Hoje tirei o dia de folga. Depois de um final de semana que eu não teria palavras suficientes para descrever, achei que a segunda-feira de modo algum poderia chegar aos pés daquele final de semana incrível.

Meu final de semana de fato começou sem nenhuma pretensão. Havia tido uma semana bastante estressante e embalado pelo clima quase de inverno que insistia em perdurar até quase final de setembro, estava bastante desanimado para fazer qualquer coisa. Pensei que seria um daqueles finais de semana no sofá, assistindo a reprise de um filme qualquer no Netflix e tomando Coca Cola.

De fato, sexta a noite foi bastante agradável, apesar de meu programa ter sido assistir pela quarta vez o filme As Good as It Gets (Melhor Impossível) que era reprisado pelo Channel 9.  Acordei na manhã seguinte esperando o pior, mas 8 anos aqui me ensinaram que não existe espaço para “pior nada” num sábado ensolarado na Land Down Under.

Acordei e seguimos para o Barefoot, meu café preferido em Manly. As ruas estavam lotadas e por todos os lados haviam pessoas de shorts e biquini, pranchas de surf e famílias atravessando as ruas arborizadas de Manly. A sensação de ver aquele povo alegre, sorridente e colorido pelas ruas foi indiscritível e pensei comigo mesmo que não há nada mais alegre que um dia ensolarado em uma praia na Austrália.

Screen Shot 2014-09-29 at 8.13.41 pm  O Melhor País do Mundo para se Viver Screen Shot 2014 09 29 at 8

Dentro do Barefoot, um minúsculo e sempre cheio café de Manly

Screen Shot 2014-09-29 at 8.24.02 pm  O Melhor País do Mundo para se Viver Screen Shot 2014 09 29 at 8

O famoso Mocha do Barefoot. O melhor que eu já experimentei até hoje

Andamos um pouco pela praia e paramos embaixo de uma árvore para tomar meu café enquanto centenas de crianças brincavam no gramado acima da praia, casais de namorados passeavam com seus cachorros, grupos de adolescentes formavam rodinhas na areia e os mais determinados a enfrentar o sol jogavam voley nas quadras na areia.

Saímos de lá e seguimos para comer um peixe grelhado em um dos diversos restaurantes do bairro e de lá e para a casa de uns amigos. Tinhamos um encontro com outros amigos às 4 da tarde e então não ficamos muito. Meus amigos estavam cuidando da filha de um outro casal e nos contaram as aventuras que tinham vivido com a criança à tarde na praia de Balmoral lembrando que todos estes playgrounds são gratuitos.

Screen Shot 2014-09-29 at 8.16.05 pm  O Melhor País do Mundo para se Viver Screen Shot 2014 09 29 at 8

Screen Shot 2014-09-29 at 8.31.57 pm  O Melhor País do Mundo para se Viver Screen Shot 2014 09 29 at 8

Corso de Manly

Saímos de lá e seguimos rapidamente para a igreja e depois para o chá da tarde na casa de um outro casal de amigos. O casal em questão mora em Kirribilli. De onde eu estava sentado à mesa, aguardando para matar a saudade do chá Mate Leão do Brasil, vislumbrava a baia de Sydney com barcos, ferries e veleiros passando e com o Sydney Opera House ao fundo. Pela janela lateral via o sol se pondo por trás da Harbour Bridge.

Pensei comigo que mesmo se houvesse uma vista assim no Brasil, eu precisaria ser milionário ou pelo menos ter amigos milionários para poder desfrutar desta paisagem a partir da janela de uma casa. Mas aqui na Austrália não. Kirribilli, assim como outros bairros de Sydney, tem de arquitetos, médicos, engenheiros, garçons, vendedores, encanadores e todo tipo de profissional vivendo ali. Na Austrália não existe a diferença de classes que existe no Brasil. Aqui no meu prédio, meu vizinho é um executivo de uma empresa farmacêutica e divide o apartamento com um barman.

Screen Shot 2014-09-29 at 8.34.51 pm  O Melhor País do Mundo para se Viver Screen Shot 2014 09 29 at 8

Vista durante o chá da tarde

Durante a conversa meu amigo comentou: “É incrível como na Austrália você pode fazer tanta coisa legal sem gastar um centavo”. Não tive como não concordar.

Ele continuou: No Brasil você tem que ser sócio de um clube, tem que ter isso, tem que comprar aquilo para poder aproveitar alguma coisa.

É verdade. Pelo menos em São Paulo, qualquer pessoa que queira ter uma qualidade de vida um pouquinho melhor precisa ser sócia do Pinheiros, Paulistano, Hebraica ou qualquer outro clube ou pelo menos de uma cara academia. Na Austrália tudo de mais incrível que você possa fazer é gratuito ou pelo menos muito barato. Isso por si só já contribuiria muito para tornar a Austrália o melhor lugar do mundo para se viver. Você pode até gastar muito se quiser, mas muita coisa boa aqui não custa nada ou custa muito pouco.

Screen Shot 2014-09-29 at 8.09.58 pm  O Melhor País do Mundo para se Viver Screen Shot 2014 09 29 at 8

Kirribilli

Comentei que a vida na Austrália acontece outdoor, ao menor raio de sol as pessoas já estão nas praias, parques, quadras ou eventos do bairro. Até os eventos são gratuitos. Quando cheguei aqui levei minha sobrinha em uma feira organizada pelo council (uma espécie de sub-prefeitura do bairro). Fizeram shows para as crianças, levaram animais, contrataram um destes grupos infantis que passam na TV pela manhã e disponibilizaram um mini parque infantil para qualquer criança usar, totalmente free of charge. Tinha até ponei para eles darem uma volta.

Screen Shot 2014-09-29 at 8.39.52 pm  O Melhor País do Mundo para se Viver Screen Shot 2014 09 29 at 8

Saímos de lá e seguimos para nosso restaurante Tailandês favorito, o Stir Fry de Kirribilli onde iríamos encontrar um outro casal de amigos. O Stir Fry fica a cerca de 700 m da casa onde eu estava e como havíamos deixado estrategicamente o carro já próximo ao restaurante seguimos pra lá andando pelas ruas tranquilas de Kirribilli por volta das 8 da noite. Minha esposa carregando sua bolsa, eu aproveitando para conferir meus emails no celular sem em nenhum momento sequer olhar para trás ou se preocupar.

Dividimos um enorme prato de Cashew Beef Stir Fried com Coconut Rice e como não bebo tomamos a água gratuita que servem em absolutamente todos restaurantes da Austrália. Ao final, a conta deu cerca de $18,00 dólares para nós dois. Saímos de lá e descemos para a margem da baia de Sydney para conversar enquanto vários ônibus de turistas asiáticos chegavam ao local.

Screen Shot 2014-09-29 at 8.43.35 pm  O Melhor País do Mundo para se Viver Screen Shot 2014 09 29 at 8

Maisys 24 Café em Mosman

Mais uma vez comentamos a segurança que é andar em Sydney. Porém a segurança é o mais irrelevante se você levar em conta o bem estar que a cidade por si só lhe trás. Ficamos ali por mais uns 40 minutos e como tudo fecha cedo seguimos para um café 24 horas em Mosman para terminar a noite. O café possui um ambiente super agradável e vive lotado justamente por ser um dos únicos estabelecimentos 24 horas da região.

Terminamos a noite e seguimos pra casa sem saber o que ainda nos aguardava para o dia seguinte.

Domingo acordamos e seguimos para praia de Dee Why. O sol fez o ambiente ficar mais cheio que o convencional. Seguimos para praia onde faço meu programa preferido quando tenho que ficar deitado sob o sol (algo que não curto muito): Ouvir um podcast enquanto tento relaxar. A brisa fria não deixava o tempo abaixo do sol ficar de modo algum desagradável e o lugar, apesar de cheio, estava bem distribuído, afinal, as muitas praias da região fazem com que nenhum lugar fique lotado. No gramado famílias faziam piquenique estendidos ao sol enquanto conversavam sobre a final da NRL.

Screen Shot 2014-09-29 at 8.08.06 pm  O Melhor País do Mundo para se Viver Screen Shot 2014 09 29 at 8

em Curl Curl

Quando estava quase pensando em ir embora para comer algo em casa um casal de amigos nos ligou e nos convidaram a ir a Curl Curl (a praia ao lado de Dee Why) para surfar. Corri pra casa, comemos algo rapidamente, coloquei a prancha no carro e seguimos pra Curl Curl.

Screen Shot 2014-09-29 at 8.05.59 pm  O Melhor País do Mundo para se Viver Screen Shot 2014 09 29 at 8

Caímos na água e logo nas primeiras braçadas senti as consequências do inverno prolongado em minha condição física. Passei uma hora dentro d`água remando, remando e remando até que não conseguia mais remar e decidi sair. Passamos mais um tempo na areia e seguimos pro novo café de Dee Why, um café construído bem acima do mar com uma vista linda.

Screen Shot 2014-09-29 at 8.15.00 pm  O Melhor País do Mundo para se Viver Screen Shot 2014 09 29 at 8

Café de Dee Why

Screen Shot 2014-09-29 at 8.07.37 pm  O Melhor País do Mundo para se Viver Screen Shot 2014 09 29 at 8

A Michelle pediu um Smoothie de Açaí e eu meu tradicional Mocha. Ficamos conversando até que seguimos pra casa para nos trocarmos para a igreja.

Já de volta pra casa comentei com a Michelle: Nossa! Que final de semana incrível. Já morei no Brasil, nos EUA e visitei alguns outros países e sem dúvida em nenhum lugar do mundo você tem a oportunidade de um final de semana destes. Só na Austrália você tem as praias do Havaí, a variedade culinária de Nova Iorque, a segurança do Japão e o estilo de vida da… bom, o estilo de vida da Austrália mesmo.

Screen Shot 2014-09-29 at 8.05.07 pm  O Melhor País do Mundo para se Viver Screen Shot 2014 09 29 at 8

Fish&Chips + Soft Drink in Dee Why: $5,00 dólares

Como precisei tirar o dia de folga hoje para resolver algumas questões seguimos novamente para almoçar em Dee Why onde o School Holidays (férias escolares) faziam a praia parecer uma página de “Onde está Wally”. De lá seguimos para dar uma volta em Manly onde gente de todo mundo dividia a areia. O corso (uma espécie de calçadão) estava parecendo um daqueles filmes de surf, só com gente sorridente e de bem com a vida.

Screen Shot 2014-09-29 at 8.07.03 pm  O Melhor País do Mundo para se Viver Screen Shot 2014 09 29 at 8

Manly Beach hoje (segunda-feira)

Equanto olhava pra tudo a minha volta comecei a perceber como as vezes a gente vive em algo tão extraordinariamente magnífico que com o tempo começamos a deixar de dar valor. Sim, por que não existe absolutamente nenhum lugar do mundo como a Austrália. Não há mesmo. A Austrália é tão bonita, tão certinha, tão organizada que com o tempo você se esquece de que isso não é normal. Você se esquece que ter a oportunidade de viver aqui não é uma escolha, mas um privilégio. Nascer aqui então deixa de ser um privilégio e se torna uma sorte sem tamanho.

Screen Shot 2014-09-29 at 9.04.24 pm  O Melhor País do Mundo para se Viver Screen Shot 2014 09 29 at 9

Lembrei dos meus passeios pela praia de Manly com minha esposa às vezes às 2 da manhã depois de um dia difícil de trabalho e de como andamos por ali sem nos preocuparmos com absolutamente nada. Lembrei de como às vezes pegamos o carro à 1 da manhã, passamos no McDonalds de Cremorne e depois seguimos para comer na praia de Curl Curl. Em nenhum outro lugar do mundo você tem esta segurança e esta paz.

Screen Shot 2014-09-29 at 8.05.25 pm  O Melhor País do Mundo para se Viver Screen Shot 2014 09 29 at 8

No final destes 3 dias, a conta dos fish&chips + cafés + smoothie de açai + thai ficou no total de $58 dólares. Passamos 3 dias incríveis, comendo muito bem, indo aos melhores lugares e gastando $58.00 dólares. Não estou dizendo com isso que viver em Sydney é barato, mas sim que na Austrália você pode fazer coisas incríveis gastando pouco.

Todos os meus finais de semana são assim? Claro que não, alguns eu fico em casa, outros vou viajar, alguns vou para um lugar mais afastado com amigos, mas o que quero passar não são meus finais de semana ou o que eu faço, pois cada pessoa tem preferências e gostos específicos, mas quero mostrar que todos os dias de sol na Austrália são assim, alegres, animados, com todo mundo outdoor e cheio de vida em todos os lugares com coisas acontecendo o tempo todo.

Tudo isso sem dúvida faz da Austrália o melhor lugar do mundo para se viver, por que em nenhum lugar do mundo a vida é assim tão boa se gastando tão pouco.

Solicite Orçamento 160×160
SHARE
Previous articleQuando um Visto de Estudante para a Austrália Pode ser Cancelado
Next articlePague 21 e estude 24 semanas de inglês na ELSIS
Jerry Strazzeri
Jerry Strazzeri vive na Austrália com sua esposa desde 2006. Trabalha como Analista Digital na Austrália já tendo trabalhado em empresas no Brasil e Estados Unidos. Cidadão Australiano, junto com seu trabalho está concluindo uma graduação em Leadership. Junto com sua esposa Michelle, foi responsável por diversos sites na área de educação e TI e criaram o Brazil Austrália em 2006 para ajudar aqueles que estavam imigrando ou vindo estudar na Austrália. "Mas eu e a minha família serviremos ao Senhor" ~ Josué 24:15 Veja meu outro blog - Siga-me no Quora

13 COMMENTS

  1. Bom dia Jerry! Pelo menos, aqui no Brasil ainda é… Rs. Eu e meu marido iremos para Sydney no final de fevereiro do ano que vem. Nosso objetivo é estabelecer residência aí. Por conta dos seus posts sobre a Austrália, já sabíamos que é um lugar maravilhoso pra se viver. Mas hoje, você passou o sentimento de viver aí, o simples, o indescritível. Enquanto lia o post, me senti caminhando pelas ruas de Sydney. Obrigada por suas descrições, explicações, esclarecimentos, etc. Tem nos ajudado muito a nos empenhar por esse objetivo. 🙂

    • Fala Jerry, beleza cara? Parabens pelo site, cada vez mais top!
      Como a Renata, eu também gostaria de ler um pouco sobre Perth… estou pensando em ir pra lá começo do ano.
      Será que você pode nos ajudar?
      Valeu cara e sucesso!

  2. Fala Jerry! Como sempre mais um de seus posts irados! Além dessa maravilha que é a Austrália, as ondas são tudo isso que falam mesmo!? É perfeito!! Estou curioso para ver pessoalmente.
    Pelo que vi sua prancha é do Aborígenes certo? Vou para Sydney em Fevereiro com a minha esposa, e estou nessa dúvida se levo minhas 2 pranchas, ou levo a mala de 23kg. Vou pela Qantas, que dá direito a 2 malas de 23kg, podendo trocar uma das malas pela capa (sarcófago) com as pranchas.
    Vc acha q vale a pena levar? Ou as pranchas de surf aí em Sydney são baratas? Roupas ou Pranchas, eis a questão brother! rs .
    Agradeço desde já 😀

  3. Olá Jerry,

    Não há como não lhe dar os parabéns pelo trabalho desenvolvido aqui. Parabéns mesmo. Deve ajudar muitas pessoas. A página mais completa que encontrei. Como muitos, gostaria de sua ajuda na decisão para qual cidade ir por três meses. Minha intensão é realmente o aprendizado da língua. Pretendo ficar em casa de famílias e não trabalhar. Penso em fugir de brasileiros. Estive pesquisando sobre Cairns ou mesmo Adelaide. O que me indicaria? Como diversão, gosto mesmo de correr, mergulhar, rock e pubs. Acha que seria uma boa dividir em duas cidades? Espero mesmo que me ajude. Abraço!!

  4. Olá Jeffrey! Que delícia de leitura! Parabéns!
    Nós que estamos aqui na labuta pelo nosso visto ficamos com “água na boca” e não só pelas comidas!!!!!
    Abraços!

  5. Muito bom seu post Jerry! Morei 5 meses em Sydney e foram os melhores de minha vida!
    Consigo me identificar com tudo o que você expõe! Pensava muito nisso, sobre segurança, coisas simples do dia-a-dia como deitar no gramado do Hyde Park ou qualquer outro, sem me preocupar com nada. Aí foi o único lugar em que eu conseguia esvaziar a mente, sem pensar em absolutamente nada, apenas apreciando a paisagem e observando as pessoas tão diferentes uma das outras mas com o mesmo estilo de vida.

    Saudade imensa desse lugar maravilhoso! Bate até uma tristeza e nostalgia em olhar estas fotos! Um dia volto!! rsrs

  6. Cara simplesmente incrivel , ta de parabens!! Eu já estou planejando minha ida permanente para aí!

    A Terra dos Kangurus xD

    Abraços Jerry , continue com o bom trabalho

LEAVE A REPLY