Saiba tudo o que você precisa para reconhecer a carreira de Psicologia e se tornar uma psicóloga na Austrália.

Todo ano o Brazil Australia recebe muitas perguntas sobre a profissão de psicologia, a carreira chama a atenção por estar na lista em demanda para aplicar para a residência permanente e é muito valorizada no país.  Como a profissão faz parte da área médica, as exigências naturalmente são maiores na hora da revalidação.

Aqui na Austrália a formação do psicólogo demora mais do que no Brasil, são necessários 6 anos de estudo, então a equivalência direta do diploma brasileiro é prejudicada. Os brasileiros precisam de um mestrado ou Doutorado pra atingir a carga horária equivalente. Também é necessário alguns anos de experiência para quem pretende aplicar para o visto de residência e a nota 7 no Ielts acadêmico (Exame de inglês).

Média de Salários para Psicólogos na Austrália

Os salários variam  entre AU$ 43,636 – AU$ 99,532 com a média de AU$ 71,139 por ano.

Carreiras em demanda 2015 na área da Psicologia

  • Clinical Psychologist
  • Educational Psychologist
  • Organisational Psychologist
  • Psychotherapist
  • Psychologists nec

Dica importante: As leis de imigração e reconhecimento da profissão estão sempre mudando, então indicamos a leitura do site oficial da APS e a contratação de um agente de imigração para lhe ajudar no processo.

Entrevista com a psicóloga Mariana Cabral

Conversamos  com a psicóloga Mariana Cabral que esta no meio do processo para reconhecer a carreira de psicologia aqui na Austrália e tem informações atualizadas sobre o processo de revalidação do diploma.fotopretoebranco  Como ser Psicóloga na Austrália fotopretoebranco

1) Seu nome, cidade onde mora, o que faz e quando se mudou pra Austrália?

Mariana, me mudei em 2011 para a Austrália e atualmente moro em Brisbane, mas estou de mudança pra Sydney.
Atualmente tenho o meu próprio business, uma loja de roupa de ginástica online.

2) Como foi que surgiu a ideia de se mudar pra Austrália e quem veio com você?

Eu conheci o Josh, meu atual marido, mochilando pela Argentina em 2008 e começamos a namorar à distância. Durante os primeiros 3 anos de relacionamento à distância e nos víamos de 2 a 3 vezes por ano. Como eu era estudante tinha sempre 4 meses de folga por ano e ele tinha 1 mês. Foi muito difícil namorar assim, por isso que, quando eu conclui minha graduação, vim para a Austrália ficar com ele.

3) Por que você tomou a decisão de revalidar sua profissão na Austrália?

Meus primeiros trabalhos na Austrália foram de vendedora de loja e de babá. Enquanto que através desses trabalhos eu conseguia pagar as contas, eu não me sentia realizada profissionalmente. O meu desejo sempre foi de fazer mestrado e doutorado para poder tanto clinicar como dar aulas na universidade. Eu tinha o desejo de entrar no Mestrado de Psicologia Clínica aqui, e como essa pós-graduação e muito concorrida, achei que ter o meu diploma revalidado iria me ajudar.

4) Você poderia falar um pouco sobre as diferenças entre a psicologia no Brasil e na Austrália? O cenário de Psicologia – Psychologist X Counsellor.

Ser psicólogo no Brasil abrange várias competências e habilidades, além de áreas do conhecimento. Na América Latina em geral, a Psicologia tem uma tônica bastante social, tendo em vista que muitos problemas apresentados na psique no ser humano tem raízes sociais (pobreza, desigualdade social, etc). Esses assuntos não estão presentes na Austrália de uma forma geral, fazendo com que a Psicologia na Austrália se pareça mais com uma disciplina mais ligada à Medicina e às ciências biológicas.

Enquanto que no Brasil nos também temos as opções mais biológicas, elas parecem mais hegemônicas aqui na Austrália. Tomemos a Psicologia Clínica, por exemplo. No Brasil ela engloba tanto a TCC (Terapia Cognitivo-comportamental, que é mais ligada aos padrões rígidos de ciência) quanto as psicoterapias de base humanista e a própria Psicanalise. Já na Austrália somente as terapias de base cientifica são consideradas Psicologia Clínica, e as pessoas que as desenvolvem são os verdadeiros “Psicólogos” (Psychologists). Já aqueles que praticam psicoterapias de base humanista e filosófica, tais como as terapias narrativas, psicanálise e terapia existencial não recebem o título de Psicologo Clínico, mas sim de Counsellors. Esta divisão não existe em nosso país.

Os Psychologists têm em geral, um salário superior aos Counsellors e as pós-graduações que conferem o título de Psychologist (Masters of Clinical Psychology, Masters of Organizational Psychology e Masters of Neuropsychology) são muito concorridas pra entrar!

5) Qual caminho você pretende tomar e o que você pretende estudar para se tornar uma psicóloga aqui?

O meu plano sempre foi fazer o Mestrado em Psicologia Clínica e somente agora estou me candidatando para as Universidades mais seriamente, tendo em vista que a minha Residência Permanente esta sendo processada.

No entanto, como o curso é muito concorrido, caso eu não consiga entrar, eu penso em fazer um mestrado na área de ciências sociais e tentar aplicar para o doutorado em Psicologia Clínica. Já conheci muitos Australianos que não conseguiram entrar no mestrado de psicologia clínica e optaram por outro mestrados para se tornarem mais competitivos ao tentar o doutorado.

6) Para obter a equivalência do tempo de estudo na Austrália é necessário estudar mais tempo, a APS – Australian Psychological Society aceita o mestrado feito no Brasil ou somente na Austrália?

Para a equivalência ao tempo de estudos nada é necessário, somente uma medição do que você já estudou no Brasil… Por exemplo, se sua graduação for de 5 anos mais 1 ano de especialização, vc tem 6 anos de equivalência de estudos, o que já te qualifica para registrar como psicólogo na austrália, entende? Tanto faz que o seu mestrado seja feita na Austrália ou no Brasil. O tempo sera contabilizado independente disso.

7) Ajuda ter Artigos científico publicados em revistas brasileiras no processo de reconhecimento da profissão e na imigração?
Artigos científicos publicados em revistas brasileiras contam ponto no seu currículo de uma forma geral e certamente auxiliam na entrada na pós-graduado aqui.  Mas eu já não sei quanto a imigração qualificada, pois não tenho esse tipo de experiência.

8) Quais são as etapas pra reconhecimento do seu diploma aqui na Austrália?

Primeiramente que toda a sua documentação acadêmica deve estar traduzida oficialmente, o que em si já e um processo bem caro.

De posse desses documentos você contacta a APS – Australian Psychological Society – e eles vão indicar qual dos processos de reconhecimento do seu diploma você deve fazer. Isso vai depender da finalidade para a revalidação, seja para migração qualificada, ou para ingresso em pós-graduação ou para exercício da profissão.

Assim você preenche os formulários de acordo com a finalidade e envia toda a documentação para eles.

9) Qual é a documentação necessária pra revalidação?

Tradução juramentada dos documentos:

  • Histórico escolar (conclusão do ensino médio),
  • Histórico acadêmico (graduação, especializações, mestrados, doutorados, etc),
  • Diplomas,
  • Cópia juramentada de alguns trechos do TCC (trabalho de conclusão de curso),
  • Tese de mestrado ou doutorado.
  • Se o motivo da revalidação for migração qualificada eles vão pedir um exame de inglês também.

10) Quanto custa o processo de revalidação?

A taxa da APS varia entre AU$ 800-1000, mas antes disso tem todos os custos com tradução juramentada.

11) Depois de quanto tempo em média sai o reconhecimento da profissão?

De 6 a 8 semanas eles dão um parecer sobre o seu processo. No meu caso eles deram a equivalência da minha formação a 5 anos de estudo em Psicologia na Austrália. No entanto, para se registrar como Psicólogo junto ao Conselho que regulamenta a profissão (ABP – Australian Board of Psychology) é preciso no mínimo 6 anos de estudo, dai porque eu ainda não posso exercer minha profissão na Austrália. Preciso continuar meus estudos.

12) Você teria mais alguma informação que acredita ser relevante pra dividir conosco?

Para quem deseja vir do Brasil já com experiência de estágio ou profissional, é muito importante trazer carta de todos os seus empregadores (Statement of service), colocando o tempo de serviço e que atividades você realizava enquanto funcionário. Esse tipo de documento e exigido por quase todas as universidades durante o processo seletivo de pós-graduação. Também é válido conseguir cartas de recomendação em inglês de ex-empregadores ou professores.

+++

Mariana desejamos que o seu processo dê muito certo e que você obtenha muito sucesso aqui na Austrália.  Sua generosidade em dividir essas informações, vai ajudar muita gente. Estamos torcendo pra que a comunidade brasileira ganhe mais uma psicóloga aqui em Sydney!

Se você acha que pode ajudar pessoas e contribuir com o site dividindo a sua experiência entre em contato pelo formulário do site clicando aqui.

Solicite Orçamento 160×160

20 COMMENTS

  1. Alguém saberia me informar se um curso de formação em terapia cognitivo comportamental, tem uma aceitação como pós-graduação, ou seja, se ela entra como uma especialização na austrália ?
    agradeço qualquer auxilio.

    • Olá Hudson. Isso seria uma especialização? Qual seria a carga horária desse curso? Eu acho que se a carga horária for semelhante a da universidade vc tem maiores chances. Assim que der certo volte aqui e divida a sua experiência. Abs,

  2. Olá Michelle,

    Esse tema foi de muita utilidade, em primeiro lugar, estou muito agradecida.
    Em segundo lugar, sou carioca, psicóloga sistêmica, pesquisadora em antropologia da emoção, trabalho com dependência química, além de fazer atendimento clínico usando o pensamento do psicólogo russo Lev Vigotsky Pretendo migrar para Perth e estou neste momento investigando todas as possibilidade, seria possível mais informações ou uma indicação de novos contatos?
    Agradecida Michelle, Abço

  3. Olá Michelle e Jerry!

    Excelente postagem, e parabéns pela iniciativa de sempre trazerem coisas novas para ajudar quem busca informações. As postagens de vocês me ajudaram muito a tomar a decisão de ir pra Austrália, e se tudo der certo, em breve estarei por aí.
    se me permite, gostaria de deixar a sugestão de fazerem um post parecido relacionado a Arquitetura, iria ser ótimo!

    Saudações,
    Rafael.

  4. Olá
    A postagem foi muito util pois sou psicóloga e estou iniciando um planejamento para morar em Gold Coast
    Fiquei animada pois tenho uma especialização de 2 anos em Terapia Cognitivo Comportamental…

    Obrigada

  5. Olá Michelle!

    Parabéns pelo post! Finalmente encontrei dicas sobre a minha área!

    Sou Psicóloga, formada há dois anos, e com aproximadamente cinco anos de experiência em Recursos Humanos. Estou atualmente cursando Especialização/MBA em Psicologia Organizacional, com término previsto ainda este ano, e duração de um ano e meio.
    Meus planos envolvem aplicação para residência e exercício da profissão em Sydney, Melbourne ou Brisbane, mas ainda não escolhi a cidade. Poxa, tenho tantas dúvidas! Se vocês puderem me ajudar…Segue:

    – “… Isso vai depender da finalidade para a revalidação, seja para migração qualificada, ou para ingresso em pós-graduação ou para exercício da profissão.”
    Não entendi. Qual a diferença entre migração qualificada e exercício da profissão? Se eu for tentar para exercício da profissão, não há necessidade de fazer o IELTS?

    – Vocês teriam algum agente imigratório ou agência especializada em Psicologia? Só encontro pessoas que trabalham com TI 🙁

    – Consigo fazer todo o processo daqui do Brasil, ou seria melhor ir para lá com visto de estudante e aplicar já no país?

    – E sobre as cidades, vocês conseguiriam me informar qual delas oferece um maior número de vagas e chances em Psicologia Organizacional?

    Muito obrigada e mais uma vez parabéns pelo site!!!
    Valéria Silva

  6. Ola Pessoal
    Eu tambem sou Psicologa Clinica e moro em Queensland e fiz minha validacao de meu diploma aqui ha uns 8 anos atras. O processo nao e demorado mas, e e preciso toda a documentacao traduzida por tradutor juramentado, como Mariana Cabral, explicou tao bem na materia dela.
    Eu consegui 5 anos de equivalencia de curso aqui e se nao me engano ;escrevi na epoca para o Conselho de Psicologia ( Australia Board of Psychology) para saber, se poderia trabalhar aqui e eles me disseram que eu poderia trabalhar 2 anos sob supervisao ou fazer Mestrado em Psicologia. Todavia, o conselho require media 7 no IELTS Academico nas 4 bandas do teste para que possamos sermos membros do mesmo. Ano passado fui ao Open Day da Universidade de Sunshine Coast para ver como poderia entrar no Mestrado e como Mariana disse e bem concorrido e eles exigem que sejamos registrados no Conselho de Psicolgia para entrarmos no mestrado,
    Espero ter ajudado com a informacao.
    Um abraco

    • Catarina, tudo bom?

      Obrigada pelas informações! Fiquei com uma dúvida quanto ao seu comentário sobre o IELTS.
      Qual a versão do IELTS eles exigem para revalidação do diploma, quando o motivo seria imigração? Pois como já curso Especialização no Brasil, meu principal interesse seria exercer a profissão.

      Grata!!

      • Oi Valeria
        Tudo bem?
        Para a validacao do diploma e tambem para o registro no conselho; eles exigem Nota 7 nas 4 bandas do teste; ou seja, o writing, listening, reading and speaking e o teste e o IELTS Academico.
        As informacoes de Luciana Zeni estao muito bem explicadas e creio que mais atualizadas do que as minhas pois,minha equivalencia de curso foi feita depois que me mudei para a Australia e creio que fiz em 2006 ou 2007.
        Se voce quiser pode me adicionar no Face; o meu e Catarina Starks
        Um abraco

    • oi Catarina
      moro em Queensland tb ,tenho td minha documentacao traduzida para o ingles ,tb so psicologa me adciona no facebook,Carolina Hameranta ,para podermos trocar ideia a respeito .abs

      • Oi Carolina
        Eu ja pedi autorizacao pra vc me adicionar no teu Face.
        Com certeza poderemos trocar ideias a respeito .
        Um abraco

  7. Oi pessoal.

    Sou psicóloga e ano passado passei por todo o processo de equivalência dos estudos e de registro profissional. Vou tentar complementar as informações da Mariana e da Catarina.

    O IELTS é exigido quando a avaliação da APS é para fim migratório, pois o relatório final é avaliado pelo Departamento de Imigração – e pode também ser usado para solicitar o registro profissional. Caso seja solicitada a equivalência para exercício da profissão o Ielts será necessário apenas quando solicitarem o registro profissional, ou seja, ganha-se tempo para obter a nota necessária na prova. Entretanto, acredito que o relatório gerado neste caso não seja aceito pela imigração. Mais informações: http://www.psychology.org.au/membership/qualifications/

    Vale lembrar que nem todos os cursos de pós graduação são considerados pela APS; não sei quais os critérios avaliados, mas eu tenho 2 cursos de Especialização que não foram considerados.

    O Registro profissional é expedido pela AHPRA, agência à qual o conselho de psicologia e de outras profissões da área da saúde respondem. Todos os overseas trained psychologists têm que fazer um estágio de 3 meses e passar no Exame Nacional de Psicologia. Mais informações: http://www.psychologyboard.gov.au/Registration/Overseas-Applicants.aspx

    O IELTS tem que ser Acadêmico e a nota mínima em cada banda é 7 em todos os casos.

    Espero ter ajudado um pouco mais. Boa sorte a todos.

    • Olá Luciana.

      Muito Obrigada por suas contribuições, certamente vão auxiliar muita gente!
      Parabéns pelo registro profissional! Só quem já passou por isso, sabe que é uma grande vitória.

      Abs,

    • Olá Luciana, boa noite! Tudo bem?

      Obrigada desde já pela ajuda aqui no site 🙂

      Fiquei com duas dúvidas quanto ao que você falou:

      – Esse estágio de 3 meses + Exame Nacional de Psicologia é obrigatório para todos os Psicólogos formados fora da Austrália? Não basta ter os 6 anos de equivalência?

      – E sobre as suas Especializações, quais seriam elas? Pois a minha é em Psicologia Organizacional…espero que eles aceitem…

      Fico no aguardo.

      Grata!!
      Valéria

  8. Olá, quero agradecer a todas as informações que foram colocadas na página.
    tenho algumas dúvidas quanto a imigração para trabalho. Sou psicólogo e cogito a possibilidade de me inscrever para a seleção que está aberta até julho de 2015. Gostaria de saber sobre a conversão dos anos de formação, se ela também é aplicada para esse tipo de candidatura; se é necessário toda a minha documentação acadêmica em inglês na modalidade de tradução que foi indicada no artigo.

    Agradeço, desde já.

  9. Pessoal, parabéns pelo site! Foi um belo achado. Se vcs puderem me responder uma dúvida ou encaminhá-la para a Mariana, ficaria muito grato!
    Seria possível explicar melhor essa divisão entre Counsellors e Psychologists? Eles tem a mesma formação base e é a escolha teórica que define esse “título” ou desde o início da graduação essa escolha tem de ser feita? Trabalhar e ter formação em psicanálise me impediria de me candidatar à seleção do ministério da imigração? Pois na lista não são citados os Counsellors. Muito grato pela ajuda! Abraços

LEAVE A REPLY