Depois de 11 meses fora da Austrália, estranhamente foi-nos necessário algum tempo para voltarmos a nos adaptar a vida novamente aqui. De fato, muitas coisas tinham mudado em nossas vidas desde novembro de 2009, quando deixamos a Austrália para umas férias de 2 meses no Brasil, para Outubro de 2010, quando efetivamente voltamos. A mudança pessoal era de se esperar, mas para nossa surpresa a Austrália como conhecíamos também havia mudado um pouco.

Depois de duas semanas procurando, finalmente encontramos o apartamento dos nossos sonhos em um dos nossos bairros favoritos: Balgowlah. Balgowlah fica há 1 km da praia de Manly é um bairro residêncial muito bonito e mais familiar em Northern Beaches.  Minha cunhada mora neste bairro há uns 7 anos e gostou tanto do bairro que quando decidiu se mudar optou por outra casa na região. Moramos em Balgowlah nas últimas semanas antes de voltar ao Brasil e lembro-me de passar em frente a um condomínio novo que estava sendo construído e falar para Deus que gostaríamos de morar ali pela facilidade e por gostarmos muito da região. Deus nos deu esta oportunidade e hoje estamos morando neste condomínio.

Depois que nos mudamos para Balgowlah (antes morávamos em North Sydney), começamos a ir com mais frequência à praia de Manly devido a curta distância da praia para nossa casa e aí que começamos a reparar na primeira mudança significativa na Austrália desde que voltamos ao páis:

Onde Foram Parar os Estudantes?

De Volta a Austrália DSCN4678
Estudantes dançando ao som de YMCA durante uma das minhas primeiras aulas de inglês na Austrália

Manly Beach é uma das melhores praias de Sydney e como brasileiro gosta do que é bom, era justamente em Manly que se encontrava a maior concentração de brasileiros. A igreja brasileira fica ali, o Brazuka, um dos mais conhecidos restaurantes brasileiros de Sydney fica ali também, e muitos brasileiros, sejam estudantes ou residentes querem morar ali. Pra se ter uma idéia nos arredores de Manly não é difícil encontrar um bom açai para vender ou até mesmo pó para fazer pão de queijo, além de outras comidas típicas brasileiras.Por isso, não era de se estranhar que tantos brasileiros viviam em Manly e arredores, e mesmo que não morassem, davam um jeito de ir pra lá. Não só brasileiros, mas devido a maravilhosa atmosfera do lugar, cercado por cafés, restaurantes e muita gente jovem, estudantes de todo mundo se expremiam em algum quarto que dividiam com mais outos 10 estudantes em algum dos apartamentos de Manly.

De Volta a Austrália 26012008788

Andar em Manly era como andar em Babel, era impossível percorrer 50 metros sem ouvir pelo menos uns 3 idiomas diferentes, principalmente o português, falado por nossos conterrâneos. Quando não era na língua, dezenas de cangas e toalhas estampando a bandeira do Brasil estendidas na areia davam a dica da nacionalidade das pessoas que ali se encontravam.

Pessoalmente sempre pertenci ao grupo dos amantes de Manly. Não tem como não se apaixonar. Um casal que conhecemos neste tempo no Brasil e do qual ficamos muito amigos veio passar um mês de férias na Austrália e voltou dizendo: Quero morar em Manly para sempre. Não é muito diferente com qualquer outra pessoa que vem pra cá. O maior problema hoje em dia é que Manly e arredores está entre os m2 mais caros de Sydney. Qualquer apartamento de 3 domitórios com uma boa qualidade por ali não sai por menos de 1.5 milhão de dólares. Isso levando em conta apartamentos um pouco mais afastados da praia. Estão construindo um novo prédio em Manly e um apartamento pequeno de 1 dormitório ali custa 1 milhão de dólares. Sendo assim, hoje em dia não basta apenas ter bom gosto para comprar um apartamento em Manly.

De Volta a Austrália 26012008792

De Volta a Austrália 26012008804

De Volta a Austrália Manly

Apesar de gostar muito de Manly, hoje prefiro morar nos arredores, como Balgowlah, Dee Why e Fairlight. A propósito, o bairro que este casal de amigos gostou não foi exatamente Manly, mas Fairlight. Estes bairros mais próximos de Manly são muito bonitos, bastante residênciais, mas com uma boa estrutura de comércio, cerca de 3 minutos de carro da praia de Manly e com menos agitação do que Manly beach em si. Para quem casa e começa a pensar em ter filhos, a agitação de Manly acaba incomodando um pouco, por isso que os poucos metros quadrados que abrangem o bairro são cercados por residências para estudantes onde se amontoam meia dúzia por quarto em um prédio velho e apartamentos para turistas que custam na base de $500.00 dólares por noite. Sim, existem famílias e residentes no bairro, mas estes tem gradativamente se mudado para os arredores.

De Volta a Austrália balgowlah
Balgowlah

De Volta a Austrália fair7
Fairlight

De Volta a Austrália fairswin
Piscina pública de Fairlight

Desta forma, assim que eu e a Michelle nos mudamos para o novo apartamento fizemos logo questão de dar um pulo até a praia de Manly e para minha surpresa não ouvi português uma única vez. Não só português, mas mal ouvia outro dialeto com tanta frequência como antigamente. Era evidente que a maioria dos que camnhavam por ali eram Aussies.

O que aconteceu com os estudantes que estavam aqui? – Perguntei a mim mesmo enquanto eu a Mi tentávamos chegar a um veredito.

Começamos a pesquisar e percebemos que efetivamente os estudantes estavam indo embora da Austrália. Um exemplo é o exame do IELTS que antigamente precisava ser marcado com até 6 meses de antecedência e agora você pode marcar hoje para fazer o teste na semana que vem.

O fato é que as mudanças na política de imigração, somado a valorização da moeda Australiana, o leve aumento no custo de vida e o aumento da oportunidade em países emergentes após a crise tem feito com que muitos estudantes voltem aos seus países ou até escolham outros lugares mais em conta como destino.

Devido ao nosso trabalho, eu e a Michelle tivemos que estar por diversas vezes nos EUA em 2010 e era notável a diferença no custo de vida de um estudante nos EUA para um na Austrália. Em Orlando conversei com um brasileiro que pagava $400,00 dólares por mês por um curso de inglês e mais $500,00 para dividir um apartamento de dois quartos com um amigo. Fora o custo de vida em geral, como alimentação, gasolina e até a compra de um carro que é muito menor que o custo na Austrália ou Brasil. O mesmo vale para outros lugares onde estivemos frequentemente como San Francisco, Los Angeles e em até NY, que apesar de ter um custo alto de moradia (maior que Sydney) possui um custo muito menor em outros aspectos.

De Volta a Austrália studimi

Outro fator, como já mencionei, foram as mudanças nas regras de imigração. O modelo mudou bastante e jogou um balde de água fria em muitas pessoas que pretendiam aplicar para a residência. Antigamente o cara ficava aqui, ralava bastante, juntava um bom dinheiro e ia estudar em alguma área a qual pudesse em 3 anos aplicar para a residência. Hoje esta oportunidade para estudantes quase não existe, o que acabou frustrando um pouco as esperanças de muita gente que estava aqui e consequentemente mandou muita gente de volta.

Além disso, o crescimento do mercado em países como o Brasil motivou a volta de muitas pessoas. Tivemos a oportunidade de nos encontrar no Brasil com amigos que estiveram aqui conosco e acabaram voltando e estavam todos bem, trabalhando, comprando seu primeiro apartamento, casando e tocando a vida. Este aumento na qualidade de vida e oportunidades certamente contribuiu para a volta de muitos.

De qualquer forma, foi bastante notável a diminuição do número de estudantes brasileiros aqui em 1 ano. Sinto falta de ouvir português a cada passo que dava no corso de Manly, tanto que hoje, toda vez que ouço alguém falando português por aqui procuro puxar papo.

What a Beautiful City!

De Volta a Austrália westfield sydney

Sempre gostei muito do CBD de Sydney, tanto que a Michelle até enjoou de tanto que eu queria ir para lá aos finais de semana. A city é um dos lugares mais lindos de Sydney, com prédios antigos e bem conservados contrastando com outros modernos, lojas por todos os lados e uma arquitetura belíssima.

Para minha surpresa eles conseguiram melhorar o que já era bom. Assim que chegamos em Sydney haviam acabado de inaugurar um shopping enorme de alto padrão no meio da Pitt Street, o Westfield Sydney. O lugar virou um formigueiro, em sua maioria turistas e orientais comprando entrando e saindo das diversas lojas do local. Além disso, este shopping trouxe marcas famosas para Sydney como GAP, Zara, Nespresso Store, entre outras. A grande quantidade de turistas no local se deve em parte a genialidade dos desenvolvedores do projeto que criaram o shopping logo abaixo do Sydney Tower, um dos principais pontos turísticos de Sydney, a propósito, você precisa passar pelo shopping para chegar a torre.

De Volta a Austrália IMG 3951

De Volta a Austrália WF OLD2

A city me parece um pouco mais vazia, não muito, mas isso sem contar este boxing day (26 de dezembro) em que me senti em meio a um formigueiro. Talvez seja como disse acima um pequeno reflexo na diminuição do número de estudantes.

Oprah na Australiaaaaaa!

De Volta a Austrália oau

Algumas semanas depois de chegarmos aqui uma celebridade internacional mexeu com a cidade. Oprah, que é conhecida por não gostar de viajar, veio gravar 3 programas aqui. Na verdade esta foi uma inteligente manobra do governo australiano para tentar aumentar o turismo aqui , bastante prejudicado pela valorização do dólar Australiano.

A Oprah aparentemente fez uma boa campanha do turismo no país e a escolha não poderia ser melhor, pois seu programa não é visto somente pelos americanos, mas por espectadores de todo mundo. Os resultados poderão ser avaliados daqui a 6 meses.

A Austrália tem se preocupado muito em não deixar o turismo internacional diminuir e tentou até trazer uma copa do mundo recentemente para cá, o que a meu ver foi a maior injustiça do mundo não darem esta copa para a Austrália, pois sinceramente não há lugar melhor no mundo para hospedar um grande evento esportivo que aqui.

De Volta a Austrália okoa

Mas voltando a Oprah, ela subiu a Harbour Bridge, mexeu com cobras, tirou foto com Koala, estapeou a própria cara tentando matar moscas em Uluru e entrevistou personalidades australianas que vivem a tanto tempo nos EUA que já até esqueceram onde fica o Opera House. Mas valeu a pena, espero que seja um bom incentivo ao turismo, por que pro bolso da Oprah parece ter sido ótimo.

Custo de Vida.

De Volta a Austrália mktst 0046

O custo de vida ficou um pouco mais alto desde que saímos daqui. Elaboramos brevemente um budget para quando voltássemos e tivemos que aumentar em cerca de 20%. Não que tudo tenha aumentado 20%, mas o aparente aumento nos preços do aluguel e outros serviços acabaram encarecendo um pouco a vida por aqui.

É fato que hoje Sydney é uma das melhores cidades do mundo para se viver, mas por conta disso está se tornando uma cidade cada vez mais cara. É claro que tudo depende da região em que você mora e do modo de vida que deseja ter, mas no geral o custo de vida está um pouco mais por alto aqui.

Medicare

De Volta a Austrália Medicare

Uma das primeiras coisas que fizemos ao pisar na Austrália foi pegar a carterinha do Medicare, o sistema de saúde público Australiano. Contudo, como estamos trabalhando e temos um salário é recomendado que tenhamos um plano de saúde particular, caso contrário é descontado anualmente uma porcentagem de nosso salário no imposto.

Acostumado aos planos no Brasil peguei logo um excelente plano de saúde com cobertura total para evitar qualquer risco. Depois de uns dias aqui resolvi fazer uma consulta no médico por conta de uma gripe e qual foi minha surpresa ao descobrir que o plano não cobria consultas de nenhum tipo de médico.

Liguei para o plano para tentar entender a situação e uma senhora extremamente simpática me explicou detalhadamente o sistema de saúde aqui. Ela me disse que os planos não cobrem consultas, apenas hospital, emergências, cirurgias, gravidez, etc e que mesmo assim, em muitos casos, não cobrem 100%, independente do plano que você tenha.

Para consultas é necessário utilizar o Medicare que paga (se não me engano) $34.50 dólares por consulta. Uma consulta custa em média $60,00 por cada 15 minutos, ou seja, para uma consulta de uma hora você paga $240,00 dólares e tem um reembolso de $34,50. É compreensível que seja assim e eu já imaginava isso, mas sinceramente cansei de ouvir brasileiros falando que queriam ir para a Austrália, pois achavam um absurdo ter que pagar plano de saúde. Eu queria ver a cara das pessoas que no Brasil reclamam que tem que pagar plano de saúde e chegando aqui e descobrindo que tem que fazer o mesmo e sem ter cobertura total. No Brasil se cria um mito sobre a vida no exterior que é até engraçado.

De qualquer forma estou muito feliz em ter o medicare e o plano de saúde particular também. Descobri que existem alguns médicos que fazem algo chamado Bulk Billing que basicamente significa que você não precisa pagar nada além do que o Medicare cobre. Não são muitos e aparentemente não são os melhores, mas para coisas simples pode valer a pena. Aqui, independente do seu problema, você precisa passar primeiro por um GP (Clínico geral) e este posteriormente vai te indicar a outro médico especialista se necessário. Você não vai direto ao especialista.

Sempre que fui a médicos aqui e hospitais fui muito bem atendido e gostei bastante dos médicos, principalmente do último médico que foi extremamente atencioso e até me deu o remédio de presente. : )

Ben & Jerry’s

De Volta a Austrália benjerry

Durente este tempo fora eu e a Mi moramos por um tempo nos EUA por causa do trabalho. Lá, ficamos viciados em duas coisas: Cheesecake Factory e Ben & Jerry’s. Cheesecake factory é um dos melhores lugares por um bom preço que eu já comi na minha vida. Não apenas pelo melhor cheesecake do universo que eles servem lá, mas também pelos pratos maravilhosos e enormes. Isso sem contar as entradas e o atendimento excepcional. A segunda foi o sorvete da Ben&Jerry’s.

Pensei como poderia viver sem cheesecake factory e Ben&Jerry’s. Quanto ao primeiro ainda estou me acostumando, mas para nossa surpresa abriram vários Ben&Jerry’s aqui na Austrália, de fato há um aqui em Manly e no supermercado aqui ao lado da minha casa também vendem. Infelizmente ainda não vendem o Coconut Seven layer Bar, mas dá pra se conformar com um Triple Caramel Fudge. Outra triste diferença é o preço. Enquanto um pode de 500ml de Ben&Jerry’s nos EUA custa cerca de $2,00, aqui na Austrália custa em média $12,50., ou seja, mais de 6x mais. Mas vale a pena e o bom que eu não corro o risco de engordar comendo muito.

Viajar pela Austrália.

De Volta a Austrália great
Perto dos 12 Apóstolos em Victória

Não se foi o preço que mudou ou se passamos tempo demais no Brasil, mas achei viajar pela Austrália mais em conta, principalmente para destinos com mais voos como Brisbane, Melbourne, etc. Se pesquisar bem dá sempre pra achar uma promoção de hotel legal ou um ticket mais barato.

Hillsong Church

De Volta a Austrália 2991481876 a323907925 z

Eu sempre amei minha igreja, mas nunca dei tanto valor a ela quanto durante o tempo que estive fora. A Hillsong é incrível. Das pregações ao louvor, das festas à recepção, tudo ali é feito de uma forma extraordinária. Foi muito dificil ficar este tempo longe da igreja, pois desde 2006 a Hillsong virou a nossa igreja. Algumas vezes converso com amigos que eram da Hillsong e voltaram ao Brasil e todos dizem que está sendo muito difícil se acostumar a realidade da igreja brasileira contemporânea que só prega sobre pecado e condena todo mundo que não segue a cartilhinha da igreja. A mensagem é sempre negativa, pesada e por vezes até ameaçadora. Se você não fizer, se você não vier, se você não obedecer… Tudo é sempre no tom de ameaça. Eu estive lá nestes últimos 11 meses e fiquei assustado com o peso e a condenação que a igreja em geral coloca sobre as pessoas. Tornam o evangelho uma coisa chata, pesada e depressiva, angustiante, quando na verdade é, e sempre será, totalmente o oposto. O evangelho nos liberta, jamais aprisiona.

A Hillsong mostra que fomos chamados por Deus para sermos felizes e para termos vida e vida em abundância. O evangelho é alegria e paz. A mensagem é sempre positiva, anima; exorta, mas sem culpa, dirige, mas sem medo. Entra no coração e planta uma semente que se regada cresce e dá bons frutos. Os cultos são extraordinários, é difícil um final de semana que eu não saia da igreja alegre pela mensagem e motivado pela pregação. Sou grato a Deus pela igreja onde ele nos colocou. Estudar lá então tem sido uma enorme benção de Deus.

Novo Blog

Bom, o blog passou por mudanças, mas algumas um pouco mais significativas começarão em algumas semanas. Resolvi retirar os posts antigos por dois motivos, primeiro por se tratar de uma nova fase e depois pelo fato de que muitas informações precisavam ser atualizadas, então achei melhor escrever novamente. Ainda estou fixing some bugs, testando novos plugins, ajustando alguns detalhes e creio que em poucas semanas o blog vai estar em ordem. Também estou começando um novo twitter. Espero que gostem do novo blog e estando aqui na Austrália, no Brasil ou em qualquer outro lugar do mundo ele lhe seja de grande ajuda.

Agradeço a Deus pela oportunidade que Ele me deu de escrevê-lo e pelos leitores que acompanharam o blog e acompanharão o novo blog.

Bom, agora vou descer de pijama e chinelo na garagem do meu prédio para ver se esqueci meu celular no carro. Como é bom estar de volta.

Abraços a todos

Jerry

Solicite Orçamento 160×160
SHARE
Previous articleSt Patrick’s Day na Austrália
Next articleGreat Ocean Road
Jerry Strazzeri
Jerry Strazzeri vive na Austrália com sua esposa desde 2006. Trabalha como Analista Digital na Austrália já tendo trabalhado em empresas no Brasil e Estados Unidos. Cidadão Australiano, junto com seu trabalho está concluindo uma graduação em Leadership. Junto com sua esposa Michelle, foi responsável por diversos sites na área de educação e TI e criaram o Brazil Austrália em 2006 para ajudar aqueles que estavam imigrando ou vindo estudar na Austrália. "Mas eu e a minha família serviremos ao Senhor" ~ Josué 24:15 Veja meu outro blog - Siga-me no Quora

38 COMMENTS

  1. Jerry, parabéns por esse blog, ele é muito enriquecedor! Acompanhei muitos textos do antigo blog, você consegue passar informações de maneira clara e objetiva, e o mais importante: sendo transparente. Já procurei diversos sites que passassem informações sobre a Austrália, mas sem sucesso. O Blog é muito importante para as pessoas, pois ajudam quem pretende ir para a Austrália estudar, trabalhar, ou outros objetivos como por exemplo ir para ajudar as pessoas a encontrar um rumo para suas vidas. Pretendo algum dia ir para a Austrália, estou me preparando para isso; concluir meu bacharelado, conseguir uma boa média no IELTS, em fim…, mais uma vez agradeço pelo Blog no qual você desenvolveu, contineu assim, pois o importante é ajudar as pessoas. Obrigado!

    • Ola Jonatas

      Obrigado pela visita e pelas palavras de incentivo. Torço para que dê tudo certo com seu bacharelado e o IELTS e consiga vir para a Austrália logo. Obrigado pela visita. Um grande abraço

  2. WOW…..as fotos estãao lindas!!! Obrigada por compartilhar conosco a sua experiencia. Legal ter vc de volta. Um super frio aqui na Europa e eu com uma vontade de pegar uma praia. O negócio é ver os pacotes de férias de verão por aqui…..rsss
    Abraços

    • Obrigado Nanci.

      A cidade ajuda bastante nas fotos…rs.

      Obrigado por visitar o site e pelos elogios. Vou visitar seu blog.

      Abraços

  3. Cara legal ter o seu blog de volta! É meio louco, mas quando você o desativou eu fiqui triste e continuei entrando nele, mesmo com o aviso de que ele estava desativado, na esperança de você voltar a escrever.

  4. Olá Jerry,

    Que coisa boa ler os seus posts novamente e saber notícias da Austrália!
    Dá uma imenda saudade da cidade, não vejo a hora de voltar 🙂
    Que Deus abençoe vc e a Mi nessa nova fase!
    Abs

    • Oi Vanessa.

      Já estamos te esperando aqui de volta? Tenho certeza que vai ser logo.

      Que Deus a abençoe muito e seus planos.

      Abs,

  5. Você falou muito da Manly, mas quanto a Bondi Beach ???

    Qual é a diferença entre as praias ?

    Vão muitos brasileiros lá ?

    um é mais frequentado por gente rica e o outro não ?

    ou é porque na Manly tem maior concentração de extrangeiros?

    • Ola Fabrício

      Tem muitos brasileiros em Bondi, talvez até mais que em Manly. O que mais se vê em Manly é estrangeiros.

      Bondi é uma área muito cara também e hoje é difícil alugar alguma coisa por lá por um bom preço.

      Gosto muito de Bondi, o lugar é extraordinário.

      Abs.

  6. Cara, obrigado pelas postagens, são muito instrutivas, acompanho o blog já de algum tempo. Penso em fazer intercâmbio de inglês por aí, e o blog já deu boas dicas, já to até com a grana separada para isso. Lembra sempre dos intercambistas ao fazer suas postagens, você não sabe como ajuda nas nossas escolhas por aqui.

    Falou!

    Sucesso!

    • Olá Vinícius.

      Obrigado pela visita.

      Não vou me esquecer dos intercambistas não. Espero sempre estar postando algo de interesse de quem está aqui de intercâmbio. Se bem que a maioria que vem para um intercâmbio de 6 meses acaba ficando por 3, 4 anos e já vira local…rs

      Valeu mesmo, fico feliz que o blog tenha lhe ajudado.

      Abraços

  7. Fala Jerry, welcome back! Feliz ano novo e parabéns pelo PR!

    Cara, uma dica sobre o Medicare: quando tu precisares consultar, procura sempre lugares que fazem “bulk billing”, pois assim tu não precisas pagar nada nem solicitar reembolso de nada, pois é o próprio médico que “bila” o Medicare pela consulta… Tudo que tu precisas fazer é mostrar o cartãozinho 🙂

    A mesma coisa é válida para hospitais públicos… esses tempos jogando futsal torci o tornozelo bem feio e fui pra emergência do RPA. Fui extremamente bem atendido, me medicaram, tiraram x-rays e enfaixaram meu tornozelo e em menos de 1h eu já estava indo pra casa… e tudo por conta do cartãozinho mágico do Medicare 🙂

    Sobre os estudantes em Manly (e o mesmo acho que ainda se aplica para as outras praias adoradas pelos brazucas, como Bondi, Dee Why, etc): acho que tu foste a Manly em dia de semana e em horário de aula heheheh, pois ainda tem muuuuuitos estudantes por aqui… Concordo que a tendência é que menos estudantes renovem seus vistos e busquem alternativas para “driblar” a imigração na tentativa de conseguir o PR, em função das mudanças nas regras, mas acho que só vamos notar um número menor de estudantes por aqui num período de 6 a 12 meses.

    No mais, o novo layout do blog ficou muito bacana! Abraço e God bless you mate.

    • Grande Wagner

      Obrigado pelas dicas.

      Vamos ver se conseguimos marcar alguma coisa agora… Faz tempo que não nos falamos.

      Espero que volte com o blo, era muito legal, eu e a Mi conferimos sempre.

      Quanto aos estudantes em Manly parece que tem diminuido mesmo, estamos indo à Manly umas 2, 3 vezes por semana, na maioria das vezes para almoçar no Brazuka e até o Brazuka mesmo deu uma caída na frequência de brasileiros. Está sempre bem vazio.

      Louca esta história do seus amigos em Manly. Eu já tinha ouvido muito isso, mas não queria acreditar. Pior que é verdade mesmo. Eu sempre penso onde estes brasileiros conseguem esconder as beliches no dia da inspection…rs.

      Valeu novamente pelas dicas.

      Um grande abraço

      Jerry

  8. Ahh, outra sobre Manly: um casal de amigos que quer ficar por aqui procurou apartamento pra alugar em Manly e tiveram a application recusada simplesmente pelo fato de que vários brasileiros no passado haviam aplicado através daquela real estate agency dizendo que apenas um casal ia morar no apartamento, mas na verdade, era pra ser uma shared accommodation para 10 estudantes e, em função disso, aagência simplesmente não estava mais aceitando applications de brasileiros… é mole???

    Abraço,

    Wagner
    http://blog.wagnernunes.com

  9. Fala Jerry, como está querido ?
    Fiquei muito feliz com a volta do site, ele está de excelente qualidade. Adoro este tipo de leitura. Não vejo a hora de chegar do trabalho para começar a ler hehe
    Tenho vontade de voltar para a Australia para morar, ainda mais me espelhando nas suas dicas. Visitei Manly como voce tinha me indicado no twitter, e apesar de eu ter chego só no final da tarde, eu adorei o que vi !
    Um abraço, fica com Deus.

    • Oi Christian.

      Obrigado pela visita e pelo comentário.

      Vi seu blog, espero que de tudo certo e voc6e volte em breve.

      Um grande abraço

  10. Olá Jerry, primeira vez que visito seu blog mas já vou colocá-lo nos meus favoritos para acompanhar. Sempre tive fascinação pela Austrália e pretendo um dia visitar ou até mesmo morar aí. Você comentou que é da área de TI e, como meu marido também é, gostaria de saber se é fácil conseguir trabalho na área. Ele é consultor de SAP, tem 44 anos e o inglês é intermediário para avançado. Eu tenho inglês avançado, falta vivência no exterior para ficar fluente. Já percebi que o custo de vida aí é bastante alto, mas, e o salário, acompanha o custo?
    um abraço e boa sorte a você!
    Ana

    • OI Ana Lu.

      Obrigado pela visita.

      Quanto ao seu marido, vocês tem duas opções. Uma é aplicar para a residência, mas precisa ter até 45 anos de idade, e a outra é tentar um sponsor, que seria uma empresa contrata-lo aqui e posteriormente dar-lhe a residência.

      Entre em contato com a PTLabs, um dos melhores agências de imigração da Austrália que ele spodem lhe orientar melhor. O site deles é ptlabs.com.au.

      O custo aqui é bem alto sim, mas a gente vai se virando né…rs

      Um grande abraço

      Jerry

  11. Jerry,
    Firmeza?
    Cara, sou de Sampa e estou me preparando para aplicar o processo de imigração ainda este ano. Sou enfermeiro intensivista e pretendo exercer minha profissão aí, já que a Australia está aceitado enfermeiros imigrantes.
    Você teve contato com este tipo de profissional por ai? Pode dizer o que achou?!
    Parabéns pelo blog. Estou muito feliz de ter encontrado algo assim!
    Grande abraço e feliz 2011.
    Leo

    • Olá Leandro.

      Tenho amigos enfermeiros aqui. Não sei exatamente como é o processo, mas sei que está em demanda. Se não me engano você precisa validar seu diploma aqui e pra isso acho que precisa fazer mais um ou dois anos de faculdade, mas nõa tenho certeza, o mais indicado é contatar um agente de imigração, ele poderá lhe orientar corretamente sobre os procedimentos.

      Obrigado pela visita.

      Um abraço

      Jerry

  12. Olá Jerry…
    Estou me preparando pra uma jornada rumo a australia, mas sinceramente,
    preciso de muitos conselhos.
    Será que vocês teriam um e-mail, facebook ou msn pra poderem me ajudar?
    Obrigada!
    Deus abençoe.

  13. Olá! Sempre quis morar na Australia mas fiquei assustada com algumas informações em relação aos planos de saúde e custo de vida. Fez-me refletir se é melhor ficar aqui na Inglaterra, onde a saúde é de graça e custo de vida acessível, ou mudar praí. Entretanto, acredito que o clima daí deve compensar todo o resto…hehe
    Obrigada!

    • Oi Bianca.

      O custo de vida aqui é realmente muito alto. Eu mesmo tenho ficado assustado. Claro que tudo vai depender do padrão de vida que você escolher ter aqui.
      Abs.

  14. Oi, Jerry!
    Puxa vida, fiquei tão triste com algumas informações que você deu(e foi até bom porque aí vou ter que tomar outras providências)… Na verdade, somos apenas eu e minha mãe e estávamos pensando em ir fazer curso de inglês na Austrália, sabe. E posterirormente, fazer TAFE e depois universidade… Enfim, a gente tava mesmo querendo ir pra estudar, crescer e ficar no país e forma permanente. A gente não ia precisar ralar tanto até porque vou com a minha mãe e temos como nos sustentar sem precisar trabalhar demais pra conseguir se sustentar na Austrália. mas, Deus sabe como fiquei triste agora porque minha mãe já vai fazer 41 anos e pra ela tirar a residencia permanente seria uns 3 anos… Agora não sei mais o que fazer!!!! Tô bem triste mesmo com isso, mas o seu blog é ótimo e por favor não deixe de escrever, ok?
    Que Deus te abençõe poderosamente, cara! Abraço. 🙂

    • Oi Cris. Mas se sua mãe tem todas as condições de aplicar para a residência ela pode aplicar pra residência agora. Caso contrário pode ficar um pouco em cima, mas não quer dizer que é impossível. Outra forma é você aplicar e depois trazer sua mãe. Sai um pouco caro, mas é uma forma. Não desanime não.

      Deus as abençõe.

      Abs

      Jerry

  15. Olá!!

    Sensacional o BLOG. Através do google acabei achando e simplesmente adorei.
    Estou em uma dúvida muito grande para onde ir na Australia. Estou fechando um intercâmbio e cada hora ouço alguma coisa sobre Sydney, Manly e Bondi.
    O custo de vida é alto e já tinha esta informação. O que me assusta realmente é morar em um lugar caro e com muitos brasileiros. Infelizmente, no inicio prefiro evitar um pouco para conseguir alavancar o inglês (que parece do Sr. Craysson ..rss). Para onde vou BONDI ou MANLY? Estou encantada com as praias em Manly, festivais .. etc .. ó Ceuss .. me dêem uma luz .. rss .. não me importo de morar afastada do centro .. até prefiro .. quero ter contato com os nativos, aprender a cultura e o idioma na íntegra.
    Falam que BONDI tem menos brasileiro e uma mescla maior de outras nacionalidades e que Manly está entupido de brasileiro (inclusive li em outros blogs). Em qualquer esquina você ouve português .. rs
    Me ajudem, se possível.
    Agradeço.
    Deborah

    • Oi Débora

      Manly não tem mais muitos brasileiros. Na verdade tem muito pouco hoje, no máximo aos finais de semana. O alto custo de se morar em Northern Beaches the afastado os brasileiros da região e eles estão indo mais para o sul.

      Abs

      Jerry

  16. Ola,
    Adorei seu Blog.

    Eu e meu marido estamos nos preparando para tentar o visto definitivo aí na Austrália.

    O custo de vida aí é alto como no Rio de Janeiro? Pesquisamos o Canadá, mas nos apaixonamos mesmo pela Austrália.

    Como é o mercado na área de TI(desenvolvedor) e veterinária? O aluguel mensal por aí é salgado como aqui?

    Estamos buscando toda informação possível para não nos decepcionarmos futuramente.

    Obrigada desde já!

    Os seus posts são muito esclarecedores, parabéns!!!

  17. Quando vc comentou do Medicare e do quanto tem que pagar me veio tudo a mente. Sou cidadao Australiano oficialmente e de coracao. Mas entendo que muitos brasileiros aqui soh reclamam de tudo. Por isso eu hoje ja seleciono muito e ateh evito algumas pessoas.

    Sou da seguinte opiniao. Se nao esta bom aqui o aeroporto esta sempre proximo. Enfim. Gostei do exemplo que vc disse do Medicare e acho que isso eh o que gera esses reclamoes da vida.

    Sao pessoas que antes de sair do Brasil ou que nunca moraram em nenhum outro pais fora o Brasil, quando veem aqui ficam reclamando de tudo. Isso porque justamente no Brasil cria-se uma imagem de que tudo no exterior eh melhor e tudo eh perfeito. Nao eh assim, ha violencia ha corrupcao, existe tudo que existe de ruim no Brasil, no entanto em um escala muito menor.

    As pessoas nao conseguem colocar coisas na balanca. Que muitas vezes para se ter uma praia limpa e organizada, nao se pode ter bebida alcoolica livre nem bandinha tocando axe. Nao imponho meus gostos a ninguem. Vai de cada um colocar na balanca. Queres ter uma coisa, vai ter abrir mao de outra. E esse eh soh um exemplo.

    Parabens pelo Blog.

LEAVE A REPLY