Grande parte dos estudantes que vieram para a Austrália passaram pelo menos uma vez por algum momento em que precisaram andar de chinelo na corda bamba pra poder se manter por aqui. As histórias são as mais trágicas e engraçadas ao mesmo tempo, das quais alguns lembram com bom humor, outros nem tanto.

De qualquer forma, vivendo como estudante brasileiro em outro país, vez por outra é preciso se virar para garantir o almoço do dia ou o aluguel na segunda-feira. Com isso, pra facilitar a vida dos estudantes que chegam aqui com 1000 dólares no bolso e muitos planos resolvi escrever o guia de como ser pobre na Austrália baseado em experiências de outros estudantes brasileiros que já viveram seus dias de pobre por aqui. (updated)

Garantindo o Rango.

A fome apertou e você só tem o dinheiro contado, centavo por centavo, pra pagar o aluguel no final da semana. Como todo bom brasileiro você pensa em dar o balão no dono da shared e ficar fugindo como o seu madruga fugia do senhor barriga no programa mexicano Chaves. Contudo, lembra-se que aqui é a Austrália e não o Brasil e se não pagar o aluguel vai encontrar suas coisas no meio da rua no dia seguinte. O que fazer?

Tentar arrumar um emprego de última hora não adianta, pois os salários são pagos semanalmente e você está com fome agora. Roubar o mendigo vira uma opção, afinal eles dão o maior mole do mundo de dormir deixando o caixote de moedas dando sopa, mas apesar de tentador você nao quer passar a vergonha de ser preso e deportado por te roubado do mendigo.

Então você pensa em comprar um pão. Não tem nada que pobre goste mais do que pão com manteiga. Acontece que pão aqui é caro e manteiga então nemse fala.

Ai você encontra aquele seu amigo brasileiro que está aqui há dois anos em busca de uma solução e não é que ele tem.

Casquinha do Hungry

 Como Viver sem Dinheiro Austrália hungry jacks 2

A primeira solução são os famosos sorvetes de casquinha do Hungry Jacks. Quando cheguei aqui na Austrália, por $0,30 centavos você comprava uma destas. Hoje está 50 centavos, mas ainda assim é bem barato, com apenas uma moedinha de $2,00 por dia você consegue comer dois sorvetes por refeição  (almoço e jantar, pobre não toma café da manhã). Eu tinha um amigo aqui na Austrália que comia duas destas de café da manhã antes de ir para a escola.

Como Viver sem Dinheiro Austrália cone

Home Brand

Como Viver sem Dinheiro Austrália Homebrand

A segunda opção é o famoso miojo Home Brand. Até miojo é caro na Austrália, mas miojo home brand custa apenas $0,40 centavos e ainda vem com tempero. Com $0,70 centavos você consegue comer um miojo Home Brand e ainda uma casquinha do Hungry jacks de sobremesa. Home Brand é a marca de quem está sem grana pro supermercado por aqui. Tudo que é feito pela marca Home Brand tem gosto ruim ou pode lhe matar (a fome é claro), mas é a marca preferida de 11 em 10 estudantes.

Sorry. Pensei que fosse meu.

Como Viver sem Dinheiro Austrália fridge

De todas, está é a estratégia número um não só dos brasileiros, mas de qualquer estrangeiro cara de pau que more em uma shared. Na shared geralmente cada um tem seu armarinho na cozinha e o espaço na geladeira é comum a todos. Pra que se preocupar com o supermercado se sua flatmate sueca já fez as compras? Para não se sentir culpado por furtar um pouco do cereal, ovos e filé de peixe que ela compra toda semana, pense que os povos de países ricos tem um espírito filantrópico e não se importarão de que você fará um empréstimo sem consultá-los em prol das crianças carentes (no caso você) de países em desenvolvimento.

De fato, apesar de nunca ter morado em uma shared, eu já conheci vários destes mão leve que habitam as shareds aqui da Austrália. O mesmo amigo que comentei acima na casquinha do Hungry Jacks, morou em uma shared com mais 9 pessoas. Uma destas pessoas era um irlandês doido que vivia comendo as coisas dos outros. Um dia a sueca que morava com eles deu um esporro de uns 10 minutos no cara para que ele parasse de pegar as coisas dela e do resto da casa. No dia seguinte dei um pulo lá e ele (o irlandês) me convidou para um café. Na maior cara de pau do mundo ele abriu o armário, pegou o café da sueca e mais uns biscoitos que viu lá, depois abriu a geladeira e pegou um leite onde se via um bilhete escrito o nome de outra pessoa e pra terminar pegou um pão sabe-se lá de quem. Fez isso como se ninguém nunca tivesse comentado nada com ele. Uma figura.

Como Viver sem Dinheiro Austrália fridge note5 thumb3

Caso seja pego e lhe seja solicitado através de interventions e bilhetes mal educados que pare de furtar comida de outros flatmates simplesmente responda: Sorry, I thought it was mine.

Jeitinho Brasileiro

Como Viver sem Dinheiro Austrália Srgio Malandro mallandro

Todas as soluções anteriores foram meros paleativos que nem de longe fazem uso do espírito empreendedor e criativo do brasileiro. Esta hora de aperto pode fazer florecer em você o espírito de novas oportunidades e lhe fazer perceber que dentro de você há um ser criativo e com uma solução para qualquer problema.

Como um brasileiro fez uma vez. Crie um anúncio oferecendo serviço de acompanhante (sem envolver sexo ou algo do tipo) para velhinhas carentes. Fale que você irá com ela ao bingo, ao almoço da terceira idade e até pode ficar com ela assistindo televisão domingo a noite. Coloque um anúncio bem chamativo explorando aspectos importantes da nossa cultura: “Spiced Brazilian looking for lonelly  grandma”.

Parece brincadeira, mas há 4 anos um brasileiro fez exatamente isso. Ele colocou um anúncio no GumTree, uma espécie de Ebay aqui da Austrália oferecendo serviço de acompanhante para velhinhas. Um amigo me mandou o anúncio por email e eu não conseguia acreditar.

Gastando Pouco com Moradia.

Moradia é sem dúvida o maior gasto aqui na Austrália, mas existem maneiras de morar mau gastando muito pouco

Rocinha na Austrália

Como Viver sem Dinheiro Austrália 9 Worst Roommates You Will Ever Have

Você sai do Brasil reclamando que não aguenta mais favela, ai vem pra Sydney, o bolso aperta e fica pensando o como seria bom se conseguisse um barraco baratinho pra guardar suas trouxas de roupa e bater um cochilo depois do trabalho. Ela existe. A famosa rocinha australiana foi criada por autênticos brasileiros em busca trazer para a Austrália a sensação de se viver em uma favela carioca sem vista pro mar.

A rocinha brasileira já é famosa por aqui. Ela já não é mais tão barata quanto foi um dia, mas ainda é uma boa opção para quem quer morar na Austrália, mas morre de saudades do Brasil. Com ratos do tamanho de cangurus e baratas capazes de devorar uma pizza inteira em apenas uma noite a Rocinha brasileira tem feito fama entre os brasileiros sem grana, ou um lugar para morar, que vem tentar a vida aqui.

Devido a sua fama internacional, a favela australiana tem uma enorme lista de espera e quem pretende morar ali precisa reservar com bastante antecedência.

A Rocinha na Austrália e outras favelas que estão sendo implantadas na região de Sydney vem com direito a pagode e gritaria, pra você se sentir num típico ambiente brasileiro

Para saber mais sobre a Rocinha na Austrália

Amigo Indiano.

Como Viver sem Dinheiro Austrália crowded indian

Os indianos são o povo que consegue agrupar o maior número de pessoas por metro quadrado. Muitos apartamentos de apenas um quarto na city possuem 10 indianos habitando um apartamento do tamanho do lavabo da sua casa. Qualquer apartamento minúsculo vira logo um albergue repleto de beliches  sem espaço para sequer se espreguiçar.

Arrume um amigo indiano que lhe ofereça uma vaga em seu albergue. Apesar de morar numa caixa de ovos você irá pagar barato. Não terá vida, nem privacidade e depois de 3 meses vai querer se atirar da varanda para pelo menos tentar respirar, mas de qualquer forma vai conseguir pagar o aluguel sem problemas. Mas tome cuidado, pois acredite ou não até a varanda eles alugam. Não é raro ver algum doido pagando 75 dólares por semana para dormir num sleeping bag na varanda de algum apartamento na city. O problema será quando eles começarem a colocar beliches na varanda.

Arrumar um amigo indiano é fácil. Pergunte para qualquer indiano na city se vocês não estão fazendo o mesmo curso de contabilidade. Ele não vai lembrar de você, mas certamente estará fazendo um curso de contabilidade. Outra opção échegar pra qualquer indiano no mundo e falar: Hi Kumar!. Você tem 99% de chances de este ser o seu nome.

Café com os Amigos.

Como Viver sem Dinheiro Austrália AustraliaP55b 100Dollars  252819 252999 dgs f

Aqui na Austrália é comum tomar um café durante a tarde com os amigos para colocar a conversa em dia e relaxar. Com o cafezinho custando $6.00 dólares você não vai gastar o dinheiro do seu almoço da semana num café. Se for um amigo não brasileiro a solução é andar com uma nota plastificada de $100,00 dólares na carteira (a mesma nota vai ser usada para outras atividades). Quando você for pagar o café tire a nota de cem dólares que imediatamente seu amigo estrangeiro irá lhe pagar contanto que você pague da próxima vez. O que não irá acontecer.

Os brasileiros já conhecem este golpe e se você convidá-los para um café correrá o risco de ele também ter uma nota de $100,00 dólares na carteira. A melhor opção neste caso é marcar seu café no Hungry Jacks.

De fato o Hungry jacks não serve café e se servir deve ser horrível, mas não se preocupe, você não irá tomar café. O Hungry Jacks possui o sistema de refil, ou seja, você compra  refrigerante apenas uma vez e pode encher quantas vezes quiser. Desta forma ande sempre com um copo do Hungry Jacks em sua mochila pronto para ser usado. Caso queira fazer uma moral com os amigos, ande com dois copos e diga que você paga desta vez, mas na próxima é ele.

Sente no Hungry Jacks e encha seu copo e de seu amigo quantas vezes quiser, coloquem a conversa em dia, mas não esqueça de guadar o copo na mochila novamente para um próximo café.

Transporte Gratuito

O transporte público na Austrália é caro e você não pode se dar ao luxo de pagar cada vez que pega o ônibus. A primeira opção envolve a mesma nota plastificada de $100,00 dólares que você usa pro café. Nenhum cobrador tem troco. Nunca! Portanto se você aparecer com qualquer nota acima de $20,00 vai ouvir a mesma coisa: “Não tenho troco”. Aproveitando desta brecha no sistema você precisa parecer convincente para nunca mais pagar um ônibus na sua vida.

Espere pelo ônibus. Quando o ônibus estiver vindo se afaste 15 metros do ponto e espere alguém pedir para o ônibus parar. Quando o ônibus estiver parado e quase indo embora saia correndo e entre no ônibus bufando com cara de quem vai dar o último beijo na sua mãe que está morrendo. Olhe nos olhos do motorista, diga bom dia e tire a nota de $100 dólares. Ele vai falar resmungando que não tem troco. Faça cara de choro e pergunte novamente se ele não tem troco. Ele vai te xingar por 1 minuto e deixar você entrar.

Não demore mais de 15 minutos para descer do ônibus, pois é possivel que até lá ele consiga o troco.

Ganhando um Extra

O alívio em estar sem dinheiro é o fato que pior não pode ficar. Desta forma, qualquer dinheiro extra que entre é lucro. Nesta hora é preciso ser criativo como o amigo brasileiro que criou o serviço de acompanhar velhinhas e pensar em algo para conseguir um extra sem trabalhar muito.

A Grande Habilidade de Falar Português

Enquanto outros brasileiros se matam de trabalhar como cleaners, housekeepers e outras coisas, você que é esperto sabe que enquanto a formiga trabalha a cigarra canta e fica pensando no que fazer pra ganhar uma grana sem trabalhar muito. Não precisa pensar muito. Quais são os únicos talentos que você tem que não precisou fazer muito esforço pra adquirir? Fácil: Falar português e jogar futebol.

Mas como posso ganhar dinheiro com isso você está pensando? Vá no Seek (site de empregos) e digite poruguese no campo de busca e tente achar qualquer emprego em que a única habilidade necessária é falar português. Mas e o futebol? Eu não sei jogar futebol!!!

Sim, você sabe, se não sabe pelo menosv ão achar que você sabe simplesmente por ser brasileiro.Procure se tornar instrutor de futebol de crianças que odeiam futebol (a maioria por aqui). Eles não vão aprender nada, mas os pais não irão lhe culpar, afinal, os filhos deles não fazem força pra aprender.

Professor de Espanhol.

Pouca gente quer aprender português, mas quando o assunto é espanhol, a procura pode aumentar. No Brasil nós achamos que falamos espanhol, mas basta conversar 3 minutos com um para não saber se eles estão falando sobre a crise econômica ou sobre a hérnia de disco da avó.

Bom… você não sabe falar espanhol, mas o estrangeiro muito menos, portanto ninguém vai saber se você estiver ensinando errado. Fale em português colocando o ION no final de todas as palavras que terminam com ÃO. Situação = Situacion, medicação= Medicacion e por ai vai. Para ecorporar o espírito espanhol fale como se quisesse vender um videocassete paraguaio para uma velhinha e não se esqueça de usar as palavras caliente, enbaraçada e mi amigo.

Caso eles percebam que seu espanhol é péssimo fale que seu espanhol vem de um dialeto falado no norte da espanha, não muito usado hoje em dia.

Se Faça de Coitado

Está é a preferida dos brasileiros e muito fácil de ser aplicada.

Arrume algum amigo que está trabalhando e quer algo da vida, de preferência um amigo rico ou de país desenvolvido. Conte para ele sua história triste, fale que seu país tem criminalidade alta, corrupção, favela, que seu pai te batia e que você não sabe como vai pagar o aluguel esta semana. Até ai seu amigo já vai dar aquela amolecida. Depois fale que a vida está difícil e você é apenas mais um rapaz latino americano sem dinheiro no bolso, mas que graças a Deus tem bons amigos. Nesta hora seu amigo vai ficar com medo de você pedir para morar na casa dele e nunca mais ir embora, ai ele vai perguntar se pode te ajudar de alguma forma. Fale que o aluguel é 800 dólares, mas você já tem quase todo dinheiro. Ele vai perguntar quanto você tem. É nesta hora que seu talento brasileiro precisa ser usado. Enfie a mão no bolso, tire uma nota de cinquenta dólares, depois tire mais uma de vinte enrolada em um monte de guardanapo. Ele vai achar que você está cheio da grana. Deixe cair os guardanapos no chão junto da foto de uma velha pobre. Espere que ele pegue a foto e pergunte quem é.

Deixe cair uma lágrima e responda que é sua avó e que tudo o que você queria é dar uma vida melhor para ele e seus 18 irmãos.

Tire mais duas moedinhas de dez centavos do bolso. Ele vai se comover e te dar o dinheiro. De um grande abraço, mas não demonstre tanta felicidade e diga que você o pagará assim que receber seu próximo salário.

Pegue o dinheiro e vá fazer aquela viagem para New Zealand que você tanto queria.

Ficando Bonito e Perfumado

Como Viver sem Dinheiro Austrália sydney boxing day2

Já ouviu a frase: “Ele é pobre, mas é limpinho?”. Ela pode se referir a você aqui.  Se há algo que eu adminiro na Austrália é o fato do povo estar sempre spotless e cheiroso. Querendo parecer um local você também vai precisar cheirar bem, mas como conseguir isso se um pequeno frasco de um bom perfume custa mais que $100,00 dólares.

Lembre-se que perfume é caro, mas a amostra é sempre de graça. Passe em qualquer loja de departamentos e passe o quanto você quiser de seu perfume preferido. Aproveite e use um pouco dos gels pra cabelo e cremes pra pele. Tome cuidado para passar o perfume como se o estivesse fazendo pela primeira vez. Nada de intimidade com o vidro. Pegue o frasco e aqueles papeizinhos onde supostamente você deveria espirrar o perfume. Coloque o papel perto do pescoço e aperte o perfume 7 vezes bem rápido.

Coloque rapidamente o perfume de volta na prateleira e espalhe a sopa de perfume que está no seu pescoço pelo restante do corpo e saia sem olhar para os lados. Se a atentende te interromper tentando vender o perfume olhe pra ela indignado e pergunte se ela nao percebeu pelo seu cheiro que você já tem aquele perfume.

Bom, estas foram alguma dicas úteis para suportar com dignidade uma temporada como pobre aqui na Austrália. Use as dicas com moderação, pois apesar de ser pobre você é orgulhoso e não vai querer passar uma imagem errada para seus amigos, principalmente os que ainda estão no Brasil. Mas mesmo se você esteja aqui sem dinheiro, não se desanime. Lembre-se. poderia ser muito pior:

Como Viver sem Dinheiro Austrália 103047328

Como sei que tem gente que leva este blog mais a sério do que devia, espero que todos percebam que este post é uma brincadeira, que apesar de se basear em fatos reais acontecidos aqui, não são todos os tópicos que são realmente uma sugestão, mas apenas uma brincadeira. : )

Solicite Orçamento 160×160
SHARE
Previous articleCoisas que Aprendi na Austrália
Next articleO que Não Fazer na Austrália
Jerry Strazzeri
Jerry Strazzeri vive na Austrália com sua esposa desde 2006. Trabalha como Analista Digital na Austrália já tendo trabalhado em empresas no Brasil e Estados Unidos. Cidadão Australiano, junto com seu trabalho está concluindo uma graduação em Leadership. Junto com sua esposa Michelle, foi responsável por diversos sites na área de educação e TI e criaram o Brazil Austrália em 2006 para ajudar aqueles que estavam imigrando ou vindo estudar na Austrália. "Mas eu e a minha família serviremos ao Senhor" ~ Josué 24:15 Veja meu outro blog - Siga-me no Quora

32 COMMENTS

  1. LOLOLOL

    Este post devia ser impresso, emoldurado e colocado na parede de todas as estadias economicas da australia – mas em portugues! p eles nao perceberem! eh eh eh

  2. Jerry, vi a foto e me lembrei de uma coisa:

    Outro dia eu assisti ao Tonight Show with Jay Leno e a entrevistada foi a Cate Blanchett. Teve uma hora que ela falou que punha ketchup no macarrão. Aí ele perguntou se não era “tomato sauce”, e ela disse que era a mesma coisa. Aí na Austrália eles chamam tomato sauce de ketchup mesmo ou ela estava só brincando?

    • Oi Mait. É verdade. Aqui Tomato Sauce e Ketchup são a mesma coisa. É estranho, por que às vezes você quer dizer molho de tomat e eles pensam que é ketchup. É estranho. Na verdade aqui eles chamam tudo de tomato sauce, tanto o ketchup quanto o molho de tomate

  3. Brasileiro tem é que se **** mesmo.
    Quem paga a maior carga tributaria do planeta?
    Quem é que trabalha 6 meses só pra pagar imposto?
    Uma das gasolinas mais caras do mundo, quem paga?
    Um país enorme, rico por natureza, mas que não passa de um submundo de 3ª, que povo é esse, que não consegue fazer a nação sair da favela?
    Resposta:
    O Brasileiro
    SFA

    • Olá Ancião.

      Não é bem assim.Aqui na Austrália o imposto també é muito alto, a gasolina eu concordo que no Brasil é um roubo, mas não é todo o país que é uma porcaria ou o povo que é acomodado. O Brasil passou por um processo que leva muito tempo pra sair dele, mas parece que está saindo e hoje faz parte do BRIC. Se o Brasil investir em educação e no social tem udo para ser tornar um dos melhores lugares do mundo para se viver.

  4. Amei o post’
    Muito engraçado, gostei dakela de carregar o copo de refrigerante na bolsa, essa é boa !!

    Beijos ;*

  5. Jerry, você levantou um assunto interessante: como é que são os impostos aí na Austrália? Tem coisa do tipo Imposto de Renda (retido na fonte), IPVA, IOF, etc?

    Beijos!

  6. Brincadeira?…que isso Jerry voce sabe que muitos sao assim soh colocando as devidas proporcoes…rs…otimo post.

  7. Meus queridos impostos sao altos tb aqui na Irlanda. Altos, altos, altos…

    O estado aumentou ainda mais os nossos descontos devido a crise. O meu namorado levou por isso uma reducao de 100 euros e eu de metade porque tenho ordenado mais baixo por ja ter sido reduzida pelo meu proprio empregador!!!

    E nós somos considerados os sortudos pq ainda temos emprego! 😉

  8. Caros amigos,

    Brincadeiras a parte só quem morou lá, sabe que esses fatos narrados aqui podem ser muito mais reais do imaginamos.

    Morei em Brisbane durante 8 meses e aprendi muito sobre essas táticas de salvar dinheiro. E gostaria de conribuir com mais uma :

    Todo Supermercado possui uma Padaria que faz pães deliciosos e que nem sempre são comprados … Pois bem, descubra a que horas ela fecha e descubra em que latão de lixo eles depositam os pães que não foram vendidos. Pronto você terá estoque de pães ilimitados !!!

    Boa Sorte…

    • Olá Caio.

      Interessante esta sua dica. De fato ouvi falar até que eles jogam fora qualquer produto que a embalagem danificou, produtos bons, na validade, mas só por que a embalagem rasgou ou furou eles jogam no lixo. Vi um casal de ingleses que só comia destes bins e quando eles mostraram os produtos estavam todos muito bons. Era uma matéria mostrando o quanto de comida boa para consumo é jogada no lixo dos supermercados. Resta agora achar onde é este lixão deles…rs . Valeu

  9. Jerry, ótimo e triste seu último post.

    Mudando apenas um pouco o foco do assunto. Seria possível você fazer uma matéria sobre o que deveriamos por na mala para levar para ai? Digo isto, porque pela sua experiência desde o ínicio, talvez tenha sentido falta de algumas coisas que não pensou em levar.

    Ou até mesmo documentos que devemos providenciar, diplomas, certificados, coisas que só dariamos necessidade depois de estar ai.

    Obrigada pela sua colaboração de sempre!

    • Oi Gisele

      Isso vai depender muito.

      Em questão de roupas vai depender da época do ano, também vai depender de quanto tempo você vai ficar aqui.

      Roupas aqui são mais baratas que no Brasil então não precisa se preocupar muito.

      Em questão de produtos elétricos, aqui é tudo 220V, então não adianta muito trazer do Brasil.

      Já em relação à documentos, o que for necessário só se vai saber aqui depois. Por exemplo, se for aplicar para a residência, os documentos precisam ser cópias autenticadas recentes do Brasil, desta forma não tem como adiantar isso também.

      Eu não senti falta de nada. Cheguei aqui e estava frio, fui à Quicksilver e comprei umas blusas, o resto a gente vai se virando e comprando aqui que é mais barato.

      Eu traria apenas algo que você usa no Brasil e sabe que não tem aqui. Tinha uma amiga que só usava um sabonete da boticário, então ela trouxe vários.

      Fique tranquila que a maioria das coisas você compra aqui depois.

      valeu

      Abs

      • Jerry, muito obrigada pela sua prestatividade!

        Se por acaso em algum momento eu pensar em fazer uma pós, ou terminar a faculdade aí (porque eu sei que é caro), poderia adiantar algum documento levando comigo? ou esperar é a melhor opção?

        Quando você foi você deixou uma procuração aqui para alguém tratar dos seus interesses?

        • Oi Gisele

          Eu não deixei procuração, mas depois fiz uma aqui pelo consulado brasileiro para que meu pai pudesse solicitar alguns documentos em meu nome no Brasil.

          Não precisa se preocupar, é super tranqulo, aqui no consulado você consegue tudo.

          Valeu

          Abs

  10. Hahahahahah rachei de rir com esta parte “Hi Kumar!. Você tem 99% de chances de este ser o seu nome.” kkkkkkkkkkk

    Como sempre muito bom passar por aqui! Já estou na Austrália a 3 meses e graças a Deus nunca me faltou trabalho e eu espero não passar por estes apertos ai, mas se eu passar já sei onde vou consultar as dicas hehehe

    Abraços e continue escrevendo!

  11. kkkkkkkkkkkkkkkk… esse post é muito bom Jerry, muito bom senso de humor!
    A dica de se fazer de coitadinho foi muito engraçado….

    Jerry, aproveitando a oportunidade, em Janeiro estarei aí e quero saber se existe
    igreja da Hillsong em todos os lugares??? Eu vou pra Melbourne, lá tbm tem né?

  12. UFA!
    Q susto!!!

    Estou arrumando minhas malas para ir estudar em Hillsong e pensei.. puts… vou ter que poupar uns 200 mil reais pra conseguir me manter por 6 meses kkk

  13. Ri bastante…Por um momento bateu o desespero e pensei que fosse verdade, já estava pensando no bico que terei que fazer rsrsrsrsr. Gostei desta do referigerante, gostaria que fosse verdade 🙂 kkkkkk Espero estar indo em julho para a Austrália. Dicas são sempre muito úteis.

  14. […] É um blog bastante completo sobre a Austrália, escrito por um brasileiro. Várias dicas preciosas, especialmente se você pretende ir à Austrália para estudar inglês ou para migrantes, uma vez que o rapaz que escreve chegou lá como estudante de inglês e atualmente é cidadão australiano, com um emprego fixo e bem remunerado na sua área. Encontrei muitas curiosidades e dei algumas risadas lendo posts do blog dele. É interessante ter um ponto de vista de alguém que mora lá antes de chegar, mesmo que não vá ser o mesmo que o meu e que a maior parte das dicas não se aplique a mim diretamente. Sempre é possível extrair algumas. […]

  15. Jerry, depois de todos os posts que eu li, apesar de perceber que vc tem senso de humor, não esperava um post desses com dicas preciosas que não são tão puritanas!!! HAHAHA chorei de rir com várias dicas 😀
    Bom saber que mesmo morando anos na Australia o jogo de cintura e bom humor brasileiro não se perdem!!

LEAVE A REPLY