Estudar em Faculdade na Austrália

Estudar em uma universidade na Austrália é caro e geralmente bastante exigente. Não há como estudar em uma universidade Australiana sem um excelente nível de inglês.

Tudo vai depender da universidade, do curso, da localização e uma série de outros fatores. Quanto mais conhecida a universidade australiana, mais caro o curso e mais difícil de conseguir ser aprovado. O mesmo vale para os cursos mais concorridos.

Um exemplo é medicina. Grande parte dos cursos de medicina não aceitam estudantes internacionais e os que aceitam são extremamente disputados por milhares de orientais que escolhem a Austrália como o lugar onde farão sua faculdade.

Hoje nem respondo mais quem me pergunta como estudar em uma faculdade na Austrália, mas ainda não possui um excelente nível de inglês. O mínimo exigido pelas faculdades mas fracas é nota acima de 6 em todas as bandas do exame IELTS e para as boas faculdades o mínimo de 7.0 em todas as bandas em uma prova que possui nota máxima 9.0. Primeiro que você não conseguem nem aplicar para a faculdade sem antes apresentar o resultado do IELTS e é muito mais fácil estudar para obter uma boa nota para o IELTS aqui na Austrália do que tentar isso do Brasil

Quanto Custa uma Faculdade na Austrália

  university-of-sydney-biblioteca  Como Estudar em Uma Universidade na Austrália university of sydney biblioteca

Uma faculdade aqui na Austrália custa entre $12 e $30 mil dólares por ano. Mais uma vez, o valor vai depender da faculdade e do curso.

Os cursos variam de 3 a 5 anos e o estudante internacional (não australiano ou residente) só pode estudar full time (tempo integral). Porém o tempo integral daqui é diferente do Brasil e significa que você tem que estudar 4 matérias o que significa que você terá que provavelmente ir para a faculdade 2 a 3 dias por semana, geralmente das 9 da manhã até às 4 da tarde.

As universidades australianas são muito diferentes das brasileiras. No Brasil os curso são geralmente meio período e inclusive estudantes que trabalham podem optar por cursos noturnos. Aqui não existe esta cultura de conciliar trabalho com estudos. Quem estuda só estuda e geralmente quem trabalha apenas trabalha, pois não existem cursos noturnos. O que dá pra fazer é conseguir um emprego casual nos dias que você não tem aula.

Devido a intensa rotina de estudos e por ser integral fica muito complicado fazer uma faculdade aqui e trabalhar em algo regular. Em alguns casos só se consegue trabalhar em empregos esporádicos, algumas horas por semana e sem shifts fixos. Desta forma é preciso estar preparado.

As faculdades na Austrália são lotadas de estrangeiros. Em Sydney chineses dominam a UNSW enquanto coreanos a Macquarie university. Geralmente os estudantes orientais que fazem universidade aqui vem de famílias ricas e apenas estudam enquanto são muito bem sustentados pelos pais. Não precisam trabalhar. São comuns casos em que os pais compram (não alugam) um apartamento e um carro zero pro filho que vem estudar aqui.

universidade-de-sydney-laboratorio  Como Estudar em Uma Universidade na Austrália universidade de sydney laboratorio

Muitos brasileiros vem pra cá como estudantes de inglês com a intenção de poder fazer uma boa universidade depois. É algo possível, mas que vai exigir bastante dedicação e persistência.

Contudo há opções mais baratas de faculdade, como a ACU (Australian Catholic University) e algumas outras que são uma alternativa para quem não quer gastar tanto. Porém, apesar de mais baratas ainda assim são caras. Um curso na ACU custa em média $13.000,00 dólares por ano.

Para entrar em uma universidade na Austrália você precisa ter o ano 12. No Brasil o ensino médio ia até o ano 11, desta forma, pra quem se formou na época em que só se estudava 11 anos, é preciso ter pelo menos mais um ano de faculdade no Brasil ou completar um curso diploma aqui ou ainda fazer um ano de Foundation year na Austrália, o que não recomendo por ser a opção mais cara e inútil de conseguir uma equivalência ao ano 12.

Além disso você precisará passar pela prova do IELTS, a média e nota em cada área varia de universidade para universidade, mas geralmente exigem uma média de 6.5 no Global e pelo menos seis em cada área. O IELTS vai de 0 a 9.

Além disso, é claro, você precisará pagar um semestre antes de começar, além da matrícula, material e outras taxas. Você não poderá pagar mensalmente, será obrigado fazer um pagamento integral ao início de cada semestre ou cada ano. Com a crise, muitos estudantes internacionais tiveram dificuldades em pagar a semestralidade e com isso as universidades ficaram mais exigentes e começaram a exigir que se pagasse a anuidade upfront, ou seja, adiantado, mas para muitas universidades ainda é possível pagar semestralmente.

Universidades Australianas

UNSW_campus  Como Estudar em Uma Universidade na Austrália UNSW campus

Já fiz universidade aqui na Austrália como no Brasil e posso garantir que a faculdade aqui é bem mais exigente e não lhe dá brechas para enrolar. Aqui não existe aquela história de ficar no bar no horário das aulas ou passar de ano sem estudar, salvo as exceções de pessoas que compram trabalhos prontos. Aqui na Austrália a metodologia é diferente e eles exigem mais trabalhos e estudos extra-classe, com isso as aulas são mais limitadas, menos específicas e importantes.

Eles desenvolvem mais sei estudo fora da classe do que dentro. As aulas são legais, muitas vezes interessantes, mas digamos que representam apenas 30% do seu aprendizado, o resto é feito muito através do self-study e principalmente trabalhos.

Trabalhos de Faculdade na Austrália

UTS students on campus_6  Como Estudar em Uma Universidade na Austrália UTS students on campus 6

Aqui nas universidades da Austrália há muito mais trabalhos do que provas. Para cada matéria são em média 2 a 3 trabalhos, sendo um deles bem grande e exigente e que vale em média 50% da nota, dois trabalhos menores e uma prova final. Os trabalhos são de geralmente 2000 a 3500 palavras e levando em conta que você vai escrever em inglês e precisa ter uma boa gramática isso significa bastante dedicação e suor.

Além disso se engana quem pensa que basta estudar a matéria, sentar e escrever 3500 palavras. O trabalho tem que ser baseado no conteúdo das aulas, nos textos exigidos e nos livros acadêmicos recomendados. Ou seja, não adianta sentar e escrever o que lhe vem a cabeça, toda sua argumentação tem que ser baseada em textos acadêmicos. Por isso um trabalho de 4500 palavras geralmente traz umas 40, 50 referências e são as referências que acabam tomando a maior parte do seu tempo.

É realmente tenso e você precisa estudar bastante para ir bem. Precisa se dedicar, estudar bastante, ler absurdamente e ter um inglês muito bom. Para cursos TAFE e técnicos (VET) a exigência é bem menor.

Notas.

O sistema de notas também é diferente e segue a seguinte grade

Nota Significado Nota
High Distinction (HD) 85-100% Passo com honras (alta distinção)
Distinction (D) 75-85% Passou com distinção
Credit (Cr) 58-75% Passou com crédito
Pass (P) 0-57% Passou
Fail (F) Não aprovado Não foi aprovado no exame, nota abaixo de 5

Até hoje só tirei um High Distinction, a maioria das minhas notas é pass ou credit. Os alunos que tiram as notas mais altas geralmente só estudam. Todos os dias eles acordam, vão para a biblioteca e ficam ali de manhã até o final do dia. Nos dias de aula estudam o dia todo e mais ao chegar em casa.

Quem estuda e trabalha raramente consegue high distinction, pois como eu disse é preciso estudar muito.

Melhores Universidades da Australia

UNIVERSIDADE

  1. Australian National University (Camberra)
  2. University of Sydney
  3. University of Melbourne
  4. University of Queensland
  5. UNSW (Sydney)
  6. Monash University     (Melborune)
  7. University of Western Australia
  8. University of Adelaide
  9. Macquarie University (Sydney)
  10. RMIT (Melborune)

Pra quem pretende fazer uma faculdade aqui minha recomendação é que tenha alguém que lhe sustente enquanto estuda ou junte bastante dinheiro antes de iniciar uma universidade, pois é muito difícil se manter e pagar a faculdade enquanto estuda. Tenho muitos amigos que chegaram como estudantes de inglês e depois fizeram faculdade e até doutorado na Austrália. A maioria deles juntou dinheiro aqui por 2, 3 anos para depois começar a faculdade. Todos eles sem exceção foram muito bem sucedidos depois de terminarem seus cursos.

usyd1  Como Estudar em Uma Universidade na Austrália usyd1

As faculdades exigem uma presença de pelo menos 80% nas aulas durante o ano e qualquer média abaixo desta serve para que lhe reportem para imigração, cancelem seu visto e lhe expulsem da faculdade e consequentemente do país. Ano passado as agências enviaram uma lista de 64 brasileiros que haviam sido reportados para a imigração. Aqui eles avisam apenas uma vez quando você está perto dos 80%, na segunda você já é reportado. O mesmo vale para qualquer curso que você faça aqui.

As universidades aqui não são como as americanas. Portanto não espere entrar na faculdade, fazer centenas de amigos e namorar a cheerleader enquanto participa do time de basquete. As universidades aqui são culturalmente bem dferentes do modelo americano.

Para quem não tem um Paitrocinio, a melhor opção é juntar dinheiro por alguns anos e depois escolher uma faculdade mais barata.Se você pretende estudar aqui e voltar para o Brasil não fará muita diferença dizer que estudou na University of Sydney ou na LLoyds. Portanto é desnecessário se matar de trabalhar e viver na bread line por 5 anos ou mais apenas para depois poder pagar uma boa universidade.

O mesmo vale pra quem se formou o Brasil e vem pra cá. Para eles a USP ou faculdade Tabajara são a mesma coisa.

Para mais informações sobre as universidades australianas acesse: http://www.australian-universities.com

Solicite Orçamento 160×160
SHARE
Previous articleDicas Para Não Ser Enganado na Austrália
Next articleA História de Jhonny e Talita na Austrália
Jerry Strazzeri
Jerry Strazzeri vive na Austrália com sua esposa desde 2006. Trabalha como Analista Digital na Austrália já tendo trabalhado em empresas no Brasil e Estados Unidos. Cidadão Australiano, junto com seu trabalho está concluindo uma graduação em Leadership. Junto com sua esposa Michelle, foi responsável por diversos sites na área de educação e TI e criaram o Brazil Austrália em 2006 para ajudar aqueles que estavam imigrando ou vindo estudar na Austrália. "Mas eu e a minha família serviremos ao Senhor" ~ Josué 24:15 Veja meu outro blog - Siga-me no Quora

62 COMMENTS

  1. “O mesmo vale pra quem se formou o Brasil e vem pra cá. Para eles a USP ou faculdade Tabajara são a mesma coisa.”

    Isso é meio assustador…

  2. Olá, Jerry. Bem, discordo um pouco em relação à irrelevância de se escolher uma boa universidade. Tanto aqui no Brasil quanto na Austrália. Se você estudou na USP ou em alguma universidade pública brasileira, você não terá problemas para ter seu diploma reconhecido na Austrália (como a minha especialidade não precisava de provas, apenas enviei meu diploma e histórico e meu skills assessment foi concedido). Já uma amiga que havia estudado em uma faculdade particular no Brasil, apenas reconheceram o curso dela como curso técnico. Quanto à escolha de uma boa universidade na Austrália, também acho que não vale a pena sair daqui do Brasil para estudar em qualquer cursinho meia boca na Austrália. Acho que o sacrifício pessoal (dinheiro, adaptação de cultura, língua, etc.) é muito grande para isso. É claro que tudo depende dos objetivos da pessoa…

    • Olá Fernanda. Isso pode ter acontecido por que o curso dela não devia ser reconhecido no Brasil, por que se o curso é reconhecido no Brasil eles reconhecem aqui. Disse que a faculdade é irrelevante, pois aqui eles não tem a menor idéia o que é USP, UFRJ, etc e nem querem saber. No final, eles só querem saber se vcê tem uma faculdade ou não. Aqui infelizmente zera tudo. Um cara que fez Tabajara e tem experiência na área é muito mais reconhecido que alguém que fez USP e não tem experiência por exemplo. É claro que no final das contas, independente disso, quem fez USP ou uma faculdade mais exigente sempre terá uma vantagem pessoal, por ter se esforçado mais, etc, mas fica só nisso. Aqui nunca me perguntaram a faculdade que eu fiz em nenhum emprego.

  3. Oi, tudo?
    Gostaria de saber se você conhece o caso dos alunos de master degree. Me informei de que os alunos podem trabalhar somente meio turno. Como já sou diplomada bacharel no Brasil (Administração), fica mais fácil encontrar emprego na área, mesmo sendo meio turno ou sobram apenas empregos mais genéricos? É possível se sustentar trabalhando somente meio turno?
    Abraços,

    • Olá Carla. Quem faz Pós graduação aqui pode trabalhar 40 horas por semana, porém fica difícil arrumar um emprego na área por causa do horário. Se o curso for de manhã ou a tarde fica difícil, se for a noite (não sei se existe) fica mais fácil. Contudo ultimamnebte está difícil conseguir emprego até pra quem é australiano. Não venha pra cá esperando arrumar emprego logo. Traga dinheiro para poder pelo menos se sustentar.

      O se sustentar trabalhando meio turno vai depender do emprego que você arrumar e quantas horas trabalhar. Vou fazer um post sobre isso depois.

      • Soh o partner pode trabalhar 40 horas… a pessoa que estuda soh pode 20, mesmo pq eh quase impossivel trabalhar mais que 30 pq senao nao sobra tempo pra estudar, mesmo pq a faculdade eh muito exigente e muito mais que isso torna-se impossivel se vc presar suas notas.

  4. Eu já a muito tempo que tenho vontade de ir morar para Austrália e também de fazer um MBA (Master of business Administration). Como estou em uma fase da minha vida em que tenho vontade de dar uma volta de 180º em tudo, estou planejando fazer as duas coisas ao mesmo tempo, ou seja passar os próximos dois anos estudando no MBA e de seguida arranjar um emprego e ficar definitivamente na Austrália. A minha duvida é: já que nas faculdades australianas tem tantos alunos estrangeiros, será que após eu concluir o MBA fica mais fácil eu arranjar um bom emprego na minha área? ou será que é indiferente eu fazer o MBA onde eu vivo e só depois imigrar para a Austrália?
    Pergunto isso porque como o custo das duas alternativas é bem diferente e além disso como vivo na Europa tenho acesso a MBAs tão ou mais reconhecidos internacionalmente do que os australianos.
    Desde já obrigado.

    • Olá Filipe. Vai depender de qual é sua área. Se ão for uma área que esteja na MODL (lista das áreas em demanda), você não conseguirá pontuação para aplicar para a rediência. Se a área em que você é formado for administração de empresas então não tem como aplicar pelo Skilled. Neste caso a melhor solução é conseguir um eprego que lhe dê o SPonsor e depois de dois anos lhe ofereça aplicaçãzo para residência. Posso te dizer que não é fácil principalmente agora cm a crise que tem diminuido muito as ofertas de emprego com oportnidade de sponsor. Se sua área estiver na lista de demanda fica mais fácil e você pode aplicar e vir com a residência. O processo todo leva agora uns 2 anos em média contando a preparação daaplicação, aplicação e obtenção do visto

  5. Olá Jerry, ALém de faculdade quais as outras opções de cursos superiores na Austrália? existe curso técnicos também? Saberia informar a média de preço?

    • Oá Eduardo. Tem muitos cursos técnicos aqui sim. Tem cursos bons como o TAFE que são bem mais caros até cursos piores. O valor vai depender do curso. Um TAFE sai em média uns 12 mil a 15 mil dólares por ano para estudantes estrangeiros.

  6. Olá Jerry tudo bem?
    Gostei muito deste post sobre as Universidades Australianas, você possui o mesmo conhecimento sobre os cursos de Pós Graduação e ou MBA? Estou interessada na area de Marketing.
    Muito Obrigada
    Abs.

  7. Não, Jerry. O curso dela era reconhecido sim pelo MEC e mesmo assim não teve argumento suficiente. É claro que nos empregos ninguém sabe a diferença, mas dependendo do lugar isso faz diferença sim. Só para você ter uma idéia, o pessoal do Skills Assessment pesquisou na lista do CRUB (Conselho de Reitores das Universidades Brasileiras) para saber se a faculdade dela fazia parte. Aqui no Brasil, para uma pessoa mais informada, a referência para ver se as universidades no exterior prestam é a lista das 200+ to Times Higher Education. Acredite, dependendo do seu interesse, isso faz diferença. Abraço.

    • Olá Fernanda. O que vai contar é se a grade curricular bater. Se bater eles aceitam, se não bater é necessário fazer as matérias restantes. O mesmo vale para o Brasil Meu cunhado se formou em uma excelente universidade de Marketing aqui na AUstrália e não conseguiu reconhecer no Brasil. Teve que estudar mais um ano no Brasil pra obter o reconhecimento. O que eu quis dizer é que pra empresa não faz diferença algma a USP da Tabajara. É o mesmo que perguntarem pra nós sobre as faculdades da África do Sul. Nós não sabemos o que é bom ou ruim.

      Aqui a cultura e diferente, pois há muito poucas faculdades na Austrália, infinitamente menos que no Brasil, então eles tem em mente que qualquer faculdade é pelo menos razoável. Além disso eles acabam valorizando muito mais sua experiência de trabalho que a faculdade em si. Portanto um cara que fez Tabajara e trabalhou na Microsoft tem muito mais chances de arrumar um bom emprego do que um cara que fez USP e trabalhou em uma empresa que eles não conhecem. Pode ter certeza absoluta disso.

      Claro que é injusto, mas infelizmente é a realidade, pois eles não tem muito como saber e nem querem saber a respeito. Se a pessoa estudou em uma faculdade nos EUA ou na Ingaterra é muito mais provável que a faculdade seja levada em consideração, mas para quem estudou no Brasil, Índia, África do Sul a faculdade é o menos importante. Eles jamais vão perder tempo pesquisando sobre a faculdade aqui. Talvez se você for médico, mas fora isso é muito pouco provável.

      Para o Skills Assessment eles sempre pesquisam as faculdades para ver se é uma faculdade valida que faz parte de sua lista. Se não for eles não validam a aplicação. O Skills Assessment tem sido cada vez mais exigente a cada ano para evitar fraudes, mas se o cara estudou na Tabajara e a faculdade for reconhecida ele passa como o estudante de qualqer outra faculdade.

  8. Minha esposa fez unesp e nao teve o reconhecimento da faculdade na australia, o agente de imigracao falou que existem faculdades como unip, e uma do rio que nao ha problemas no reconhecimento!!! eh brincadeira mas eh verdade!!! pra USP, Unesp e UNICID e tudo a mesma porcaria!!!!

    • Olá Salvi.

      Tudo bom? Faz tempo que a gente não se fala.

      Você poderia passar mais detalhes sobre o porquê da faculdade de sua esposa não ser reconhecida? Isso pode ajudar outras pessoas que esão aplicando. Valeu. Um grande abraço!

  9. Olá Jerry, faz algum tempo que venho lendo seus posts sem nunca ter dado minha contribuição, ou não, né? Em primeiro lugar quero deixar registrado meus parabéns pelo blog. Tem side de grande valia. Bem, estou indo para Sydney agora em Julho com a minha esposa. Fui aceito para fazer o Research Master in Performance (conducting) na USYD. O conservatório fica na Circular Quay na Macquarie St.Pelo que vi no Google Maps é do lado do Sydney Opera House. O processo de seleção foi bem exigente, vídeo, análise de currículo, publicações em periódicos especializados, apresentações em congressos, histórico de graduação, cartas de recomendação, entrevistas e muitos e muitos e muitos e-mails. Mas o fato é que me rendeu uma bolsa (Louvado seja o Senhor) e estarei aí por pelo menos dois anos. Aqui no Brasil estudei na UFRJ e trabalho como ministro de música em Nova Friburgo. Certamente será uma experiência bem diferente, pois pela primeira vez depois da minha conversão terei que procurar uma igreja para frequentar e ajudar onde for possível. Mas Deus está no controle. Seria muito legal poder te encontrar aí e tomarmos um café sei lá o que que tem gosto da Australia…:)…

    Um forte abraço e que Deus o abençoe

  10. Ola. Eu estou morando na Australia, mas fiz minha faculdade de administracao na universidade Federal do Rio. Voce saberia me dizer aonde posso procurar tentar fazer o reconhecimento do meu diploma aqui?
    Obrigada!

  11. Primeiro quero parabeniza-lo pelo excelentre trabalho que você faz em seu blog. Venho o acompanhando a algum tempo por querer fazer minha pós graduação fora do Brasil, e logo a Australia se tornou uma opção, so não imaginava que a as dificuldades na Australia fossem tão grandes.

    Mudando de assunto, queria saber quais são as opções de pós graduação em educação fisica e qual seria a media anual de gastos no curso?

    • Sim existe bolsa, mas é só pra quem tem ótimas notas e tem algum trabalho voluntário no currículo. Mas já conheci uma brasileira aqui que conseguiu bolsa de estudos.

  12. Jerry, help me, please. Já sou formada no Brasil (jornalismo, 4 anos), trabalho faz uns 15 anos, mas to a fim de mudar de carreira e estudar outro curso na Australia. Você tem ideia se eles aceitam diploma universitário para entrar na universidade?? eu nem tenho mais os registros do Ensino Médio…Ielts tenho 7,0..isso tô tranquila…Obrigada

    • Eles vão pedir os 2 diplomas, o do ensino médio e o da faculdade. Mas vai ser mais tranquilo, pq vc vai entrar pelo Mature Age entry requirements.

  13. A título de curiosidade, tenho um amigo australiano em Sydney que se formou em 2012 pela Macquarie e sempre comenta do péssimo nível de inglês dos orientais com quem estudou. Me pergunto como é que conseguiram o IELTS haha… considero meu inglês intermediário e não avançado pois nunca morei fora do Brasil, mas ele garante que estou melhor que os colegas que se formaram em economia com ele. Vai entender!

    • Olá Monica.

      O inglês deles não é ruim, o accent (sotaque) que é muito diferente e eles são mais contidos para se comunicar. Eu tenho um colega chinês na faculdade que fala muito mal inglês aparentemente, um dia tivemos que fazer um trabalho em grupo em que eu tinha que revisar o trabalho dele e ele o meu e era impressionante quão bem escrito era seu trabalho.

      Eles geralmente tem dificuldade para passar no IELTS, mas estudam muito, geralmente durante anos, para conseguir uma nota maior que 7.0

      Tenho um amigo que veio comigo que se gabava de ter feito inglês por 7 anos no Brasil e estudou só 3 meses de inglês aqui para fazer o IELTS. Só veio passar no IELTS na quinta tentativa, pois precisava de nota acima de 6.5 e precisa ser 6.5 em todas as bandas. As vezes você pode ir muito bem no listening e mal no writing.

    • Alguns Mestrados, Doutorados e MBAs permitem que você (nas férias) e sua esposa trabalhem 40 horas por semana dentro do visto de estudante.

  14. E pessoas que não são inteligentes demais (não são nerds e CDF’s), mas que se dedicam aos estudos e se esforçam em aprender, será que é possível eles serem bem sucedidos em universidades australianas? Pelo que eu li, as universidades da Austrália são bem mais difíceis do que eu pensava.

    • Sim Elias. Com dedicação e estudo é possível ir muito bem nas universidades aqui, Não precisa se matar de estudar, precisa apenas cumprir o cronograma de cerca de 40 horas de estudo por semana.

  15. Me formei em bacharelado de Designer de Multimídia em Sydney (3 anos e meio).
    Realmente e’ puxado. Estudar e trabalhar ao mesmo tempo e’ quase impossível.
    A vantagem e’ que vc tem 4 meses de férias no verão! Dai’ da para fazer o corre e juntar um $$$ para pagar o cartão de crédito hehehe!!!
    O inglês tem que se avançado. Duas mil palavras em um “assessment” e’ coisa básica!

    Meu conselho e’: se quiser vir cursar uma faculdade aqui que não precise de trabalhar! Leve a serio que a recompensa vira’ ao se formar!

  16. Olá Jerry! Tenho acompanhado seu blog e gostaria de parabenizá-lo pelo seu empenho! Ajuda tanto agente que sonha em conhecer/viver na Austrália, que não faz idéia!
    Tenho uma dúvida… Vamos ver se pode me ajudar.
    Atualmente sou formada em administração de empresas e vi que uma das profissões em demanda por aí é Contador; Aqui no Brasil eu poderia me formar em ciências contábeis em mais um ou dois anos de estudos, eliminando as matérias que já estudei em administração.
    Você saberia me dizer se existe essa possibilidade na Austrália? Aproveitar meu curso de administração aqui do Brasil, para eliminar as matérias já estudadas e assim me formar em contabilidade por uma universidade australiana?
    Pretendo ir com meu marido, para aperfeiçoar o inglês, ainda este ano, mas já quero ter em mente os próximos passos após conseguir meu IELTS…
    Enfim, fico no aguardo e muito obrigada!

  17. @Jerry
    Uma questão, para quem é mais antigo no Brasil e não estudou o 9° ano, que foi implementado recentemente, deve fazer o Foundation Studies aí na Austrália pelas informações que a Unimelb me informou, caso você não tenha ingressado na universidade no Brasil.

    Não vejo como então outra maneira de fazer o Year 12 aí que não seja por isto. É caro mesmo. Custa tanto quanto um ano de curso.

  18. Olá Jerry, meu nome é Tassiana, tem uma semana que cheguei na Australia, im apenas para fazer inglês, mas estou pensando em fazer algum curso aqui, sou formada em moda e em jornalismo no Brasil,a agencia que vim me recomendou fazer um curso TAFE,já que uma pós- graduação está fora do meu orçamento.Gostaria de saber como é a aceitação de um curso TAFE ou VET no mercado de trabalho? Tenho dúvida em relação a qualidade e diferença de uma instituição para outra e gostaria de saber também se é possível fazer o processo de imigração tendo cursado um? Existe uma diferença salarial expressiva entre quem faz um TAFE ou VET e um bachalerado aqui? Como é essa relação ensino técnico versus superior? Você já ouviu falara na AIPE o que acha dos cursos deles?

  19. Oi Jerry! Já ouviu falar no programa Ciência sem Fronteiras do governo federal brasileiro?
    Consiste basicamente numa bolsa para estudantes de universidades públicas para uma graduação sanduíche, ou seja, dar continuidade ao curso durante um ano fora do país (quando o candidato não possui inglês fluente, há ainda a possibilidade de fazer um curso intensivo da língua no país de interesse).
    Me interessei na possibilidade de estudar na Austrália, mas queria a opinião de uma pessoa que viveu essa experiência e achei seu blog! Primeiramente, qual a diferença entre as universidades do Go8 e ATN?
    Segundo, o programa oferece em dinheiro (sempre na moeda local):
    Mensalidade de bolsa: 308 para universidades com alojamento e 1300 sem (com adicional de 507 no caso da Austrália por serem cidades de auto custo de vida)
    Auxílio-Instalação; 1300
    Auxílio material didático: 1000
    Passagens aéreas;
    Seguro Saúde.
    Essa bolsa realmente atende às necessidades de um aluno estrangeiro?
    Terceiro, como curso engenharia ambiental e de recursos hídricos, gostaria de saber se a área ambiental é relevante nesse país.

    Desde já agradeço, espero que você me ajude! Sucesso 🙂

  20. Jerry, você disse que algumas pessoas juntam dinheiro ai por 1 a 3 anos aí, antes de começar a faculdade, mas como eles fazem isso? Foram pessoas “sponsaradas”? Pois se eu for para cursar inglês ai, só vou poder ficar durante o tempo de estudo + 1 mês…

  21. Jerry, eu tenho muito interesse em cursar na área de TI, queria saber de você que é da área, se existe algum tipo de curso técnico ou algo do gênero, e mais ou menos quanto sairia o curso, se é que você tem em mente, pois em agosto estou indo pra Gold Coast e pretendo cursar TI, após meu curso de inglês.. Muito obrigado Jerry, muito bons posts, Parabéns!

  22. Eu também tenho essa dúvida: fazer um curso técnico (TAFE ou VET) compensa na Austrália? Quem se formar nesses cursos consegue encontrar bons empregos?

  23. I am Australian and my husband is Brasilian. I am from Manly in Sydney and lived in Porto Alegre for two years. The one thing I disagree with is the work and study. I study law full time and work in a law firm full time. I know a few people who work in the day and study at university at night in Sydney. It depends on the course you do and the university. From living in Brazil with my husbands family I found that alot of Brasilian students only study and don’t get a proper job until they finish their studies. This is my experience anyway.

  24. Oi Jerry e Michele, como estão?
    Poxa, faz um tempão que não entro no blog!
    Senti saudades!
    E o novo formato está lindo!
    Parabéns….!!!

  25. Olá Jerry, também tenho dúvidas sobre pós graduação pois é um desejo antigo fazer um MBA fora (sou da área de TI). Aqui no Brasil é muito comum trabalhar e fazer uma pós ao mesmo tempo, vamos supor que eu vá pra ai com um visto permanente e consiga um trabalho na área, sera que conseguiria fazer a pós e trabalhar? Isso é comum ai na Australia entre os cidadãos? E sobre os preços, li em algum lugar que para residentes os cursos são mais baratos, isso se aplica para pós também?

  26. Ola Jerry primeiro parabéns pelo seu site,muito esclarecedor.Estou concluindo minha faculdade (particular)aqui no Brasil e pretendo logo apos ir para a Austrália,porem fiquei com duvidas sobre a aceitação do meu diploma ai.Não tenho pretensões de chegar ai e trabalhar na área porem quero fazer um mestrado na Austrália alem do inglês.

    obrigada

  27. Jerry parabéns e obrigado pelas informações contidas no site! Vocês estão contribuindo muito para que nós brasileiros venhamos a fazer uma mudança de País de forma segura! Eu sou Dentista , especializado em Periodontia é desejo trabalhar ai, você pode me orientar neste sentido? Muito obrigado !

  28. Dúvidas sobre Austrália
    Olá Jerry, tudo bom? Conheci seu site e gostaria primeiro de parabeniza-lo pela iniciativa de esclarecer nossas dúvidas e por ajudar inúmeras pessoas que possuem o desejo de embarcar para Austrália. E como a maioria da galera, possuo algumas dúvidas e queria saber se você pode me ajudar …

    Bom a questão é que já faz alguns anos que venho nutrindo o sonho de aprender o inglês e fui em uma feira da agência Australian Centre, na cidade de Campinas, e me identifiquei muito com a Austrália para fazer meu intercâmbio, primeiro por causa do clima, e também pelo estilo de vida, segurança e oportunidades de emprego e boas escolas de inglês. Li vários posts do seu site e li alguns outros sobre o país.

    A minha dúvida é sobre a área que estudo aqui no Brasil. Eu faço ensino superior em São Paulo, com duração de 02 anos (Sequencial) na área do Cabelo (Visagismo e Terapia Capilar – http://portal.anhembi.br/estude-aqui/graduacao/cursos/visagismo-e-terapia-capilar/ cabeleireiro com ensino superior), curso e conceito novo para a profissão, já que a maioria dos profissionais só possui um curso básico na profissão, sem um nível de graduação. E a outra área, é o técnico que fiz no SENAC, em estética. Eu gostaria de saber como funciona estas duas áreas na Austrália. Eles contratam e consideram este tipo de curso Superior e técnico, juntamente com algum tempo de experiência ou eles contratam somente quem faz o VET aí na Austrália? Existe nível superior nestas duas áreas, ou o técnico já é suficiente? O conceito e serviços de estética e salão de cabeleireiro na Austrália é muito diferente do Brasil? É necessário um inglês fluente para conseguir uma vaga nas áreas? Qual desses dois cursos (Estética e Cabeleireiro) tem maior demanda? E sobre os salários, direitos do trabalhador, férias (para visitar a família), quantidade de horas trabalhadas (por exemplo um limite de horas para trabalhar) e sobre o trabalho autônomo (leis e regras) para estas duas áreas?

    Uma outra pergunta é sobre pós graduação, eles aceitariam este tipo de diploma (superior sequencial) para ingressar na pós, na Austrália? Porque a Universidade na qual estudo (Anhembi Morumbi-SP) autoriza meu ingresso na pós graduação depois de terminado o superior sequencial; Gostaria de saber também se você sabe se existe o curso de pós em Tricologia http://portal.anhembi.br/estude-aqui/pos-graduacao/cursos/tricologia-e-terapia-capilar/ , e pós em Cosmetologia ,na Austrália?

    Posso trabalhar full time em qual situação, no país? E ouvi falar que se o namorado ou marido for junto, um dos dois pode trabalhar mais que vinte horas semanais, e que com isso a comprovação de renda e hospedagem não precisa ser na mesma quantidade para os dois. Você aconselharia o casal a ficar em casa de família? Se ficássemos em um apartamento alugado, gastaríamos quanto em um bairro com custo benefício bom em Sidney, com todas as despesas (alimentação, condomínio, água e luz) para duas pessoas?

    Desculpe a infinidade de perguntas, Jerry, é que preciso muito me planejar, guardar dinheiro, para fazer os cursos por aí e conseguir uma vaga na minha área, ou se o custo for muito alto, de repente ir tentar um trabalho e me dedicar para juntar dinheiro na Austrália mesmo!! Pelo fato de eu não ler nem entender em inglês não consigo ter muitas informação nos sites específicos par atirar estas minhas dúvidas, já tentei traduzir mas fica difícil entender o processo e algumas coisas são traduzidas ao pé da letra…Gostaria muito de saber o máximo de informações para tomar uma decisão, pois estou com a oportunidade de uma sociedade para montar meu salão e estética aqui no Brasil, por isso preciso decidir este próximo semestre para então poder começar a dar entrada no meu visto, se eu for realmente, ou então iniciar meu negócio aqui… E confesso que estou em um dilema, e tenho receio de ficar e estar perdendo uma tremenda oportunidade e experiência de vida e a chance de aprender o inglês, que é extremamente importante para abrir portas e para os cursos que eu gostaria de fazer e que são na maioria fora do país e em inglês; por outro lado temo também se eu for e não conseguir me adaptar e aprender a língua e perder a oportunidade de continuar meus estudos aqui ( possuo financiamento do governo), já que eu iria ficar devendo um semestre na faculdade, e de perder a chance de abrir meu negócio…

    Neste próximo semestre tenho que continuar a estudar no Brasil, mas se minha decisão for optar por ir, gostaria de ir ano que vem para não perder mais tempo. Uma outra questão que gostaria de esclarecer contigo, é que não sei nada em inglês, seria possível ir sem base e aprender? Eu li que muitos vão sem entender nada e conseguem mesmo assim um emprego, aprendem de fato a língua, e que a única barreira seja talvez a falta de esforço, dedicação, e saudades da família. Seria isso realmente? Queria saber sua opinião, já que você já está a bastante tempo e acumulou muitas experiências.

    PS. quais escolas você indicaria para intercâmbio e agência?. As famílias são receptivas quanto aos estudantes que não conhecem nada do idioma?

    Ah, gostaria de deixar meu comentário em off, pode ser?

    Obrigada
    Deus abençoe
    Martha Suellen

  29. Olá Jerry, tudo bom?
    Conheci seu site e gostaria primeiro de parabeniza-lo pela iniciativa de esclarecer nossas dúvidas e por ajudar inúmeras pessoas que possuem o desejo de embarcar para Austrália. E como a maioria da galera, possuo algumas dúvidas e queria saber se você pode me ajudar …

    Bom a questão é que já faz alguns anos que venho nutrindo o sonho de aprender o inglês e fui em uma feira da agência Australian Centre, na cidade de Campinas, e me identifiquei muito com a Austrália para fazer meu intercâmbio, primeiro por causa do clima, e também pelo estilo de vida, segurança e oportunidades de emprego e boas escolas de inglês. Li vários posts do seu site e li alguns outros sobre o país.

    A minha dúvida é sobre a área que estudo aqui no Brasil. Eu faço ensino superior em São Paulo, com duração de 02 anos (Sequencial) na área do Cabelo (Visagismo e Terapia Capilar – http://portal.anhembi.br/estude-aqui/graduacao/cursos/visagismo-e-terapia-capilar/ cabeleireiro com ensino superior), curso e conceito novo para a profissão, já que a maioria dos profissionais só possui um curso básico na profissão, sem um nível de graduação. E a outra área, é o técnico que fiz no SENAC, em estética. Eu gostaria de saber como funciona estas duas áreas na Austrália. Eles contratam e consideram este tipo de curso Superior e técnico, juntamente com algum tempo de experiência ou eles contratam somente quem faz o VET aí na Austrália? Existe nível superior nestas duas áreas, ou o técnico já é suficiente? O conceito e serviços de estética e salão de cabeleireiro na Austrália é muito diferente do Brasil? É necessário um inglês fluente para conseguir uma vaga nas áreas? Qual desses dois cursos (Estética e Cabeleireiro) tem maior demanda? E sobre os salários, direitos do trabalhador, férias (para visitar a família), quantidade de horas trabalhadas (por exemplo um limite de horas para trabalhar) e sobre o trabalho autônomo (leis e regras) para estas duas áreas?

    Uma outra pergunta é sobre pós graduação, eles aceitariam este tipo de diploma (superior sequencial) para ingressar na pós, na Austrália? Porque a Universidade na qual estudo (Anhembi Morumbi-SP) autoriza meu ingresso na pós graduação depois de terminado o superior sequencial; Gostaria de saber também se você sabe se existe o curso de pós em Tricologia http://portal.anhembi.br/estude-aqui/pos-graduacao/cursos/tricologia-e-terapia-capilar/ , e pós em Cosmetologia ,na Austrália?

    Posso trabalhar full time em qual situação, no país? E ouvi falar que se o namorado ou marido for junto, um dos dois pode trabalhar mais que vinte horas semanais, e que com isso a comprovação de renda e hospedagem não precisa ser na mesma quantidade para os dois. Você aconselharia o casal a ficar em casa de família? Se ficássemos em um apartamento alugado, gastaríamos quanto em um bairro com custo benefício bom em Sidney, com todas as despesas (alimentação, condomínio, água e luz) para duas pessoas?

    Desculpe a infinidade de perguntas, Jerry, é que preciso muito me planejar, guardar dinheiro, para fazer os cursos por aí e conseguir uma vaga na minha área, ou se o custo for muito alto, de repente ir tentar um trabalho e me dedicar para juntar dinheiro na Austrália mesmo!! Pelo fato de eu não ler nem entender em inglês não consigo ter muitas informação nos sites específicos par atirar estas minhas dúvidas, já tentei traduzir mas fica difícil entender o processo e algumas coisas são traduzidas ao pé da letra…Gostaria muito de saber o máximo de informações para tomar uma decisão, pois estou com a oportunidade de uma sociedade para montar meu salão e estética aqui no Brasil, por isso preciso decidir este próximo semestre para então poder começar a dar entrada no meu visto, se eu for realmente, ou então iniciar meu negócio aqui… E confesso que estou em um dilema, e tenho receio de ficar e estar perdendo uma tremenda oportunidade e experiência de vida e a chance de aprender o inglês, que é extremamente importante para abrir portas e para os cursos que eu gostaria de fazer e que são na maioria fora do país e em inglês; por outro lado temo também se eu for e não conseguir me adaptar e aprender a língua e perder a oportunidade de continuar meus estudos aqui ( possuo financiamento do governo), já que eu iria ficar devendo um semestre na faculdade, e de perder a chance de abrir meu negócio…

    Neste próximo semestre tenho que continuar a estudar no Brasil, mas se minha decisão for optar por ir, gostaria de ir ano que vem para não perder mais tempo. Uma outra questão que gostaria de esclarecer contigo, é que não sei nada em inglês, seria possível ir sem base e aprender? Eu li que muitos vão sem entender nada e conseguem mesmo assim um emprego, aprendem de fato a língua, e que a única barreira seja talvez a falta de esforço, dedicação, e saudades da família. Seria isso realmente? Queria saber sua opinião, já que você já está a bastante tempo e acumulou muitas experiências.

    PS. quais escolas você indicaria para intercâmbio e agência?. As famílias são receptivas quanto aos estudantes que não conhecem nada do idioma?

    Ah, gostaria de deixar meu comentário em off, pode ser?
    Obrigada
    Deus abençoe
    Martha Suellen

  30. Jerry, parabéns pelo site. Ele é ótimo!

    Jerry, sou técnico mecânico(projetista) e gostaria de saber de você como anda essa área por aí. Se o salário é bom, se dá para viver e guardar uma grana como técnico. Estou pensando em fazer Engenharia Mecânica e para você o que seria mais válido: fazer o curso o Brasil mesmo ou trabalhar, guardar dinheiro e depois fazer aí na Austrália?

    Abraços e tudo de bom…

    • Corrigindo a pergunta.

      Fazer o curso aqui no Brasil mesmo e depois ir para a Austrália ou ir apenas com o curso técnico para trabalhar, guardar dinheiro e depois fazer Engenharia aí na Austrália?

  31. Olá, Jerry! Gostaria de saber sobre o desemprego na Austrália. Estou pensando em imigrar para o Canadá ou Austrália, sendo esta última a minha preferência, mas pelo que você relatou numa resposta de 2009 não estava fácil conseguir emprego nem para os australianos. Como está agora? E você sabe dizer se para um empregador empregar um imigrante o Governo exige que o empregador tenha primeiro oferecido a vaga para os australianos, como acontece no Canadá? Obrigada!

  32. ola Jerry. Eu e meu esposo pretetendemos morar na autralia ele é medico, e eu pretendo estudar medicina ai. Ai tem muitos brasileiros que estudam medicina ai na autralia ? o que vc me diz??

  33. até que ponto as notas do colegial são importantes pra ser aceito numa universidade australiana? eles dão muito valor pras notas que nem as faculdades americanas?

  34. Olá Jerry,

    Parabéns pelo site e pelas dicas são muito bons pra quem esta pesquisando tudo sobre a Austrália e tem interesse em ir um dia pra lá.

    Esto pesquisando sobre intercâmbio, a principio pra melhorar o inglês por 6 meses mas agora conheci em uma feira de intercâmcio a James Cook University e me pareceu uma boa, mas não falaram de tantas dificuldades assim quando apresentaram o curso. Agora fiquei na dúvida. Vc sabe sobre essa Universidade?

    • Oi Vanessa
      Também participei da feira e me interessei muito.
      Fiz o teste de nível mas ainda não recebi o resultado.. Você também fez?

  35. Ola obrigada por suas informacoes, gostaria de saber se vc acha que o foundation e perda de tempo e dinheiro , o que vc aconselha pretendo mandar meu filho estudar medicina ai , e a orientacao que obtive e que ele tera que faer 1 ano de foundation , 3 de ciencias ai uma prova ai sim 4 anos de medicina. Voce pode me ajudar por favor, pois nao tenho com quem pedir informacoes desinteressadas ou que nao sejam tendenciosas.
    Outra duvida que tenho e se ele comecar medicina aqui ele pode se transferir e terminar ai

    Obrigada pela atencao
    Renata

  36. Queria saber o que fazer depois de já ter juntado o dinheiro pra a ingressar na faculdade. Como entro em contato com a Universidade que eu quero, se preciso mandar alguma carta de apresentação e tal; como garantir a vaga e aí sim ir pra a Austrália.

  37. Boa noite querido ! Estou bastante curiosa para saber se existem cursos superiores de estética. Qual o mercado para esteticistas na Austrália ? Dá futuro ? E a rigorosidade em termos de padrões higiênicos de quem trabalha nessa área na , quais as fiscalizações ?
    Seria melhor eu concluir meu curso de estética aqui no Brasil ? Se eu concluir , quando chegar aí terei de estudar novamente para poder trabalhar ? Como funciona ?
    Ufa! Muitas perguntas não ? Desculpe-me , mas é que realmente estou com muitas dúvidas …
    Agradeço a atenção !

  38. Qual o mercado para esteticistas na Austrália ? Compensa mais fazer o curso aí ou aqui no Brasil ? Quais as fiscalizações em termos de padrões higiênicos ?

LEAVE A REPLY