O trabalho na Austrália é bastante diferente do Brasil. Neste post não vou falar sobre o trabalho em serviços de hospitality como garçons, baristas, entre outros e vou tratar mais sobre o trabalho em áreas específicas que geralmente exigem graduação como TI, administração, Marketing, mas particularmente na minha área,

O Trabalho na Austrália

Café em Adelaide Como É o Trabalho na Austrália Como é o Trabalho na Austrália Screen Shot 2014 11 13 at 8

Em Adelaide alguns cafés são feitos para que os funcionários das empresas façam reuniões e trabalhem no café ao invés de nos escritórios.

Meu primeiro emprego na Austrália foi como Web Designer. Na época tinha acabado de chegar do Brasil e apesar de estar trabalhando com gerência de projetos digitais no Brasil não me senti preparado para aplicar para algo nesta área, uma vez que era exigido uma maior fluência no inglês além de outras habilidades.

Reunião na praia Como É o Trabalho na Austrália Como é o Trabalho na Austrália Screen Shot 2014 11 13 at 9

Reuniões que os funcionários da Basic Banana tem todas sextas feiras na praia de Narrabeen em Sydney, Austrália

Desta forma optei para aplicar para uma área que eu dominava, não exigia tanto a comunicação verbal ou escrita e na qual na época havia uma grande demanda na Austrália. Trabalhei um tempo como web designer e depois fui promovido a Web Developer, fiquei cerca de um ano e meio nesta empresa até que arrumei um emprego na área de SEO como SEO Consultant e depois SEO Manager. Depois de um tempo acabei trabalhando de Account Manager na área de Marketing Digital e depois fui para San Francisco trabalhando na mesma área.

As Diferenças entre o Trabalho no Brasil, na Austrália e nos Estados Unidos

A primeira diferença que notei na Austrália é que o trabalho era levado muito mais a sério que no Brasil. A primeira empresa onde trabalhei na Austrália era uma pequena empresa com cerca de 15 funcionários, o vice presidente era um americano maluco que só fazia brincadeiras o dia inteiro, meu gerente, um inglês de uns 50 anos ia trabalhar de bermuda e meia até o joelho e tinha uma foto abraçando duas mulheres com os peitos de fora como fundo de tela, todo final de dia fazíamos guerra de robôs no escritório e a maioria dos funcionários eram jovens.

Area de descanso trabalho na Austrália Como É o Trabalho na Austrália Como é o Trabalho na Austrália Screen Shot 2014 11 13 at 12

Muitas empresas possuem áreas de descanso e jogos para funcionários. Não quer dizer que você deve passar o dia inteiro ali.

Mas peraí Jerry? Você não disse que o trabalho é mais sério na Austrália? Isso não me parece nada sério.

Sim, havia toda esta bagunça (que por sinal eu não gostava muito), mas quando estávamos trabalhando tudo era feito com o maior profissionalismo possível. Ninguém saia no meio do expediente para tomar um café na esquina e voltava 1 hora depois, ninguém ficava um segundo sem fazer nada, as metas eram passadas no início da semana e cobradas ao final e tudo era feito com o objetivo de gerar dinheiro e crescer a empresa.

Se uma empresa assim era séria, imagine então as empresas maiores e mais profissionais. No Brasil lembro que havia muita enrolação, companheirismo, pausas e coisas do tipo. Não sei como é hoje, mas na época era uma vergonha.

Depois tive minha empresa. Antes de vir para a Austrália tive uma reunião na época em um dos principais sites do Brasil para o público jovem e lembro de olhar da sala onde eu estava de onde dava para ver pelo menos o computador de uns 50 funcionários e todos estavam no Orkut. (em 2005 quando o Orkut existia e era popular).

Já minha vida no primeiro ano na Austrália se resumia em sair do trabalho e ir para a UNSW onde na época estava fazendo uns cursos específicos em TI.

Screen Shot 2014-11-13 at 12.33.41 am Como É o Trabalho na Austrália Como é o Trabalho na Austrália Screen Shot 2014 11 13 at 12

Park da Optus em Sydney. Outro dia fui ter uma reunião com um amigo na Optus e fiquei impressionado com a estrutura que eles oferecem aos funcionários. Academia, cafés, salas de descanso e tudo mais que você imaginar em um ambiente super agradável e tecnológico.

Nas outras empresas onde passei a descontração diminuía e o trabalho aumentava cada vez mais. Isso não quer dizer que não existem funcionários preguiçosos ou que enrolam. Sim, existem, mas foram poucos os que vi e todos trabalhavam em áreas em que não havia muito cobrança, onde seus resultados não podiam ser mensurados, ou onde tudo já funcionava muito bem por si só e a pessoa precisava ser um completo idiota para fazer algo dar errado. Tem também aquelas pessoas que já atingiram uma posição em que não precisam trabalhar tanto, pois já estão mais estabilizados e naturalmente não precisam se dedicar como alguém novo na empresa.

Screen Shot 2014-11-13 at 12.43.02 am Como É o Trabalho na Austrália Como é o Trabalho na Austrália Screen Shot 2014 11 13 at 12

O legal aqui na austrália é que muitas empresas incentivam que você vá de bicicleta pro trabalho.

O mais importante é que na Austrália eu aprendi a ser um melhor profissional, a valorizar mais meu trabalho e entender que existe muita gente trabalhando duro para que meu salário seja pago no final do mês e por isso eu preciso no mínimo responder de acordo com as expectativas que colocaram sobre mim quando me contrataram.

A Rotina de Trabalho

Evento do Google na Austrália Como É o Trabalho na Austrália Como é o Trabalho na Austrália Screen Shot 2014 11 13 at 12

Eu durante evento do Google

Não posso opinar muito sobre o Brasil, pois faz quase 10 anos que não estou mais lá e falar sobre minha experiência profissional no país certamente traria informações defasadas, contudo posso comparar com experiências recentes que tive contactando profissionais no Brasil.

Não há uma rotina ou metodologia na maneira com o trabalho geralmente é feito no Brasil. Mesmo assim, em toda esta bagunça, trabalhei com pessoas extremamente competentes quando estava lá. No Brasil parece haver uma certa lógica em meio a todo este caos. Trabalhei diretamente com pessoas que hoje são diretoras do Twitter, do Google, são CEOs de grandes empresas ou estão em posições de destaque em empresas de todo mundo. O que quero dizer com isso é que apesar desta bagunça toda, quem é bom acaba se destacando e crescendo profissionalmente e quem é bom geralmente é bom mesmo no que faz.

Área de trabalho Como É o Trabalho na Austrália Como é o Trabalho na Austrália Screen Shot 2014 11 13 at 12

Algumas empresas incentivam áreas alternativas de trabalho. Isso é reconhecido por aumentar a produtividade.

Já na Austrália a Rotina de trabalho é mais metódica. Tudo é feito como se diz por aqui “By the Book”. Aqui tudo acaba sendo mais organizado (pelo menos nas empresas onde trabalhei) e existe um procedimento para absolutamente tudo o que você imaginar.

Principalmente nas empresas grandes onde trabalhei tudo era bastante organizado, por outro lado existe uma descontração, principalmente às sextas-feiras onde o povo para o trabalho mais cedo e rolam umas festas com bebida gratuita, comida e jogos a partir das 4 da tarde.

Nos Estados Unidos tudo é menos metódico que na Austrália, mais metódico do que no Brasil, mas muito mais profissional e dinâmico do que qualquer lugar que você imaginar no mundo (talvez só menos que a Alemanha). Os EUA tem a vantagem que tudo acontece lá primeiro e o empreendedorismo é muito forte no país. Não pensem que é a coincidência que as maiores empresas do mundo, as melhores faculdades do mundo e os profissionais com maior destaque em qualquer setor estão lá.

Escritório da Clive Wilkinson Architects Como É o Trabalho na Austrália Como é o Trabalho na Austrália Screen Shot 2014 11 13 at 12

A Austrália possui muitos escritórios modernos. Escritório da Clive Wilkinson Architects

Todas as Startups que vejo darem certo na Austrália acabam indo para os EUA. Isso acontece, pois como falei os EUA é o centro mundial do setor de tecnologia. Não dá pra você crescer além de um certo ponto se você não está lá.

Eu costumo dizer que na minha área os EUA estão 2 anos a frente da Austrália e 4 anos a frente do Brasil e isso é notável se você trabalhou nestes 3 países. E vou falar mais sobre isso no próximo ponto.

Uma coisa que não gostei nos EUA é que muita gente perde um tempo enorme para mostrar que está trabalhando do que trabalhando de fato. Existe uma preocupação em se mostrar ocupado. Tive várias reuniões que não levaram a nada só por que precisavam fazer algo. Também senti um pouco um ambiente de “Nós podemos tudo”. Eu sou campeão em identificar projetos que não darão certo. Logo no começo, ao ver como as coisas são feitas eu já sei dizer (geralmente) se vai funcionar ou não. Raríssimas vezes errei. Trabalhei em um projeto nos EUA que falei logo no começo que não daria certo da maneira que estavam fazendo e realmente o tempo provou que eu estava certo.

Screen Shot 2014-11-13 at 8.29.56 pm Como É o Trabalho na Austrália Como é o Trabalho na Austrália Screen Shot 2014 11 13 at 8

Restaurante do Google em Sydney. A comida é preparada por chefs e você ainda tem stands de sucos naturais feitos na hora, café (um dos melhores que já experimentei na Austrália) além de refrigerantes, doces, salgadinhos, sanduíches e o que mais seu apetite pedir.

Porém é preciso entender que como eu mencionei anteriormente nos EUA eles trabalham muito com o risco. Nenhuma empresa média ou grande vai apostar em algo pra ganhar 2 milhões de dólares. Eles vão apostar em algo que vai gerar pelo menos 50 milhões de dólares, desta forma existe sempre a necessidade de que tudo seja feito rapidamente e sem muito tempo perdido nos detalhes. Para eles é melhor perder 5 milhões num projeto que pode gerar 100 milhões do que gastar 200 mil num projeto que vai gerar 5 milhões.

Posição no Mercado

Indo para o trabalho de bicicleta na AUstrália Como É o Trabalho na Austrália Como é o Trabalho na Austrália Screen Shot 2014 11 13 at 9

Com diversas ciclovias, muitas pessoas optam por ir para o trabalho de bicicleta.

O Brasil (na minha área de atuação) está muito atrasado em relação à Austrália. Muitas coisas que já estão em prática há muito tempo aqui e já estão se tornando defasadas nos Estados Unidos, muitas vezes são novidades ou nem são conhecidas no Brasil. Poderia citar diversos exemplos, mas não vou fazer para não me alongar.

Isso acontece por vários motivos, mas a meu ver os principais deles são a defasagem tecnológica no Brasil , o atraso educacional e a falta de investimento.

Screen Shot 2014-11-13 at 12.40.00 am Como É o Trabalho na Austrália Como é o Trabalho na Austrália Screen Shot 2014 11 13 at 12

Muitos escritórios de médias e grandes empresas possuem cafés, refrigerantes, sucos e outras comidas gratuitas para seus funcionários

A exigência do mercado brasileiro ainda é muito menor. Um exemplo é a telefonia móvel. Aqui na Austrália, assim como nos EUA você tem internet 3G ou 4G até no fundo do oceano. Outro dia eu no ônibus, utilizando a internet do meu celular, assisti um episódio de uma série no Netflix em HD sem lag ou delay no mobile. Em 2009 eu tirei uma foto e postei no Facebook do meio de uma ilha no meio do oceano, no meio de absolutamente nada na barreira de corais. Quando eu subo uma foto pro Instagram do celular demora mais tempo bater a foto do que fazer o upload. Isso tudo naturalmente facilita e permite que você desenvolva e crie estratégias tendo em mente que a resposta do mercado é imediata. Se eu desenvolvo um app ou uma ferramenta para Mobile eu já sei o que esperar. No Brasil nem sempre é assim.

Outro fator que conta demais é a fluência na língua inglesa. Isso te dá acesso a uma imensa variedade de recursos de ponta que não estão acessíveis no Brasil. Outro dia eu fui procurar publicações do meu setor em português e parecia que eu estava lendo um blog de um estagiário. A diferença é absurda. Os artigos dos profissionais de ponta em inglês são muito mais técnicos, avançados e detalhados e tendem muito mais a textos acadêmicos do que um simples artigo. A fluência na língua inglesa lhe permite interagir com os melhores profissionais em qualquer lugar do mundo e acessar aulas e informações em primeira mão. Isso não quer dizer que não tem profissionais bons por lá, mas sim que eles tem acesso a menos recursos e informação. É só dar uma olhada em muitos dos profissionais reconhecidos no Brasil pra ver que a maioria já morou fora ou está frequentemente no exterior pegando idéias e informações.

Screen Shot 2014-11-13 at 12.44.13 am Como É o Trabalho na Austrália Como é o Trabalho na Austrália Screen Shot 2014 11 13 at 12

Há em algumas empresas salas de descanso e jogos para os funcionários.

E um último fator é o financeiro. Os altos salários pagos na Austrália e nos EUA em comparação com o Brasil permitem que você possa fazer investimentos maiores na sua carreira como participar de conferências internacionais e treinamentos avançados com os melhores profissionais de cada mercado. Aqui na Austrália falar que você precisa 200 mil pra um projeto é o mesmo que dizer que você precisa trocado pro café. No Brasil tem empresa que leva anos pra trocar o computador de um desenvolvedor. Outro fator importante relacionando ao financeiro é o baixo investimento que as empresas fazem em estrutura e em seus profissionais. Você vê um bom exemplo disso visitando faculdades como a University of Sydney, UTS, Curtin, ANU ou qualquer outra boa faculdade na Austrália  e visitando boas faculdades no Brasil.

Se for colocar os EUA na equação então o gap se torna muito maior. Lembro que quando eu terminei o ensino médio eu tinha um amigo que tinha ido estudar na UCLA nos EUA com bolsa parcial de esportista. Ele era nadador e chegou até a ir para as olimpíadas. Lembro que o pai dele me falava que entre os professores ele tinha 2 ganhadores do prêmio Nobel e o cara já tinha tido aula até com o Neil Armstrong.

Você consegue imaginar o que é sentar em uma sala de aula e ter aula com as mentes mais brilhantes da sua área de atuação. Ir pra universidade de Chicago e ter aula com o Steven Levitt? Ir para NYU e ter aula com o prêmio Nobel de economia Thomas Sargent? Ou na mesma faculdade ter aula com Avram Hershko, prêmio Nobel de Química? Ou Saul Bellow, prêmio Nobel de Literatura? Ou ir pra Columbia e estudar onde estudaram 4 presidentes dos EUA, incluindo Barack Obama e por onde até o ex-presidente FHC já passou? Fico imaginando o que é ir para Eastern University in St. David’s, Pennsylvania e de repente o Tony Campolo (um dos mais conhecidos sociólogos cristãos da atualidade) entrar para dar aula e na mesma cidade poder ter aula com J. Scott Armstrong, o pioneiro no estudo de previsões que são usadas em economia, marketing e diversas outras áreas? Ir pra Atlanta e ter aula com o ex-presidente Jimmy Carter (acho que ele já se aposentou). Em áreas do meu interesse, como Teologia, ter aulas com Cornel West, Leila Ahmed, ou John C. Maxwell ou ter uma palestra com o Rick Warren? A lista é interminável, isso sem contar os professores convidados. Em qual lugar do mundo você poderia ter uma aula com Bill Gates, Mark Zuckerberg ou ter tido o Steve Jobs como paraninfo da sua turma?

Tem muitos professores bons no Brasil também como em qualquer outro lugar do mundo, mas as referências mundiais em cada área hoje certamente estão nas melhores universidades.

Screen Shot 2014-11-13 at 1.02.28 am Como É o Trabalho na Austrália Como é o Trabalho na Austrália Screen Shot 2014 11 13 at 1

Neil Armstrong dando uma palestra no Instituto de Tecnologia de Massachusetts em 1994, em Cambridge, Massachusetts.

90% dos livros que leio do meu setor são escritos por pessoas que são professores em universidades americanas. Agora, imagine a diferença que é você estudar nos EUA diretamente com as pessoas que são as referências na sua área de atuação.

Screen Shot 2014-11-13 at 1.04.17 am Como É o Trabalho na Austrália Como é o Trabalho na Austrália Screen Shot 2014 11 13 at 1

Sala de aula em Stanford

Outro ponto importante é que na Austrália e nos EUA se arrisca mais. Se você tenta implementar uma nova tecnologia no Brasil geralmente vai encontrar tantas barreiras que no momento em que ela for implementada ou aceita provavelmente já estará defasada.

Salários na Austrália

Os Salários na Austrália são em geral maiores que nos EUA e bem mais altos que no Brasil. Por outro lado vale lembrar que o custo de vida aqui também é bem mais alto. Um casal morando de aluguel em um bom bairro em Sydney (North Sydney por exemplo) em um apartamento de um quarto com garagem e tendo um carro e uma boa qualidade de vida vai gastar em média cerca de $5,000 dólares por mês para se manter. Para se ganhar $5,000 dólares por mês a pessoa precisa ter um salário package de $85 mil dólares por ano e não sobra nada e não são todos os empregos na área que pagam este salário.

The TechCrunch Disrupt SF 2013 conference in San Francisco Como É o Trabalho na Austrália Como é o Trabalho na Austrália Screen Shot 2014 11 13 at 12

The TechCrunch Disrupt SF 2013 conference in San Francisco

Uma opção são os dois trabalharem, mas geralmente quando a esposa engravida, dependendo da área em que ela atue, pode não compensar continuar trabalhando uma vez que as creches (Child Care) custam cerca de $100,00 dólares por dia e você precisa pagar mesmo durante as férias e feriados.

Como eu disse no post sobre as diferenças entre os EUA e a Austrália o custo de vida nos EUA é mais baixo que na Austrália e até que no Brasil (em alguns aspectos e dependendo da cidade) o que permite que você tenha um maior retorno pelo seu salário. Uma creche nos EUA chega a custar cerca de $500,00 dólares por mês, mais que 4 vezes menos que na Austrália.

Os salários na Austrália incluem geralmente o Superannuation. O Superannuation é sua aposentadoria e equivale a cerca de 9% do seu salário. Há também o desconto dos impostos que geralmente varia entre 27 a 50% do seu salário dependendo de sua faixa salarial anual.

Qualidade de Vida x Trabalho

Screen Shot 2014-11-13 at 12.47.06 am Como É o Trabalho na Austrália Como é o Trabalho na Austrália Screen Shot 2014 11 13 at 12

Durante a hora do almoço muitas pessoas optam por comer em parques e áreas próximas ao escritório.

A Austrália ainda é um país em que se tem um excelente balanço entre qualidade de vida x trabalho. Vários motivos contribuem para isso, mas entre eles estão:

  • Transporte público eficiente nas grandes cidades
  • Pouco trânsito se comparado a cidades como Los Angeles, New York, São Paolo, Rio de Janeiro, San Francisco, entre outras (você perde menos tempo)
  • Jornadas de Trabalho razoáveis (as jornadas de trabalho são de 38 horas por semana)
  • Excelente estrutura de parques e praias em todos os lugares (muitas pessoas saem do trabalho na hora do almoço e vão comer sentado em algum parque, praça ou praia).
  • Estrutura dos escritórios – Muitos escritórios possuem comidas, cafés, refrigerantes, sucos e outras coisas gratuitas para funcionários além de salas de descanso com video games, etc.

Estação de trem em Sydney Austrália Como É o Trabalho na Austrália Como é o Trabalho na Austrália Screen Shot 2014 11 13 at 9

Estação de trem (Town Hall Station) no centro de Sydney, Austrália

Porém o ritmo de trabalho na Austrália parece estar aumentando a cada ano e o mercado está cada vez mais competitivo. Em 2006 eu conheci uma arquiteta brasileira de 45 anos que não sabia trabalhar com AutoCad e tinha conseguido um sponsor como arquiteta em um escritório em Sydney. Hoje esta mesma pessoa jamais seria considerada para qualquer  cargo em qualquer empresa de arquitetura aqui. Atualmente há muitos profissionais extremamente qualificados que possuem grande dificuldade de ingressar no mercado de trabalho.

É Possível Conseguir um Emprego na Área estando como Estudante na Austrália?

Está cada vez mais difícil. Geralmente (salvo exceções) quem consegue atualmente só consegue depois de muito tempo e muita persistência aqui, às vezes depois de 2, 3, 4 anos. Conheci pessoas que conseguiram antes, mas estas, na maioria dos casos já chegaram aqui com um inglês muito bom (geralmente já moraram em outro país), trabalhavam em empresas no Brasil que são conhecidas mundialmente (GE, Google, Microsoft, KPMG, etc) e tinham um ótimo nível técnico.

Porém mesmo estas pessoas inicialmente começam trabalhando em cargos menores em empresas menores para depois de um tempo voltarem a mesma posição que ocupavam no Brasil. Como eu disse existem exceções, mas geralmente é assim.

Em 2006 quando eu cheguei era bem mais fácil. Acredito que haviam menos imigrantes e o mercado não era tão exigente. Hoje muitas empresas já desconsideram quem não é pelo menos residente permanente já no formulário de aplicação pra vaga, o que acaba prejudicando muito quem está aqui num visto de estudante.

Mas de qualquer forma é possível e tem gente que consegue, se tem gente que consegue é por que existe uma possibilidade.

A Experiência de Cada Um

Cada experiência é pessoal e vários fatores vão influenciar a experiência profissional que você pode ter na Austrália. Tenho um amigo que trabalhava em uma grande empresa aqui e odiava, queria ir embora da Austrália e estava insatisfeito. Depois de 3 anos mudou de emprego e está amando absolutamente tudo. Outro dia encontrei com uma pessoa que ajudei com currículo e outras dicas profissionais. Está há pouco mais de um ano aqui e já está no segundo sponsor em uma grande empresa e está adorando, como conheço gente capacitada que está aqui há 3 anos sem conseguir nada na área. Tudo depende de uma série de fatores e a visão que passei aqui no post foi a minha, baseado em minhas experiências profissionais e na experiência de algumas pessoas que convivi. Espero que tenha lhe ajudado a ter um panorama de como é trabalhar na Austrália.

Torço para que dê tudo certo pra você.

Solicite Orçamento 160×160
SHARE
Previous article10 Diferenças entre os Estados Unidos e Austrália
Next articleHábitos Brasileiros Estranhos para Estrangeiros
Jerry Strazzeri
Jerry Strazzeri vive na Austrália com sua esposa desde 2006. Trabalha como Analista Digital na Austrália já tendo trabalhado em empresas no Brasil e Estados Unidos. Cidadão Australiano, junto com seu trabalho está concluindo uma graduação em Leadership. Junto com sua esposa Michelle, foi responsável por diversos sites na área de educação e TI e criaram o Brazil Austrália em 2006 para ajudar aqueles que estavam imigrando ou vindo estudar na Austrália. "Mas eu e a minha família serviremos ao Senhor" ~ Josué 24:15 Veja meu outro blog - Siga-me no Quora

15 COMMENTS

  1. Jerry, adorei o texto!
    Trabalha na area de TI, em processos e industrialização…estou buscando me qualificar e ir para Austrália daqui uns 2 anos. Você teria dicas de cursos ou certificações que eu poderia fazer?

    Obrigada

  2. Muito legal o assunto! Gostaria de mais posts neste tópico se possível abordando mais aspectos!

    Também gostaria de sugerir um post falando sobre custos com moradia hoje em dia em Sydney/Melbourne seja para alugar ou comprar, as variações de preços por bairros, bairros ruins x bairros bons, passo a passo para locar / comprar, truques e dicas, financiamentos x juros, etc.

  3. Oi Jerry!

    Estou gostando muito do seu site, já li quase que todas as postagens, pois tenho grande interesse em sair do Brasil e ir para Austrália e suas informações tem me ajudado bastante, eu sou da área de TI também, sou formado em Redes de Computadores porém mudei para área de Sistemas SAP sou consultor ABAP, por acaso você sabe como andam as oportunidades para consultores dessa área? Será que você consegue me ajudar com alguma informação? Por ser uma área com poucos profissionais pelo menos aqui no Brasil, seria um pouco mais fácil conseguir um emprego aí nessa área?

    Desde já lhe agradeço por todas as informações!

    Sucesso!

    abs,

    Anderson Magalhães

  4. Como é a área da educação por aí(Na Austrália) ? Os profissionais são valorizados? Como é a vida de um professor?

  5. “O Brasil (na minha área de atuação) está muito atrasado em relação à Austrália. (…) Poderia citar diversos exemplos, mas não vou fazer para não me alongar.”

    Aqui os comentários você poderia citar exemplos?

  6. http://www.abc.net.au/news/2014-11-18/what-we-learned-g20-quiz/5896530

    Você deve se ver na pesquisa do site acima. Então, você acha que realmente sua Internet é melhor do que ela realmente é. kkkk

    Ahh.. E ela está tão perto do Brasil atrasado…

    Quantos Prêmios Nobel os Australianos ganharam? Então estaria muito perto do Brasil e anos luz dos EUA. Pelo seu texto parecesse ser fácil ter aulas com estes vencedores do prêmio.

    Tem empresa no Nordeste que desenvolve software usado no pais inteiro, que possui uma sala de descanso, e outra com televisão com acesso a Internet, serve suco, café, água, chocolate quente, salada de frutas e gelatina nas mesas. Nesta empresa você nunca ouviu falar. Não estou dizendo que são todas assim, mas é real. O Google no Brasil também oferece isto que você diz. Sem falar que no Brasil ainda temos 30 dias de Férias Remuneradas para fazermos qualquer coisa e isso acontece todos os ANOS.

    Vi em outro site de um Brasileiro que mora na Austrália faz alguns anos, que diz que a Austrália está mais atrasada em TI.

    Seja menos exagerado e menos parcial. Seu site influência muitos mais gente do que você diz imaginar. Pois a maioria vê suas experiências como verdade absoluta.

    Apesar disso, tenho que te dar os parabéns pelo seu site, talvez seria melhor dizer blog. Ele é bem feito.

    • Fábio, vc não tem ideia da diferença de velocidade do Austrália pro Brasil. No Brasil eu não consigo ver vídeo do Youtbe e o Instagram no celular na rua. As vezes não grava nem foto! Aqui na Austrália como o Jerry disse vc consegue assistir o Netflix no Celular… A internet no Brasil é um lixo comparada com a daqui.

      Eu não sei como é o seu nível de compreensão de texto, releia a parte das universidades e das empresas ele não disse nada do que vc entendeu… E ele nessa hora personalizou e disse que era a experiencia na área dele.

      Seu comentário esta parecendo de invejoso que se sentiu diminuido pelo post. E como o Jerry falou isso é experiência dele, na área de TI. Muitas vezes nem médico, nem Juiz tem essas facilidades, fazer o que se atualmente TI é a área que mais proporciona bem estar pros seus funcionários?

      Jerry não liga pra esse povo mesquinho, não. Felicidade incomoda mais do que tudo. Continue escrevendo assim, pois os outros blogs são muito chatos…

      • Leticia, se você entrou no link que postei, então você viu que não sou que estou dizendo que as velocidades estão próximas, mas um site que é respeitado na Austrália. E milhares de brasileiros conseguem ver vídeo do Youtube e o Instagram no celular na rua, se você teve um problema, não quer dizer que todos tem ou terão o mesmo problema.

        Ele disse que a experiencia dele é que o trabalho no Brasil é uma bagunça. Isto é claramente um exagero. Ele disse também que era normal uma pessoa sair para tomar um café e voltar 1 hora depois, que é outro exagero.

        Alguns exemplos que ele deu não ocorrem só na Austrália ou EUA, mas em vários lugares do mundo.

        Em nenhum momento eu o ofendi, pois ser exagerado na Internet não é ofensa para mim. Eu apenas não concordei com tudo que ele disse. Isso é errado? Não podemos discordar?

        Não entendi porque você me ofendeu várias vezes.

    • Então quanto a internet….nos grandes centros a internet no Brasil é sofrivel e cara, fora deles, sorte de quem tem por ter pois é mais cara ainda… no estado de sp, mais rico da união, tem lugares que só pega vivo e não oferencem mais de 2 mb e cobram 60 reais por isso mais a conta de telefone que vc é obrigado a ter (30 só pela assiantura).Não quer pagar a Vivo?então vc pode optar por internet via satélite, uns meros 300 reais.Na boa cara pálida , não sei que mundo vc vive.Todos os países tem problemas mas não estamos atrás de vários países à toa.Seria bom que fossemos vários paises ao invés de um só

      • Luciano, na Austrália tem lugar que você também não tem Internet de qualidade. Dizer que a Austrália tem 3G ou 4G até no fundo do oceano é exagero, até porque não tem nem em todo o território nacional. E a barreira dos corais é um lugar turístico com boa visitação.

        Eu não entendo essa mania, das pessoas deste blog, de ofender os outros que tem opinião contrária.

  7. Muito bom seu post ! também sou da área de TI, atualmente ainda estou aqui no Brasil, mas pretendo ir para a Austrália em Jun/2015, sou empresário aqui no Brasil, abri uma empresa de TI com um amigo/sócio, nosso nivel de ingles é mais técnico mesmo, para o trabalho, mais a parte de leitura e compreensao de textos, mesmo assim acha que é possível conseguir algum trabalho na área com o visto de estudante ? estou indo para estudar Ingles inicialmente, mas pretendo me formar e continuar os estudos, gosto muito do meu trabalho, abs e parabéns pelo blog, está muito bacana, me ajuda bastante !!!

  8. Olá,ótimo post.
    Mas gostaria de saber mais sobre o trabalho de arquiteto,você acha que um arquiteto com experiência no Brasil sabendo usar o autocad tem chance no mercado de trabalho?Seria o caso de sustentar uma família de 3 com moradia em Sidney ou Melbourne.Obrigada

  9. Excelente post! Tenho acompanhado seus posts desde quando estava no Brasil e tem sempre me ajudado muito. Trabalho com IT também, ja fiz a avaliação para o Skilled Visa e sou apta para aplicação deste, preciso “apenas” do IELTS ou CAE (Cambridge). Estou em Sydney ha 5 meses, atualmente fazendo preparatório para o FCE (Cambridge) e posteriormente para o CAE. Tenho 11 anos de experiência na area (contados apos universidade), minha maior experiência ‘e em analise de sistemas e programação, porem, nos últimos 4 anos atuei fortemente em Gestao de Projetos (sou PMP), porem por não estar fluente no inglês não me sinto a vontade para buscar vagas nessa area. Como adoro programação, pensei em voltar a trabalhar com C# (.net). Por favor, saberia recomendar algum curso em Sydney para atualizacao em .net? Acha que seria mais “fácil” seguir por esse caminho? Muito obrigada desde ja!

LEAVE A REPLY