em fechar um pacote pela escola ILSC, de brisbane, teria algum comentario quanto ao nivel de ensino de tal instituição.!

    Obrigado desde ja pela ajuda@!

    Att.

    Rodrigo.

  14. Oi Jerry, boa noite… Tenho essa preocupação em fazer um bom curso. Estou cotando para estudar inglês na Bond Univercity, em Gold Coast. Você sabe me dizer se o curso de inglês da Bond é bom, ou conhece alguém que pode me passar essa informação?

    No aguardo, obrigada!

  15. Olá Jerry,
    Gostaria de saber se eu for para australia com um visto de estudante de um ano, para marcar a viagem de volta tem que ser na mesma data da de ida(tipo fui dia 1/7/2014 tenho que voltar dia 1/7/2015)??? Se sim, queria saber o que eu teria que fazer para ficar mais umas tres semanas a um mes no país. Obrigada

  16. Oi Jerry,
    Tudo bem?
    Parabéns pelo Post.

    Gostaria de saber se a TAFE de IT permite que eu trabalhe na área?
    Posso, ao término do curso, extende-lo?
    Passaram algumas informações que existe escolas que não há possibilidade de extender o visto e que não dao possibilidade de trabalhar na área.
    Poderia dar-me algumas informações?
    Muito obrigado

    Ahh, vi também que a área de TI está em demanda na Austrália, é mais fácil aplicar estando na Austrália e adquirindo mais experiencia estando ai?

    Obrigado

    • A verdade é que eles preferem pegar um profissional pronto. Ou seja a sua experiência no Brasil deve ser o seu foco. As outras perguntas são bem abrangentes e tem muitas opções então fica um pouco difícil de responder. Espero que de tudo muito certo para vc aqui. 🙂

LEAVE A REPLY