Residência Permanente Australia

Uma das maiores dúvidas de quem veio ou quer vir para a Austrália é como conseguir a residência permanente na Austrália para assim usufruir todos os benefícios que o país oferece e depois de algum tempo conseguir aplicar para cidadania Australiana.

Para muitos brasileiros que vem pra cá, o visto de residência permanente na Austrália acaba se tornando o maior sonho, mas muitos deixam de conseguir por tomar decisões equivocadas ou ter informações incorretas.

Desta forma, o primeiro passo para entender suas reais posibilidades de conseguir aplicar para a residência permanente é contactar um agente de imigração reconhecido pelo MARA. Contudo, vale lembrar que existe uma lista de profissões em demanda e requisitos exigidos para quem quer obter a residência na Austrália e desta forma, antes de contactar um agente de imigração, leia este post para saber se você já tem as condições e se não as tem, o que precisa fazer para consegui-la.

Imigrar para a Austrália As 5 Melhores Maneiras de Conseguir a Residência Permanente na Austrália As 5 Melhores Maneiras de Conseguir a Residência Permanente na Austrália imigrar permanentemente australia

1 – Residência Permanente Através da Imigração Qualificada por Profissão – Skilled Migration

Esta é a opção mais comum para quem decide aplicar para um visto de imigração permanente. Para se candidatar um visto por habilidades e qualificações (skilled visa), você deve trabalhar em uma ocupação que está na listas de profissões em demanda na Austrália. Você deve atender aos critérios obrigatórios de cada profissão como uma avaliação de habilidades feita através do orgão que reconhece sua profissão na Austrália e capacidade de lingua inglesa através do teste do IELTS. Algumas profissões têm especializações específicas ou requisitos de licenciamento para permitir que você trabalhe na área. As listas de ocupações em demanda são revistos regularmente pela imigração Australiana e atualizada para refletir as condições atuais do mercado de trabalho. Muitas profissões têm lugares limitados, e quando estes lugares foram preenchidos, novos pedidos de nomeação não são aceitos. Para verificar se sua ocupação está na demanda em clique no link abaixo.

Carreiras e Profissões em Demanda na Austrália em 2016

Os passos para a aplicação são

1 – Confira se sua profissão e ocupação está na lista de profissões em demanda (veja lista acima)
2 – Informe-se sobre os requisitos necessários para reconhecimento de sua profissão.

Geralmente os orgãos regulamentadores exigem formação acadêmica + anos de experiência comprovada na área + Teste de língua inglesa + Testes e exames (dependendo da área) e documentos.

3 – Contactar um agente de Imigração

Você pode fazer o processo independentemente ou usando os serviços de um agente de imigração.

Caso se qualifique para o visto de residência permanente, Clique Aqui para agendar uma consulta com um agente de imigração registrado

Parece simples, mas o processo é geralmente complicado e exige muitos documentos e um agente de imigração registrado e reconhecido pelo Mara é o profissional mais indicado para lhe ajudar com sua aplicação. Quando fiz minha aplicação contratei um agente de imigração tanto para a aplicação do reconhecimento da profissão como para o visto de residência e acabou valendo cada centavo, o agente e as informações que ele passou, além do fato dele ter cuidado de todo processo, foram fundamentais para a abtenção da residência.

Clique aqui para agendar uma consulta com um agente de imigração qualificado e reconhecido pelo Mara.

4. Faça a prova do IELTS.

Você pode fazer esta prova antes ou depois, porém ela possui um tempo de validade e a nota necessária depende de quantos pontos você precisará para sua aplicação. A nota máxima é 9.

2 – Residência Permanente Através da Imigração Regional – Regional Skilled Migration

Mesmo que sua profissão não esteja na lista de profissões em demanda SOL (skilled occupation list), ela pode estar na lista regional. Algumas regiões da Austrália necessitam de profissões específicas e a lista regional contém profissões em demanda por estado. Por exemplo, uma profissão pode não estar em demanda na Austrália em geral ou en New South Wales, mas pode WA pode estar precisando destes profissionais.

No caso da lista regional, caso você aplique para a residência através desta opção, você é obrigado a imigrar para o estado para o qual você fez a aplicação e viver lá por pelo menos 2 anos.

O processo para a aplicação é semelhante ao processo acima.

3 – Visto de Trabalho – Sponsorship

Muitas pessoas se confundem com esta opção. Você não pode aplicar para um visto de trabalho e obter a permissão para trabalhar na Austrália, o processo é inverso. Você precisa primeiro conseguir um emprego na Austrália por si só e depois, se a empresa quiser lhe contratar ela pode aplicar para a abertura de uma vaga e depois selecioná-lo para vaga e aplicar para o visto de trabalho para você.

O visto de trabalho é válido apenas pelo período em que você estiver trabalhando na empresa, mas após alguns anos neste visto você pode solicitar a empresa a aplicação para o seu visto de residência permamente.

Os passos para a aplicação são

1 – Confira se sua profissão e ocupação está na lista de profissões em demanda para o visto de trabalho (profissões que permitem o sponsorship – lista CSOL)
2 – Informe-se se é necessário o reconhecimento da sua profissão
3 – Faça a prova do IELTS. (A nota mínima necessária depende da profissão)

Geralmente os orgãos regulamentadores exigem formação acadêmica + anos de experiência comprovada na área + Teste de língua inglesa + Testes e exames (dependendo da área) e documentos.

4 – Contactar um agente de Imigração

Geralmente a empresa que está lhe contratando contrata o agente, mas caso eles não façam você pode contratar um agente de imigração para cuidar do seu visto.

4 – Visto de Partner na Austrália

Muitas pessoas vem para a Austrália solteiras, conhecem alguém, se apaixonam e começam a desenvolver um relacionamento estável. Nestes casos é possível aplicar para o visto de partner para a imigração permanente para a Austrália.

Se você é casado com um cidadão australiano, residente permanente australiano ou cidadão elegível Nova Zelândia, planeja se casar com um, ou se você está em um em um relacionamento estável, você pode solicitar e obter um visto de imigração para parceiro (partner) australiano.

Requisitos gerais para vistos de parceiros australianos são:

  • O parceiro do candidato deve ser residente permanente australiano, cidadão australiano ou cidadão elegível da Nova Zelândia.
  • Tanto o requerente eo patrocinador devem ser maiores de 18 anos.
  • O candidato deve ser casado ou em um relacionamento com o parceiro patrocinador durante pelo menos 12 meses.
  • Apresentar provas suficientes de que o relacionamento ou o casamento seja autêntico, por exemplo, que vocês vivem juntos, que a relação é real e estável e ambos não estão em outros relacionamentos.
  • Isso acontece normalmente, através de uma entrevista e fornecendo documentação, incluindo fotos, extratos bancários conjunta etc.
  • Existem 2 tipos de visto: visto de parceiro parceiro temporária e visa parceiro permanente.

Um agente de imigração pode lhe ajudar com toda a aplicação para este visto. Clique Aqui para agendar uma consulta com um agente de imigração registrado

5 – Visto de Self-Sponsor (Montar Empresa na Austrália)

Infelizmente o governo modificou muitas regras desse visto e agora estão bem mais rígidos e o visto não dá mais acesso à residência. Quem aproveitou essa oportunidade se deu bem.

Esta opção é nova e muito pouco conhecida ainda, mas ao meu ver é quase que um presente que o governo Australiano dá para qualquer pessoa que queira se tornar residente Australiana. Você sabia que se você começar um negócio na Austrália, esta empresa que você montou pode te patrocinar um visto de trabalho (sponsorship)?

  • Você pode se auto patrocinar para um 457 (temporária) ou 186 ou 187 vistos (permanente).
  • Existem algumas regras e requisitos, mas basicamente, para obter este visto:
  • Você deve abrir e iniciar um negócio legítimo operando na Austrália
  • O negócio deve ser uma entidade (. Ou seja, não uma pessoa)
  • Você deve ter um plano de negócios
  • A empresa deve ter um papel a ser preenchido com trabalho “qualificado”
  • Esse trabalho não pode facilmente provido por um cidadão australiano / PR
  • Você tem as “habilidades” para fazer esse trabalho

Sua empresa deve ser genuina, operante e apresentar faturamente – você não pode simplesmente criar uma empresa de fachada – o Departamento irá analisar se você está aberto para negócios e realmente está fazendo publicidade e adquirindo clientes.

Emprego qualificado

O negócio deve precisar contratar uma ocupação que está no CSOL ou, pelo menos, um nível de habilidade ANZSCO 3 ( apenas para vistos 187 ).

Este é um visto bastante específico que demanda investimento e envolve um plano de negócios e muita documentação, por isso recomenda-se a contratação de um agente de migração registrado, que irá ajudá-lo a entender as leis de imigração e auxiliar com toda a aplicação.

Deseja saber mais para o Self-Sponsor e aplicar para este visto? Clique Aqui para agendar uma consulta com um agente de imigração registrado

Solicite Orçamento 160×160
SHARE
Previous article7 Coisas que Você só Entende na Austrália
Next article29 Coisas Que Eu Gostaria que Tivessem Me Contado Antes de Eu Mudar pra Austrália
Jerry Strazzeri
Jerry Strazzeri vive na Austrália com sua esposa desde 2006. Trabalha como Analista Digital na Austrália já tendo trabalhado em empresas no Brasil e Estados Unidos. Cidadão Australiano, junto com seu trabalho está concluindo uma graduação em Leadership. Junto com sua esposa Michelle, foi responsável por diversos sites na área de educação e TI e criaram o Brazil Austrália em 2006 para ajudar aqueles que estavam imigrando ou vindo estudar na Austrália. "Mas eu e a minha família serviremos ao Senhor" ~ Josué 24:15 Veja meu outro blog - Siga-me no Quora

54 COMMENTS

  1. E ai Jerry. Uma pergunta sobre esse visto de self-sponsor. No caso da empresa aberta ela precisa ter um mínimo de faturamento ou investimento inicial? Ou eu simplesmente posso montar um negócio do zero/pouco investimento e ir crescendo com ele?
    Valeuuu

    • Você tem que por tudo isso no plano de negócios. Se você por faturamento e investimento zero, eles não te dão o visto. Se você colocar milhões e depois não cumprir, ele te mandam de volta pro BR.
      Ou seja, não entre nessa, a não ser que realmente seja empresário experiente e tenha feito uma boa pesquisa do mercado.

    • Se você que tem um negócio com investimento zero/baixo que vai crescer tanto assim, faz o BP e prova pra eles. Se você conseguir provar que é o Rei Midas, ai tem chance.
      Dica: nem tente fazer um BP para vender coxinha ou brigadeiro. Eles querem negócio de porte. (acima de AUD 1milhão). Menos que isso não interessa.

  2. Olá Jerry.

    no Visto de Trabalho – Sponsorship precisa ter a profissão na lista de demanda?
    se eu for estudar eu não terei como conseguir um sponsor se a minha profissão (fashion designer) não esta na lista das profissões em demanda?

    Obrigado!!

    • Sim, precisa estar na lista. Ninguém pode te patrocinar se não tiver “precisando” na Australia. Sem contar que qualquer empresa precisa “provar” que não conseguiu achar ninguém com o seu perfil na Austrália. Se sua profissão não está em demanda, provavelmente terá algum Australiano ou residente permanente querendo a sua vaga!

  3. olá novamente..
    fiquei preocupado depois deste post.. e fui procurar a resposta para a minha pergunta sobre o sponsorship..

    a lista de profissões de sponsor é diferente do SOL (skilled occupation list)

    sendo a correta a Consolidated Sponsored Occupations List (CSOL)
    http://www.border.gov.au/Trav/Work/Work/Skills-assessment-and-assessing-authorities/skilled-occupations-lists/CSOL

    portanto engloba muito mais profissões!

    fiquei mais tranquilo..

    Obrigado!!

  4. Como funciona a lei australiana em relação ao artesão ao artista em relação ao visto de trabalho ou a entrada de sua arte no país????,

    • Põe 1 ano na sua conta. Será um pouco menos, dependendo da sua dedicação. No meu caso, o mais demorado foi a “validação” do diploma. (é um assessment só). Eu tive que escrever quase um livro para o Engineers Australia que é quem faz esse processo no meu caso.
      Enfim, da pra ser otimista e em pensar em 6 meses, mas depende de você.
      Hoje em dia, só para marcar a prova do IELTS, vai uns 3 meses. (as datas estão esgotadas).
      Tudo isso supondo que você atinja os pontos necessários.

      • Olá Jorge!
        Tudo bem?
        Sou Engenheira de Produção e estou iniciando o processo do Skilled Migration Visa, poderia me ajudar no processo do reconhecimento do diploma no Engineers Australia? Podemos conversar por email?

  5. no permanente esta escrito o seguinte: “No caso da lista regional, caso você aplique para a residência através desta opção, você é obrigado a imigrar para o estado para o qual você fez a aplicação e viver lá por pelo menos 2 anos.”
    entao quer dizer que por esse visto so pode ficar 2 anos apenas?

    • Isso mesmo. O visto é TEMPORARIO, mas é o primeiro passo para o definitivo. Se você cumprir tudo certinho, vão te dar o definitivo depois de anos.
      Agravantes:
      – sendo temporária, você não pode usar o sistema de saude deles (tipo o SUS de primeiro mundo), então você terá que pagar um seguro saúde a parte. É bem caro!
      – Você tem que morar em uma REGIAO específica. Não é no estado, como está no post. Ou seja, sem chance de morar em Sydney, Brisbane, Melborne etc. Vai morar “na roça” por 2 anos. E tem que morar e trabalhar lá dois anos. Senão não te dão o visto definitivo.
      Ademais, essa regiões tem pouco emprego. Então a chance de você só te ferrar é grande….rs

      • To escrevendo pra dar um suporte aos seus comentarios porque os mesmo sao coerentes, falam a verdade e tem os pes no chao.Nao tem fantasia, oque vc disse eh essa mesma a realidade.

  6. no visto permanente estava escrito: “No caso da lista regional, caso você aplique para a residência através desta opção, você é obrigado a imigrar para o estado para o qual você fez a aplicação e viver lá por pelo menos 2 anos.” então quer dizer que so poderia ficar apenas dois anos?

    • Maysa, por PELO MENOS dois anos. Depois, vc pode ir para outros locais, através do visto de Residência Permanente, uma vez que ele te dará mais pontos, entendeu?

    • Por isso mesmo que c deve pensar muitissimo c vale a pena ir pra uma regional: jobs? Pessoas que moram na area etc. Is so eh attractivo por uma razao, q eh nao ter muitas oportunidades na localidade.

  7. Olá! Assunto totalmente off topic, só pra dizer que sinto falta de posts novos hahahaha. Super entendo que a baby Felicity, o trabalho, a vida, enfim, devem estar a mil aí, não é uma cobrança, viu. Não precisam nem publicar a mensagem 🙂
    Só um jeito de dizer que o site de vocês é muito bom, toda presença é notada e as ausências são sentidas 😉
    Have a wonderful weekend!

    • Olá Fernanda.

      Muito Obrigada. Voltei das férias e agora vou voltar a postar com mais frequência!
      Fiquei muito feliz com a sua msg, obrigada! <3

  8. Olá,
    Eu estou formando em Engenharia Agronômica, atualmente eu estou estagiando em uma consultoria na Florida – EUA, eu possuo duas cidadanias, uma brasileira e outra Italiana, porém meu sonho é ser Eng Agrônomo na Austrália, qual a sua opinião para mim ? Em Maio de 2016 termina meu contrato aqui nos EUA, pretendo ir para o Brasil ver minha familia e entregar meu TCC, e depois quero ir para Austrália, oque devo fazer? Qual o melhor caminho?
    Muito Obrigado pelas informações que postou.

    • Cara, fica ai mesmo. Aproveita que já tem contatos. Trabalhe uns anos, pegue experiencia e vá depois.
      Conseguir um visto permanente agora pode ser difícil pela falta de experiência. Veja quantos pontos vc faz no skillSelect.
      Morar na Florida não deve ser nada ruim…rs

  9. Oi, mandei uma solicitação referente ao agente de imigração, quanto tempo demora para vocês entrarem em contato, estou precisando urgentemente das respostas. Obrigada

    Laysa

  10. Fala Jerry td bem? Parabens pelo blog, sempre com posts de grande utilidade! Fiquei com uma duvida a respeito do self sponsor visa, a respeito desse “trabalho qualificado” , voce poderia dar algum exemplo? No caso esse trabalho seria o que será oferecido pela empresa ou de um funcionário especifico dentro da empresa? porque nao consegui pensar em muitos exemplos de funções que um australiano não conseguiria fazer. Muito obrigado! Abraços

  11. Boa tarde! Fiquei com algumas dúvidas em relação à abertura de empresas, essa teria que ter um valor inicial de faturamento realmente tão alto, apesar de ter um plano de negócios muito bem organizado e elaborado? Porque pelo o que eu li aqui fica praticamente impossível abrir um empresa nesse valor, e não me parece ser “praticamente um presente que o governo Australiano deu”…haha! Obrigado desde já pela atenção !

  12. Muito interessante a matéria!
    Porém, e se eu estiver trabalhando em uma profissão não inclusa na lista CSOL, como faxineiro por exemplo. Eu poderia receber o sponsor da empresa que me contratou para o visto de trabalho?

  13. Hello guys! mto bom o post de vcs! fiquei com uma dúvida quanto ao skilled visa. Voce pode aplicar para este visto tendo feito um curso profissionalizante na Austrália da profissão que está em demanda, não é?
    Conheço algumas pessoas que se mudaram pra Australia, inicialmente cursando inglês, depois fizeram cursos, de em média uns dois anos, ficaram trabalhando na área e depois conseguiram a residencia. Será que esse visto tb é o skilled visa?

  14. Oi, Sou produtora de cogumelos aqui no Brasil, tenho a empresa há 05 anos. Com sua experiência, o que me diz, da probabilidade de montar um cultivo nesse seguimento na Austrália, acha viável? produtores rurais normalmente tem incentivos governamentais, pelo fato de produzir alimentos? lá tb é desta forma? o que acha?

  15. Olá Jerry.
    Minha esposa é Enfermeira, pos graduada em Ergonomia, Ensino e Enfermagem do Trabalho.
    Eu sou ex-sargento de carreira do Exército, técnico em telecomunicações.
    Gostaria de saber qual seria o melhor programa para aplicarmos!
    E o que tu recomendas para gastando o mínimo possível de início (a situação tá complicada aqui no Brasil, hahaha).
    Abraço!

  16. Tá, então digamos que eu vá para a Austrália pelo Regional Skilled Migration. Se eu não conseguir trabalhar na minha área por que a vaga foi preenchida ou outro motivo, posso trabalha em outra área, ou ter um subemprego, ou mesmo ficar parado recebendo dinheiro da família no Brasil? Me ajuda aí! Me refiro a trabalhar fichado, não por baixo dos panos.

    • Boa pergunta. Eu sei que em outra área vc não pode. Mas parece que pode trabalhar em outra coisa se não conseguir um emprego na àrea, mas tem que comprovar que vc foi a entrevistas para conseguir renovar o visto. (mas confirme com um agente de imigração)

  17. Jorge,vi que voce está solicito a responder e que tem conhecimento,tentei o contato direto com a embaixada mas sem sucesso. Eu gostaria de saber se pode me tirar uma dúvida em relação a cidadania australiana por descendência. A minha dúvida é,até que grau de parentesco tem direito a cidadania? O meu avô viveu até o ano 87 em NSW Sydney. Obrigado!

  18. Oi, Jerry!

    Tudo bem? Em primeiro lugar, obrigada por nos disponibilizar essas informações.

    Por gentileza, se possível gostaria muito de uma ajuda. Estou iniciando o processo do visto 457 e estou um pouco perdida sobre a questão do seguro saúde obrigatório. Eu entendi que tenho que ter evidência desse seguro pelo tempo que ficarei na Austrália. No entanto, meu contrato é de 4 anos e vou com um dependente. Terei que comprar um seguro para todo esse tempo e para duas pessoas no momento da aplicação do visto? Como o pessoal costuma fazer? Pois fica muito caro!!!

    Quais saídas que geralmente as pessoas seguem em situações assim?

    Muito obrigada desde já!

    Atenciosamente, Débora

  19. Michelle, se uma pessoa é casada com um australiano e tem dois filhos com um australiano pode morar aí na Austrália?

  20. Bom dia Jerry e Michele,

    Muito boa a sua matéria e vcs são muito atenciosos, parabéns. Bom, minha dúvida é a seguinte, minha esposa e eu estamos estudando a possibilidade de morar na Austrália, ela se forma na área de saúde este ano e eu já sou formado na área de de tecnologia desde 2010 e tenho experiência comprovada em carteira. Minha formação não é bacharelado, mas sim Tecnólogo, portanto gostaria de saber se isto é um empecilho. Outra dúvida é se, por mina esposa não ter experiencia na profissão pode dificultar o Visto.

    Obrigado

  21. Olá,
    Gostei bastante do site. Parabéns.
    Sou da área da saúde e vejo a demanda que a Austrália tem postado nos últimos dois anos sobre a carência destes profissionais. Sou Fonoaudióloga que corresponde a speech pathology, e quero venho pesquisando sobre aplicar para o visto moradia. vi alguns posts sobre o ielts ser o academic, tem diferença? Porque o general envolve a parte de trabalho.
    Fazer preparatório para exames ocupacionais pra área da saúde no caso do OET exam.
    Fico no aguardo, se conhecer alguém que tenha alguma dica legal, pode me escrever por favor.
    Obrigada .

  22. Ola Jerry, sigo seus snaps. Meu filho tá fazendo arquitetura em Gold Coast, ele é filho Único e eu pretendo ir embora para Austrália (em alguns anos) com Meu marido e montar alguma empresa aí. A minha maior preocupação é com o visto, vc acha que vai ser muito difícil no meu caso? Tenho 39 anos e meu marido 52.

  23. Olá Jerry, eu tenho uma filha que mora a 10 anos na Austrália. é casada com brasileiro e tenho uma netinha australiana e outra a caminho, eles já tem cidadinia australiana, como eu só tenho ela de filha, sou aposentada e divorciada gostaria de ir embora pra Austrália, pelo seu conhecimento gostaria de saber qual as chances de eu conseguir um visto permanente e de residência nesse caso, tenho algum benefício pelos fatos descritos? Obrigada.

  24. Oi Michelle, primeiramente parabéns pelo site, esta ficando cada dia melhor. Gostaria de saber se a pessoa que conseguiu o visto de residência permanente através da imigração qualificada por profissão for casada, no caso o conjugue tem direito a residência?

  25. Olá..
    Parabens pelo site..tirou duvidas do que eu procurava na net, tenho uma duvida Jerry..
    no caso do Sponsorship, se você pega u mvisto como estudante e la arranja um emprego de pedreiro que esta na lista, eu posso pedir visto para trabalho nesse ramo e ficar la por mais tempo ou permanente? *(não trabalho como pedreiro e sou formado em direito)* , qual a possibilidade?

    abx big

  26. Jerry tudo bem?
    Gostaria de perguntar se eu for como turista e acabar trabalhando e obter um visto de trabalho, se poderia me casar com meu noivo ai e permanecer na Austrália.

  27. Bom dia, sou formado em técnico em mecatrônica.

    Gostaria de saber se com minha experiência em elétrica consigo caracterizar como meu curso de mecatrônica para a área de demanda em elétrica.?

  28. Existe chance de o empregador te oferecer vaga pra aplicar ao visto de trabalho em profissões sem exigência de nível superior? (Garçom, faxineiro, baby sitter .. )

  29. Eu acho que para quem tem a vida acadêmica e não tem “experiência de trabalho” pode ser muito difícil né? Porque passamos anos na vida acadêmica.

    Fico em dúvida se ir solteiro no civil é mais fácil ou mais difícil do que ir casado no Skilled Visa.

LEAVE A REPLY