Connect with us

Brazil Australia – Estudar e Trabalhar na Austrália

Coisas que Aprendi na Austrália

Vida na Austrália

Coisas que Aprendi na Austrália

Já faz cinco anos que chegamos aqui na Austrália. Muita coisa mudou de lá para cá, na verdade, uma grande parte das nossas vidas mudou bastante nestes cinco anos aqui de um modo que tenho certeza que dificilmente teria mudado se eu estivesse no Brasil. Não que a Austrália tenha sido responsável por esta mudança, mas sim Deus usou esta mudança de país para nos ensinar muitas coisas e principalmente moldar (e continuar moldando) a pessoa que Ele queria que fôssemos.

Deste modo, achei legal compartilar aqui muitas coisas importantes que aprendi nestes 5 anos aqui e valeram de importante lição para minha vida e tenho certeza que muitas delas podem servir para sua.

Coisas que Aprendi na Austrália

Compromisso é a chave do sucesso – Não existe nada de bom e duradouro que se consiga sem um compromisso real. De relacionamentos à sucesso profissional tudo envolve compromisso sincero. As pessoas que vi se dando melhor em qualquer área que você imaginar aqui foram aquelas que assumiram um compromisso com algo. Pessoas que casaram e viveram felizes com seus casamentos foram aquelas que assumiram um compromisso com seu relacionamento ao invés de viverem de relacionamentos esporádicos ou não se entregando 100% aos seus relacionamentos. Pessoas que se deram bem profissionalmente, assumiram um compromisso com o que eles queriam alcançar em sua vida profissional. Trocaram noites com amigos, finais de semanas de festa, e até viagens e coisas simples por um investimento em suas profissões.

É preciso ter um Objetivo – Você não consegue pegar um ônibus sem ter um objetivo, quanto mais conseguir algo de real valor da vida. A grande maioria das pessoas se perde na vida fácil. Se dedicam ao que eles pensam ser “curtir a vida”em detrimento de seu crescimento pessoal. Ai os anos passam, a vida passa e você vê estas pessoas, 5 anos depois, fazendo praticamente a mesma coisa. Até o dia que começam ver os amigos avançando, as amigas casando, colegas crescendo profissionalmente e eles ficando para trás. Muitas vezes acordam tarde. É preciso ter um objetivo e se manter fiel a ele.

A Prosperidade revela quem são seus amigos – Há quem pense que a adversidade revela quem são seus amigos. De fato, a adversidade muitas vezes lhe revela quem você pode contar para uma coisa ou outra, mas é a sua prosperidade que vai revelar quem são seus verdadeiros amigos. Aqui na Austrália muita gente cresce enquanto outros se afundam em seus fracassos pessoais. Nesta hora muitas  pessoas se revelam ao ver seus amigos crescendo, evoluindo e conquistando.

Lembro-me que quando cheguei aqui havia um telefone de denúncias anônimas da imigração o qual você poderia ligar para denunciar quem não estava indo à escola corretamente, estava trabalhando acima do permitido ou até estava com o visto expirado. O que mais me espantava era que a imigração recebia muitas denúnicas. De fato, conheço pessoas que foram denunciadas. Agora, quem vai saber sobre sua rotina de estudos ou trabalho senão amigos próximos?

Contudo, minhas palavras não colocariam este fato tão bem como as do meu colega Olávo Feijó:

Paulo disse aos cristãos que eles devem cultivar a empatia: “Alegrai-vos com os que se alegram” (Romanos 12:15).

Empatia não é coisa fácil. Mais do que simpatia, que é sentir com o outro, empatia é sentir como que dentro do outro.

Por alguma razão estranha, parece que mais facilmente choramos com o que chora. Nem sempre ficamos contentes com a alegria do outro. Será que a vitória do outro me incomoda, porque eu não venci como ele? Será que o elogio que deram a ele deveria ter sido dado a mim? Será que o que eu tenho sentido por ele não é bem amor, mas um sentimento mascarado de competição? Afinal, ninguém se alegra com a vitória do inimigo.

Na descrição que Paulo faz do amor, aprendemos que o amor “se alegra com a verdade”. Somente alegra-se com a alegria do outro aquele que, realmente ama o outro.

Faça o teste da empatia. Procure saber se você se alegra com a alegria do outro e se o outro realmente se alegra com sua alegria. Você pode ter várias surpresas.

O corpo se acostuma a qualquer situação: Tem muitas situações que uma pessoa nem considera viver no Brasil. Se eu falar para você que está no Brasil agora, para largar este computador e procurar um emprego de faxineiro num prédio residencial você vai dar risada e dizer que eu estou maluco. Contudo, ao chegar aqui, este é o trabalho de muitos brasileiros. Não estou dizendo isso de um modo perjorativo, mas sim que coisas inimagináveis para você hoje podem se tornar sua realidade amanhã sem que você sequer perceba.

Quando cheguei aqui alugamos um apartamento novo para nós. Não estávamos afim de dividir uma shared e queríamos ter mais privacidade. Contudo o apartamento veio sem um único móvel. Ficamos 15 dias sem geladeira, alguns meses sem cama e uns 5 meses sem tv e posso te dizer que depois de um tempo você nem percebe que está sem nada disso.

A Igreja faz uma grande diferença: Não vou entrar na questão da religião, mas vou sim comentar um fator pessoal que foi fundamental para nossas vidas aqui: A Igreja. Foi na igreja que conhecemos nossos primeiros amigos (alguns que são grandes amigos até hoje), onde encontramos direção para várias decisões, onde fizemos nossos primeiros amigos australianos aqui e principalmente o lugar que nos dava força e motivação a cada semana para ir além. No caso, éramos e somos membros da Hillsong, e sinceramente não sei como seria nossa vida hoje sem a igreja.

Conviva com quem te ajuda e com quem você pode ajudar: Perguntaram para a Michelle Obama em uma entrevista que vi na CNN recentemente que se ela pudesse dar apenas um conselho para as filhas dela, qual conselho seria este. Ela pensou um pouco e respondeu: “Se junte com quem vai lhe ajudar a crescer como pessoa.”

Pode parecer uma frase óbvia, mas não é. Isso volta ao ponto anterior em que a prosperidade revela os verdadeiros amigos. É importante andar com pessoas que querem o seu bem e vão lhe ajudar a crescer e atingir seus objetivos. Quanto maior o objetivo, maiores as lutas, as dificuldades e a oposição. Nesta hora, se você não tiver ao seu lado pelo menos duas pessoas que são 100% por você certamente você não vai conseguir ir muito além.Da mesma forma que pessoas que são 100% por você lhe ajudarão a crescer, aqueles que não são 100% por você só irão lhe atrapalhar e possivelmente até impedí-lo de alcançar seus objetivos, mesmo que muitas vezes pareça que eles estão ao seu lado.

Da mesma forma, você precisa ser aquele pronto para ajudar e incentivar pessoas importantes de seu convívio. Ajudá-los a crescer e conquistar. Não é uma troca, é algo que você faz naturalmente por amor.

Nada é certo: Assim que cheguei aqui conheci uma menina extremamente vaidosa e falsamente alegre. Vivia nas baladas, bebia (não tenho nada contra beber socialmente), saia, se arrumava para sair quase toda noite e sua única preocupação era curtir a vida e se dar bem. Viveu alguns anos aqui. Quando começava algum relacionamento era sempre com alguém com os mesmos padrões morais . Não era de se espantar que ela estivesse sempre envolvida em alguma problema, inclusive fiquei sabendo recentemente que um de seus namorados a agredia fisicamente. Depois de um tempo, mesmo querendo muito ficar aqui, ela não aguentou (ou sabe-se lá o que aconteceu) e voltou para o Brasil.

Pouco tempo depois conheci uma senhora (acho que posso referir-me a ela assim) de 40 e poucos anos. Nunca havia casado. Já mais velha do que a maioria das pessoas que vem aqui para a Austrália estudar, ela chegou sem muitas pretensões. Estudava inglês pela manhã, trabalhava quando podia e mesmo já um pouco avançada em idade (para uma pessoa que largou tudo para tentar a vida em outro país) ela ia se virando por aqui. Era aquele tipo de pessoa que mesmo sem querer você se pergunta o que ela veio fazer aqui. Depois de um tempo conheceu um homem australiano da mesma idade através de uma amiga em comum, se apaixonaram, casaram e tiveram um filho. Conheci o marido dela, um cara muito legal, inteligente, engraçado e acreditem, bastante rico.

Estão super felizes e são uma lembrança constante de que com integridade, sinceridade e boas intenções muitas vezes a vida acaba nos surpreendendo pra melhor.

Arrisque-se mais, pondere mais e procure viver por algo que valha a pena: Perguntaram para 700 pessoas acima dos 90 anos. Se você pudesse voltar atrás e fazer tudo de novo, o que você faria difernete. Dentre as respostas três se destacaram entre as mais dadas: Eles se arriscariam mais, ponderariam mais e viveriam por uma causa que valesse a pena.

Aproveite a vida: Quando se fala em aproveitar a vida muita gente logo imagina uma festa cheia de bebida e gente bonita pulando sem camisa. Não, isso pode parecer aproveitar a vida, mas tente isso por alguns anos e depois volte pra me contar o quão feliz você esta. Não falo isso sem conhecimento de causa. Tenho amigos que largaram as esposas em troca desta vida e hoje são uns infelizes arrependidos desesperado por alguém que os ame.

A bíblia diz que Salomão foi um homem muito sábio e de grande poder. Salomão teve acesso a tudo o que a vida pode oferecer e fez uso de tudo isso para no final da vida chegar a conclusão de que o melhor que uma pessoa pode fazer e tirar da vida é “comer, beber, e aproveitar a vida ao lado da pessoa que se ama”.

A vida passa muito rápido. Não vale a pena construir a montanha russa se você não andar nela depois. Aproveite a vida com quem você ama, sua esposa, seu marido, sua namorada ou namorado. Se ainda não tiver conhecido esta pessoa viva com integridade e principalmente peça a Deus que certamente a pessoa certa vai chegar. Conheci muitas pessoas que estavam nesta procura e se mantiveram íntegros e vi cada uma delas conhecer e se apaixonar por pessoas que pareciam ter sido feitas para elas.

Quando Deus tira algo ele sempre dá algo melhor: Esta última é claro que não serve para todo mundo. Você pode ser ateu e estar lendo este blog, mas para aqueles que como eu acreditam em Deus e principalmente amam a Deus, saiba que Deus não tira nada da nossa vida que não seja para dar algo muito melhor depois.

No mais: Guarde as boas lembranças, perdoe, coma chocolate, faça algo que você ama, visite NY pelo menos uma vez na vida, e nunca perca contato com seus melhores amigos de infância.

Bom, vou nessa que tive um dia muito legal com amigos em Palm Beach, mas ainda tenho algumas coisas para fazer.

Que Deus abençoe muito sua vida e seus planos e lembre-se. Com força de vontade, integridade, dedicação e principalmente fé em Deus, não há nada que você não possa conseguir.

“But may the righteous be glad and rejoice before God; may they be happy and joyful”. Psalm 68:2-4

Continue Reading
You may also like...
28 Comments

28 Comments

  1. Pra. Fabiana

    October 16, 2011 at 8:43 am

    Olha, eu achava que já tinha lido todos os ótimos posts desse blog, mas este realmente é muito profundo e interessante. Só a experiência de vida e a experiência com Deus ajudam um ser humano a chegar a estas conclusões. Fantástico. Fiquei sinceramente emocionada. God Bless. Fabi =)

    • Jerry

      October 24, 2011 at 4:58 am

      Olá Fabiana.

      Obrigado.

      Pelo que você falou daqui a pouco já vai estar por aqui né.

      Que Deus abençoe muito seu tempo aqui.

      Abs

      Jerry

  2. Carol

    October 16, 2011 at 11:44 am

    Obrigada Jerry… Esses são conselhos muito bons para alguem como eu que estou começando a vida… E que se Deus quiser daqui a uns anos estarei ai tbm..
    Que Deus te abençoe muito a ti e a tua família…
    Bjus..

    • Jerry

      October 24, 2011 at 4:59 am

      Oi Carol

      Fico feliz que tenha gostado.

      Deus te abençoe muito também

      Abs

  3. Ypuã

    October 16, 2011 at 12:13 pm

    otimo post !!
    algumas semanas atras ouvi a seguinte frase: QUANDO SE ESTÁ EM DEUS NUNCA SE PERDE NADA , SÓ SE ACRESCENTA

    é isso ai !!
    Abc

    • Jerry

      October 24, 2011 at 5:00 am

      Olá YPUÃ

      É isso ai mesmo, a gente não sabe quais são os planos de Deus para nós, só precisamos saber que certamente eles sempre são bons.

      Valeu

      Abs

  4. Bruno Bacarini

    October 16, 2011 at 1:48 pm

    Jerry, legal seu post cara!!
    Já estou com a viagem fechada para Austrália para ano que vem e estou com um objetivo muito concreto que é trabalhar na área que sou formado (sistema de informação).
    Hoje trabalho desenvolvendo website para uma empresa na Brasil….Você tem alguma dica para mim? Falar alguns atalhos que você talvez conheça?

    Obrigado.
    Abraços.

    • Jerry

      October 24, 2011 at 5:01 am

      Olá Bruno

      Atalhos não existem.

      O ideal é já começar a procurar antes de vir pra cá, pois leva um tempo para conseguir o primeiro emprego aqui.

      Com qual visto você está vindo?

      Abs

      • Bruno Bacarini

        October 24, 2011 at 8:57 am

        Estou indo com visto de estudante, fechei com uma agencia aqui do Brasil.

        O problema é que não tenho o inglês fluente e com algumas “googadas” vi que isso é pré-requisito!

        Outro coisa, todo mundo esta falando que o inglês Australiano é muittoooooo diferente. Você teve dificuldade no começo pela diferença?

        Abraço

  5. Talita

    October 16, 2011 at 9:04 pm

    Muito bom conhecer um casal de Brisbane, eu morava ai, cheguei ha 3 meses… mas ainda deixei uma pessoa maravilhosa, o meu namorado. Ele é Australiano e ta vindo aqui em Julho, mas as vezes tenho muito medo de ir pra Aus, formar uma vida com ele e acabar me frustrando. A maioria dos Australianos nao tem nenhuma ambicao, e apesar de nos termos namorado um ano e a nossa relacao ter sido otima e eu ainda o amar muito. Tenho medo de nao conseguir construir tudo que sonhei pra mim, ter minha casa propria, viver sem apertos, etc. Vivo muito bem no brasil, so que todo o patrimonio ao meu arredor nao é meu, e sim dos meus pais. Mas mesmo assim, sei que as coisas aqui seriam bem mais faceis, mas será q minha felicidade esta aqui, se a pessoa q amo esta na ai?? Sei que ainda sou nova, tenho apenas 22 anos… mas isso tem pertubado meu juizo. Obrigada =)

    • Alexandre

      October 17, 2011 at 4:33 am

      Talita,

      Fui para a Austrália em 2009 e hoje estou voltando na companhia da minha namorada. Australiana, nascida em Perth, com quem tenho me relacionado durante os últimos 2 anos. Passamos por milhares de coisas e ambos crescemos muito. Com o tempo você descobre que o amor vence essas coisas e um dia, se for para ser, você vai perceber que nenhum desafio importa mais se você não pode ficar do lado de quem gosta.

      Eu sempre me digo uma coisa. Meu objetivo é me arrepender do que fiz, mas jamais do que não fiz. Fracassar pelo que tentou fazer é uma honra, mas se lamentar do que não fez e agora não pode mais é um fardo.

      Execelente post, Jerry! Estou vivendo um momento bem interessante e ler este tipo de coisa é muito inspirador!

      Abraços.

    • Jerry

      October 24, 2011 at 5:04 am

      Oi Talita

      Independente da sua decisão, sempre tome a decisão por amor.

      Se você realmente AMA esta pessoa e ela te ama, naturalmente os dois vão cedendo um pouco aqui, ajudando o um ao outro, priorizando o outro até que tudo comece a prosperar.

      Foi a mesma coisa que falei para uma amiga que estava pensando em voltar ao Brasil por que o namorado estava lá.

      Ela voltou, se se arrependeu ou não não sei. Acho que não, senão ela já teria voltado pra cá.

      Mas como eu disse, precisa avaliar bem a situação e ver se realmente é algo que vale a pena investir.

      Abs

  6. Anne

    October 17, 2011 at 8:03 am

    Valeu muito a pena pra mim ler esse post
    Desde que conheci a Hillsong através de seus Dvd’s e Cd’s eu tenho uma enorme vontade
    de conhecer a Hillsong e a Austrália consequentemente. Esse é um objetivo que eu irei realizar e Deus irá me ajudar, obrigada por dividir conosco suas experiências.

    • Jerry

      October 24, 2011 at 5:05 am

      Oi Anne

      Com certeza.

      Não desista.

      Todos os anos muitos brasileiros vem pra cá conhecer a Hillsong.

      Abs

  7. Darlan

    October 17, 2011 at 12:09 pm

    Ótimo post Jerry realmente suas palavras são muito enriquecedoras, e abençoadoras!!

    Deus te abençõe sempre!!

    flw

    • Jerry

      October 24, 2011 at 5:05 am

      Olá Darlan

      Obrigado pelo comentário.

      Valeu pelo incentivo.

      Abs

  8. vinicius

    October 17, 2011 at 12:35 pm

    JERRY eu adoro seu blog e QUERO UMA OPINIÃO SUA, POR FAVOR ME RESPONDA:

    Eu adoro odontologia, quero entrar na faculdade ano que vem mas o mercado aqui no Brasil está MUITO ruim,eu jah pesquisei muito, e quero tentar a imigração depois que eu adquirir alguma experiencia aqui.

    Mas o mercado da odontologia por aqui está TÃO ruim que agora, depois de incrito nos vestibulares e ainda querendo cursar odonto, estou com medo de não conseguir um visto e nem um bom emprego aqui.

    A odonto está nas listas de patrocínio de vários estados e eu tenho MUITA facilidade com inglês, mas o processo é MUTO burocrático e lento.

    Você acha que devo manter meu objetivo de imigração, ou devo trocar de profissão pra que valha a pena continuar no Brasil?

    Preciso muito de um conselho.
    Obrigado, Vinícius.

    • Jerry

      October 24, 2011 at 5:08 am

      Olá Vinícius.,

      Primeiro procure fazer o que você realmente gosta. Na verdade leva bastante tempo até descobrirmos o que realmente gostamos.

      Depois você precisa definir qual a sua maior prioridade: Cursar odontologia? Morar fora?

      Digo isso, pois suas decisões podem mudar bastante dependendo de sua prioridade.

      O mercado para odontologia aqui é bom, mas para estudantes formados no Brasil o reconhecimento da profissão é bem complicado, mas possível. Conheço brasileiros que reconheceram e já trabalham na área.

      Já estudar odonto aqui custa cerca de $25 – 40 mil dólares por ano.

      Valeu

      Abs
      Mas como eu disse, ainda há um mercado bom

  9. léo

    October 17, 2011 at 6:07 pm

    Oi Jerry, eu acompanho seu blog desde o comecinho… nossa faz tantos anos que nem me lembro mais… Lembro que o achei acidentalmente numa pesquisa no Google e desde então o acompanho e posso te dizer a cada ano suas postagem, que já eram boas, ficam melhores.

    • Jerry

      October 24, 2011 at 5:09 am

      Olá Leo

      Obrigado por acompanhar sempre o blog.

      Se tiver alguma sugestão de post me avise.

      Abs

  10. Graziele Dias

    October 18, 2011 at 1:38 pm

    Jerry…todos os posts que li são excelentes..mas esse em especial..tocou-me profundamente…obrigada por ser um canal de benção em nossas vidas..pretendo ir para a austrália daqui um ano…para fazer uma pós e especializações…com certeza conhecerei a Hillsong em Sydney.
    Uma pergunta sobre a economia do país. Esta muito difícil para arrumar um emprego na Austrália. Li um dos seus posts, e vc disse que muitas lojas na Austrália fecharam e tem muitos brasileiros desempregados. Você poderia falar um pouco sobre essa situação. Eu pretendo estudar e trabalhar em Darlinghurst.

    • Jerry

      October 24, 2011 at 5:11 am

      Olá Graziele

      Legal que esteja vindo pra cá.

      Não está difícil conseguir emprego, mas tudo depende de alguns fatores como inglês, visto, e que tipo de emprego você quer trabalhar.

      Por exemplo, para trabalhar de cleaner é bem fácil de conseguir, mas bastante desgastante e não paga muito bem, caso queira um emprego em uma área especializada como IT, engenharia, etc, pode ficar um pouco mais difícil, mas como eu disse vai depender de uma série de fatores.

      Tenho certeza que dará tudo certo pra você aqui.

      Abs

      Jerry

  11. Hannah

    October 21, 2011 at 6:09 am

    Ei jerry!
    Todos os dias lia seu blog e esperava por novas postagens… Agora estou morando em Rooty Hill e vendo seu blog todinho de novo p nao perder nenhuma dica!!!
    Já fui pra Manly de ferry, já estou planejando ir no wildfire, e por aí vai!
    Obrigada pelo blog,de verdade!
    Queria saber se vc conhece algum lugar q eu possa comprar ingredientes brasileiros, como farinha, feijão, enfim, pra cozinhar pra minha host family 🙂 você acha q eu consigo? A carne p fazer o churrasco eu já achei, agora só falta o feijão tropeiro ou a farofa! Rs

    Obrigada e parabéns pelos posts novamente!

    • Jerry

      October 24, 2011 at 5:13 am

      Olá Hannah

      O Tiago deu uma boa dica abaixo

      Tem também a Grocery Store do shopping de Warringah.

      Além dele tem a casa Brasil em Petersham.

      O feijão tem na maioria dos supermercados orgânicos, já a farofa só nestes outros lugares que eu mencionei ou que o Thiago sugeriu,

      Obrigado pelo comment.

      Abs

  12. Jerry

    October 22, 2011 at 7:26 am

    Obrigado a todos pelos comentários.

    Desculpe a demora em responder, tive uma semana super agitada. São 1:30 da manhã agora e acabamos de voltar de um jantar com uns amigos, agora estou trabalhando em umas coisas atrasadas, amanhã vou servir em dois cultos da Hillsong de manhã, depois tenho um almoço e assim que voltar respondo todos os comentários e dúvidas.

    Abs

    Jerry

  13. Thiago

    October 22, 2011 at 11:30 pm

    Hannah , tem um lugar onde vc pode encontrar esses ingredientes , http://www.riceandbeans.com.au , nunca fui lá mas vi um Ad no facebook esses dias.

    • Jerry

      October 24, 2011 at 5:13 am

      Valeu pela dica

  14. Isabele

    October 29, 2011 at 6:10 am

    Oi Jerry!
    Gostei muito do seu blog. O encontrei fazendo o trabalho de final de curso de ingles, onde temos que escolher um pais e apresentar sobre ele. Um dos principais fatos pelo qual escolhi a Australia foi por causa do Hillsong, então fiquei muito feliz quando descobri que você faz parte da faculdade e pude conhecer sobre o college , pois nem sabia que ambos existiam. Se tiver dentro dos planos de Deus pra minha vida tenho vontade de passar um tempo na Australia e conhecer um pouco mais o hillsong e seus ministérios, o college, a igreja, enfim. Fui muito abençoada com suas postagens. Obrigada!

    Que o Senhor continue te abençoando e prosperando seus caminhos.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

More in Vida na Austrália

Posts da Austrália




To Top
%d bloggers like this: