Connect with us

Entrevista com uma Personal Trainer na Austrália

Trabalho na Austrália

Entrevista com uma Personal Trainer na Austrália


Me conte um pouco sobre você, Nome, Cidade onde morava no Brasil, Onde se formou, Qual é a sua profissão?

Meu nome é Rayane Vilela, tenho 27 anos. Sou de uma cidade do interior de Minas Gerais chamada Viçosa, mas antes de vir para a Austrália morava em Belo Horizonte, onde concluí minha graduação em Fisioterapia pela PUC.

Me conte um pouco sobre a sua história na Austrália. cidade onde mora, há quanto tempo e quem mora com você?
Em Julho/2014 decidi vir para Austrália com o meu marido (na época namorado). O William tem uma filha aqui, a Victoria (6 anos). A vida no Brasil já não fazia mais sentido sem ela por perto, então resolvemos largar tudo para plantar nossas sementes aqui do outro lado do mundo. Já viemos desde então para Sydney onde moramos até hoje.

Entrevista com uma Personal Trainer na Austrália 17836649 1307722685974080 1965453873 o

Como surgiu a ideia de vir pra Austrália e por que escolheu sua cidade? 

Nunca imaginei morar fora do Brasil. Depois que conheci o William tudo mudou muito na minha cabeça e me permiti mais. Já havia me formado em Fisioterapia e feito uma especialização na área cardiorrespiratória hospitalar. Antes de vir pra cá atendia alguns pacientes à domicilio. Amava o que fazia! Mas estava disposta a tentar algo novo.
Escolhemos Sydney pela popularidade que tem e pelas oportunidades que esperávamos encontrar aqui nessa cidade tão incrível!

Ao chegar em Sydney já estava matriculada em uma escola de inglês onde estudei por 6 meses. Decidi me hospedar em uma home stay inicialmente para tentar um contato maior com a cultura australiana e isso foi de grande valia pra mim. No começo eu tinha muita dificuldade com o inglês (ao contrário do meu marido que já era fluente) e pensava em como tentar aprimorar a língua sem depender dele. Trabalhei em um restaurante nessa fase, o que me ajudou muito a treinar a escuta e a entender mais esse sotaque. (Risos)

Como você começou a trabalhar na sua área na Austrália? 

Apesar do medo de falar e de ainda não entender muito bem o inglês, busquei trabalhar na minha área (Fisioterapia) a todo custo. Consegui uma vaga em um hospital em Manly (Manly Waters Private Hospital). Mesmo morando do outro lado da cidade eu agarrei essa oportunidade com todas as minhas forças e foi incrível. Não fiz as validações necessárias do meu diploma aqui, mas a Austrália reconhece a nossa profissão e nos dá a oportunidade de trabalharmos como assistentes.
As responsabilidades com o paciente e o trabalho feito é o mesmo para quem tem o reconhecimento da profissão aqui, mas algumas funções não podem ser feitas pelo Fisio assistente, como a avaliação inicial, por exemplo. Temos o nosso ‘physio in charge’ (que seria um “chefe”) para nos assessorar sempre que for preciso. Trabalhar com os australianos foi maravilhoso. Somos de culturas diferentes, mas a maioria se interessa por nosso jeito e até aprendem nossas expressões. Eu amei o período que estive em Manly. Pude aprender muito com os fisioterapeutas e conheci ainda mais a cultura australiana.
Entrevista com uma Personal Trainer na Austrália Screen Shot 2017 04 10 at 4

Como decidiu se tornar uma Personal Trainer?

Juntamente com a paixão pela Fisioterapia surgiu uma ligação muito forte com o mundo Fitness aqui. Ao acabar meu curso de inglês resolvi estudar algo na minha área e por que não me tornar Personal Trainer? Unir o cuidado que essas duas áreas tem com o paciente/ aluno foi a melhor decisão que tomei. Conheci tantos brasileiros que reclamavam da falta de qualidade nos serviços prestados nas academias da Austrália e do receio que tinham em fazer exercícios sem acompanhamento, ou por já terem alguma lesão prévia ou pelo medo de ver isso acontecendo, que decidi me dedicar a esse projeto. Comecei atendendo algumas pessoas em parques e academias até que tive a oportunidade de trazer uma franquia brasileira pra cá: a go30 fitness (de Belo Horizonte).

Como é o mercado de personal trainer na Austrália? E como você vê o mercado para os profissionais brasileiros?

O mercado fitness aqui é enorme. Tem uma diferença grande em relação ao Brasil, pois aqui não temos professores acompanhando o aluno o tempo todo como no Brasil. Não tem um professor prontamente para te acompanhar e montar o seu treino. Depende da academia. E o serviço é caro. Existem algumas academias que não tem nenhum personal. Resultado: muitas pessoas fazendo exercícios errados, gerando lesões, ou aquelas que deixam de se exercitar pelo receio que mencionei acima. O meu maior objetivo com a abertura da go30 foi de trazer à comunidade brasileira um pedacinho do Brasil, do nosso estilo, com nossos cuidados. Além de estimular a prática de uma atividade física com saúde e segurança.

 

Entrevista com uma Personal Trainer na Austrália unnamed 1

Como foi abrir o seu próprio Studio em Sydney?

Não é fácil abrir o próprio business tão longe de casa. Existem várias licenças necessárias, além dos trâmites de praxe. O sonho era tão grande que fomos atrás com muita garra (meu marido foi essencial nesse projeto não só pelo apoio dado como meu companheiro, mas também por toda a ajuda com as reformas e negociações). Ter hoje o meu cantinho e ajudar os brasileiros aqui é importantíssimo pra mim. Percebo a confiança de cada um ao vê-los realizando um movimento correto, respirando da forma adequada, obtendo resultados físicos com saúde. Isso é fundamental.

Sobre a go30 fitness

A Go30 Fitness oferece treinos dinâmicos e intensos, porém rápidos (apenas 30 minutos por dia), priorizando sua segurança e seus resultados. Temos 4 modalidades: go leg, go arm, go hit e go fight.

Esse tipo de treinamento queima mais calorias por minuto e resulta numa reação pós-exercício que prolonga por horas os efeitos obtidos durante a prática do exercício físico.

Para acompanhar cada aluno, contamos com um software que monitora os batimentos do coração, gasto calórico e determina se está na zona alvo. Essa tecnologia ajuda na realização do exercício com mais segurança. São 30 minutos diários que fazem toda a diferença.

Endereço: suite 1/ 2a Willis street, Wolli creek (na rua do supermercado Woolworths)
Facebook: Go30 fitness Australia
Instagram: @go30australia
Email: rayane@go30fitness.com

Desejo muito sucesso a Rayane Vilela e que tudo dê muito certo a Go30 Fitness!

+++

Informações sobre como se tornar um personal trainer na Austrália

Para se tornar um Instrutor de academia na Austrália você precisa pelo menos ter o Certificate III in Fitness, para se tornar um Personal Trainner na Austrália você precisa ter o Certificate IV in Fitness. O curso está disponível em muitas escolas pelo país.

O Certificado III em Fitness pode ser feito em 3 meses ou até 1 ano dependendo da carga horária do curso e da escola. O preço do curso varia de $1500 á $2100 ao final do curso você já obtém a licença para trabalhar em academias.

O Certificado IV em Fitness pode ser feito em 3 meses ou até 1 ano dependendo da carga horária do curso e da escola. O preço do curso varia de $1500 á $2100 ao final do curso você já obtém a licença para trabalhar em academias e dar aulas para grupos.

O profissional de fitness ganha em média $27 por hora sendo que os profissionais mais renomados ganham uma média de $61 por hora.

Clique aqui para receber mais Informações sobre os cursos de fitness.

Solicite Orçamento 160×160
Continue Reading
You may also like...
Michelle Strazzeri

Casada com o amor da minha vida. Mãe da Felicity que enche minha vida de cor e alegria. Apaixonada por Jesus e com a vida que eu pedi a Deus <3

2 Comments

2 Comments

  1. Ivo Cortes Artiaga

    April 19, 2017 at 12:47 pm

    Oi Rayane,

    Meu nome é Ivo Cortes, sou brasileiro e também trabalho como personal aqui na Australia (Sydney). É só uma pequena correção, é que para trabalhar como personal trainer na Australia é necessário no mínimo o Certificado 4 (Cert IV) em fitness. O Certificado 3 (Cert III) so nos abilita a trabalhar como: 1 – floor instructor (professor de sala/musculação) ou;
    2 – fitness instructor (professor de aulas fitness) que não necessitam de outra qualificação. Como as qualificações de Body pump ou Body attack, que ai já são necessárias outras qualificações que não são ligadas a legislação do País.
    Espero que tenha ajudado,

    Grato

    • Jerry Strazzeri

      Jerry Strazzeri

      April 21, 2017 at 12:06 am

      Muito Obrigada, já atualizei as informações!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

WEST1 QUOTE

Posts Populares

BrazilAustrália Facebook

Banner Azul
To Top