Connect with us

Brazil Australia – Estudar e Trabalhar na Austrália

A História de Jhonny e Talita na Austrália

Histórias na Austrália - Casal na Harbour Bridge

Vida na Austrália

A História de Jhonny e Talita na Austrália

“I am a slow walker, but I never walk back.” ― Abraham Lincoln

Jhonny e Talita se conheceram no Brasil ainda jovens. Desde o começo perceberam que tinha muitas coisas em comum e partilhavam dos mesmos gostos. Gostavam do mesmo tipo de música, iam ao mesmo tipo de igreja e depois de algum tempo de namoro Talita arrumou para Jhonny um emprego na mesma empresa onde ela trabalhava como secretária num cargo conhecido no Brasil como “Faz Tudo”.

Juntaram algum dinheiro e depois de algum tempo decidiram se casar. Fizeram uma festa simples para amigos mais próximos, mas um casal gente boa como este sempre acaba tendo pelo menos uma centena de amigos que se consideram próximos. Foram morar em uma casa simples de um quarto em um bairro ainda mais simples. A casa foi alugada com a promessa de que a rua seria asfaltada em poucos meses.

Continuaram na mesma igreja, no mesmo emprego, fazendo as mesmas coisas de sempre partilhando dos mesmos gostos e hobbies nos anos que se seguiram. Também tinham sonhos em comum e o maior deles era morar fora do país. O sonho começou a se tornar mais real com a dica de um amigo:

Olha Jhonny, o Romão tá lá na Austrália e tá fazendo uma grana preta fazendo entregas, eu e mais 3 camaradas estamos nos mandando pra lá, por que vocês não vão também?

Depois de muita conversa, oração e dúvidas resolveram vender tudo o que tinham, pegar um pequeno empréstimo no banco e compraram passagem, curso e levaram algum dinheiro para imprevistos.

“If you are going through hell, keep going” Winston Churchill

O que ainda não sabiam é que os tais dos imprevistos os estavam esperando no aeroporto? O primeiro deles os encontrou quando pisaram no país, deixaram as malas em casa e foram a escola. Lá descobriram que a agência havia lhes vendido um curso de Business (por ser mais barato que um curso de inglês) mas haviam esquecido de lhes avisar que para fazerem o curso era necessário já falarem inglês, e muito bem por sinal. Tiveram que as pressas pagar um curso de inglês para poderem continuar no país. Perderam o dinheiro do curso de Business e ficaram sem dinheiro nem para pagar um almoço para dois em um restaurante da cidade.

Mas dinheiro não era problema, pois o amigo que lhes trouxera e estava muito bem de vida aqui tinha lhes prometido um emprego. Mas ai conheceram o segundo imprevisto que os aguardava. O amigo não estava tão bem de vida assim, na verdade o amigo estava tão mal moralmente como financeiramente e além de não lhes dar emprego não havia pagado pela acomodação onde Jhonny e Talita estavam por mais do que alguns dias.

E ai veio o terceiro e destrutivo imprevisto. Foram colocados na rua sem ter um lugar para morar. Ficaram vagando pela cidade e decidiram que iriam dormir em um ponto de ônibus ou qualquer outro lugar coberto. Foi quando lembraram de um telefone que um amigo havia lhes passado ainda no Brasil: “Quando chegarem na Austrália entrem em contato com este cara que ele pode lhes ajudar”

E ajudou, naquela noite se hospedaram na casa deste desconhecido e pouco a pouco foram se recuperando do caminhão de problemas que os atropelara logo nas primeiras semanas.

Ela começou a ir as aulas e ele, como dependente do visto, foi procurar trabalho. Como eu sempre digo a necessidade é o melhor incentivo na vida de qualquer pessoa e em poucos dias os dois já estavam empregados. Ele na obra e ela em restaurantes.

Trabalharam, trabalharam, trabalharam, estudaram, estudaram, estudaram e se dedicaram como poucos brasileiros que vi por aqui. Em pouco tempo estavam mais estabilizados, alugaram um apartamento de dois quartos e quando perguntava por que precisavam de um quarto extra sempre diziam que era para poder receber quem precisasse de um lugar pra ficar.

A cada dia que passavam na Austrália cresciam mais, em decência, em humildade, em amor e até financeiramente. Compraram um carro, foram viajar, começaram a aproveitar um pouco mais de tudo o que este país maravilhoso tem para oferecer.

Depois de um tempo decidiram que era hora de fazer faculdade. Mais um desafio aceito. Ambos já estavam com empregos melhores, bastante estabilizados, mas fazer uma faculdade na Austrália é um enorme desafio para qualquer um.

Estudaram e se formaram em uma área em grande demanda no país. Arrumaram um emprego na área e ai veio mais uma surpresa. Talita estava grávida. Tiveram uma filha linda enquanto corriam com tantas coisas para fazer e sempre ajudando quem precisasse.

Depois de um tempo pegaram a residência Australiana e depois de alguns anos a cidadania. Ele até começou a pensar em largar o emprego e montar a própria empresa, mas Talita disse que só depois de comprarem a casa.

Voltaram para o Brasil em férias recentemente, a rua da casa onde moravam ainda não havia sido asfaltada, mas se lembraram com carinho e gratidão por tudo o que passaram.

Hoje vivem na correria de trabalho, bebê e os afazeres normais de qualquer família, mas continuam a cada dia sendo um grande exemplo de que a única maneira de se vencer as dificuldades é as enfrentando e mostram que é possível atingir qualquer sonho e objetivo com integridade, dignidade e escolhendo fazer o que é certo, mesmo quando a vida nos atira tantas coisas erradas.

Nestes quase 8 anos de Austrália já vi gente reclamando das coisas mais banais. Reclamando que não gostam da comida da Austrália, da escola, da homestay, do bairro, das baladas e até reclamando que o país tem praias demais (acreditem). Mas eles não. Nestes 8 anos, apesar de todas as dificuldades nunca os vi abrir a boca para falar mal de nada aqui. Viam tudo com gratidão e esta gratidão foi retribuída com incontáveis bênçãos e alegrias que vi gente muito mais rica, “capacitada” ou especializada não ter conseguido aqui.

Como Jhonny e Talita poderia contar aqui casos de muitos outros brasileiros que apesar das dificuldades não perderam seu tempo reclamando ou fazendo exigências de quem quer que seja, ou tentaram achar culpados, mas arregaçaram as mangas e foram conquistando seu espaço aqui, mesmo que para isso tivessem que matar um leão por dia.

Em breve contarei mais outras histórias como estas que vi e vejo por aqui.

“If you can’t fly then run, if you can’t run then walk, if you can’t walk then crawl, but whatever you do you have to keep moving forward”. Martin Luther King, Jr.

Continue Reading
Advertisement
You may also like...
20 Comments

20 Comments

  1. Luiza

    March 18, 2014 at 4:20 am

    Parabens! Sempre acompanho o blog e gosto muito! =)

  2. Daila

    March 18, 2014 at 4:29 am

    Demaisss!!! Esses são exemplos de como as pessoas deveriam ser e como deveriam enxergar a vida, tudo vendo o seu lado positivo e lutando por algo melhor na vida!!!

    Parábensss adorei o post!!

  3. Daila

    March 18, 2014 at 4:30 am

    *Parabéns

  4. Diego

    March 18, 2014 at 4:44 am

    Legal =]

  5. Imelton

    March 18, 2014 at 6:08 am

    Poderia ser um filme para se assistir várias vezes. Que aventura! Um jovem casal com pouco dinheiro, irem para o outro lado do mundo, prontos a enfrentar todo tipo de desafio. Jerry, você poderia escrever sobre a experiência do brasileiro que, após alguns anos de Australia e já estabelecido no país, volta ao Brasil para rever a família e amigos. Que Brasil, esse brasileiro encontra? Melhor, pior, na mesma? Seria muito interessante ler sobre isso. Grande abraço

  6. Priscila Mallmann

    March 18, 2014 at 9:45 am

    Emocionante! Thank you Jerry!

  7. Ricardo

    March 18, 2014 at 11:07 am

    Ótima história de vida desse casal, além de ser uma história de superação e conquistas, é uma história inspiradora para quem ainda não encarou os desafios de morar em outro país. Serve para aprender que o mais importante é esforço e dedicação. Parabéns ao casal e ótimo post, espero ansioso pelos próximos, abraços!!

  8. Rafael Felipe

    March 18, 2014 at 12:22 pm

    Gostei muito! Exemplos são sempre bons 🙂

  9. Jean

    March 18, 2014 at 12:49 pm

    Isso só me motiva ainda mais para realizar este sonho.. aguardando ansiosamente o mês de agosto!

  10. Gustavo

    March 18, 2014 at 6:13 pm

    Muitoooooooo top !

  11. Elias

    March 18, 2014 at 7:01 pm

    Que legal ver histórias assim!! Este casal realmente passou por muitas coisas difíceis para conquistar aquilo que eles tanto queriam: Sucesso. Isso que nos motiva a não desistir e sermos persistentes naquilo que queremos conquistar. Parabéns pelo post!!!

  12. Diego

    March 18, 2014 at 9:07 pm

    Sim tudo é possível, cheguei aqui em 2012 com minha esposa e filha de 9 meses, com muita garra e determinação estamos dia apos dia comseguindo crescer! Fé muito trabalho e amor! Isso move qualquer pedra do nosso caminho! Diego Sihle Pallos

  13. Quesia

    March 19, 2014 at 5:05 am

    Que linda e inspiradora história! Parabéns! Com certeza somente Deus e vcs sabem o que passaram para chegarem até aqui. Que Deus continue abençoando vcs sempre!

  14. Whisley Santos

    March 19, 2014 at 9:25 am

    Texto perfeito, podia virar um livro. Como dizia Chorão: “O impossível é só questão de opinião”. Quem tem um objetivo, quem realmente quer atingir esse objetivo da um jeito, de uma forma ou de outra, quem não quer arruma desculpa. Jerry, vlw por compartilhar esta excelente lição de superação.

  15. Joice

    March 19, 2014 at 11:34 am

    Esse é um lindo exemplo de brasileiros honestos e determinados! Parabéns pela atitude, que Deus os abençoe cada dia mais!

  16. André Bertelli de Brito

    March 20, 2014 at 10:53 am

    Muito bom o texto! Essas histórias de superação sempre me inspiram!!! Muitas vezes a gte vive numa situação achando que a vida não nos dá tantas oportunidades como para outras pessoas, mas a verdade é que a vida dá oportunidades a quem sabe agarra-las. Infelizmente acabamos vivendo no nosso conformismo e esquecemos que o sucesso demanda esforço, sacrifício e suor! Por isso gosto de ler essas histórias, histórias que inspiram a gte a acreditar que qualquer situação pode ser contornada e que os sonhos podem ser realizado! Eu acredito, que um dia estarei ai e quem sabe não nos cruzamos pelos corredores da Hillsong church e irei te agradecer por manter a confiança desse sonho se tornar possível!!

  17. Bruno

    March 22, 2014 at 5:39 pm

    Como sempre mais um texto fantástico e motivador! Quanto mais leio, mais penso em investir nesse sonho chamado Austrália.

    Cada dia que passa, e vejo noticiário aqui no Brasil de casos absurdos eu penso…. Até quando isso? E o pior… Eu imagino que poderia acontecer com qualquer um de nós …. Ser assaltado, não estar com dinheiro e morrer por isso e não acontecer nada… Porque não existe segurança e muito menos justiça….

    Sou casado e tenho filho de 6 anos…. E penso em dar o meu para a minha familia… E o Brasil.. Está longe disso..

    Jerry… Parabéns pelo blog… E continue sempre nos guiando para Austrália!

    E se possível dê uma dica com o melhor caminho para um casal (31 e 30 anos) com filho (6 anos)

    Abraços, Bruno.

  18. Felipe parente

    April 3, 2014 at 8:47 am

    Parabéns ao casal… Bela história…

  19. Arthur Fernandes

    April 4, 2014 at 2:55 pm

    Parabéns pela linda história.

  20. Letícia

    July 19, 2014 at 3:01 pm

    Oiee, tudo bem?
    Parabéns pelo blog!! É SENSACIONAL!!

    Estou tornando uma leitora assídua de todos os posts… =D
    Mas este em especial gostei muito! Que história linda… Mais uma prova de que quem acredita sempre alcança! Tendo perseverança, fé e humildade!! Muito legal mesmo… Desejo de coração tudo de bom pra sempre para este belo casal!!

    Eu estou indo com meu namorado em Janeiro/2015. Já estamos super ansiosos e com medo de tudo o que nos espera do outro lado do mundo… Mas também vamos com fé de que dará tudo certo =D

    Parabéns mais uma vez!!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

More in Vida na Austrália

Jerry Strazzeri no Youtube

Posts da Austrália




To Top
%d bloggers like this: