O governo australiano esta considerando vender o visto para pessoas que desejam imigrar para a Austrália. Os imigrantes não seriam mais aceitos com base em suas habilidades ou conexões familiares. Essa é uma das propostas radicais que está sendo examinado pelo governo.

Tal esquema poderia ajudar o governo no déficit orçamental, trazendo em dezenas de bilhões de dólares em receita extra e permitir o corte o número de funcionários públicos que administram o sistema de imigração da Austrália.

A proposta têm alarmado grupos empresariais e sindicatos, que reclamam da escassez de profissionais qualificados ser o foco da política de imigração da Austrália. E grupos comunitários se opõem a movimentos que impeçam os imigrantes mais pobres de se reunir a suas famílias.

A Comissão de Produtividade sugere algumas propostas dramáticas, incluindo a introdução de uma loteria de imigração e a criação de um sistema de pagamento HECS de estilo para os imigrantes para pagar sua taxa de entrada.

O programa de migração australiano emite vistos de residência permanente para três tipos de migrantes: aqueles com habilidades específicas; aqueles com famílias na Austrália; e outros que atendam a critérios de elegibilidade especiais.

O governo vai decidir sobre a criação do visto no final em Março próximo ano, as opções para introduzir uma “taxa de imigração” ou fixando um preço ou definir um limite de vistos e permitir a demanda ditar o preço de entrada.

A Comissão estuda permitir um número de lugares para a loteria semelhante aos Estados Unidos – cuja imigração programa permite até 50.000 lugares por ano para candidatos de países com baixas taxas de imigração para os EUA.

A incapacidade de muitos imigrantes de pagar adiantado poderiam ser considerada a criação de um programa de empréstimo com ou desconto no salário.

A Comissão salienta que a introdução do sistema baseado em preço poderia trazer alguma perda de controle do governo sobre o tipo de imigrantes da Austrália e poderia mudar a composição dos que se aplicam a migrar para a Austrália Sendo que os refugiados não terima que pagar a taxa.

Senador Leyonhjelm disse que um sistema de imigração com base em taxa havia sido apoiado pelo economista ganhador do prêmio Nobel Gary Becker. Senador Leyonhjelm acha que uma taxa de $ 50,000 seria o possível montante para a entrada na Austrália.

“Isto seria uma contribuição financeira substancial para o orçamento da Austrália e espero deixaria os impostos mais baixos”, disse ele.

Empresas que necessitam de migrantes qualificados poderiam pagar a taxa ou os governos poderiam renunciar à taxa para as profissões específicas, disse ele.

O ministro da Imigração Peter Dutton disse que “O governo está empenhado em analisar estas questões a fundo, mas não existem planos para fazer mudanças significativas para o programa de migração”, disse ele.

Austrália usa um mix de fatores qualitativos (tais como habilidades) e encargos em seu processo de imigração, disse ele.

O presidente-executivo Innes Willox da Australian Industry Group , disse que “os migrantes qualificados deve continuar a ser a principal fonte de novos imigrantes”.

Conselho Australiano de Sindicatos Presidente Ged Kearney disse: “Estamos preocupados que a Comissão Produtividade está focada em permitir que apenas os mais ricos possam emigrar, independentemente de cumprir as exigências atuais,  fazendo com que aumente cada vez mais a escassez de imigrantes qualificados .”

A Comissão de Produtividade vai terminar o relatório em novembro e realizar audiências públicas antes da entrega do seu relatório final ao governo em março de 2016.

 Fonte: SMH
Solicite Orçamento 160×160

11 COMMENTS

  1. Um país tão grande certamente que deve ter um lugar para mim, rsrs, Preciso me interar melhor sobre os tipos de imigração da Austrália.! boara economizar !

  2. Eu não acho que isso aconteceria, o país precisa de recursos sim, mas precisa muito de profissionais qualificados.
    Se isso fosse aprovado, todo o sistema de imigração teria que ser mudado, priorizando unicamente o dinheiro.
    Talvez eles subam o valor da taxa de aplicação, mas não acredito que subirão para A$50 mil, como citado na matéria do SMH.
    Aqui tem outra matéria, também no SMH, com uma análise um pouco mais clara.
    http://www.smh.com.au/federal-politics/political-news/productivity-commission-paper-on-immigration-for-sale-could-stir-hornets-nest-20150503-1myyto.html

  3. Esse visto comprado já existe. É o visto de investidor, ao alcance de todos os que podem dispor da “irrisória” quantia de AU$5,000.000 para investir
    na Austrália…

  4. Mas afinal, qual é o problema em relação a imigração para a Austrália? Está faltando imigrantes? Ou as exigências atuais são muito grandes para os imigrantes perderem o interesse? Se tratando de um país tão desenvolvido, me estranha eles quererem fazer isso, chegar ao ponto de “vender” visto para qualquer pessoa, bastando apenas ter dinheiro para comprá-lo. Pode ser bom e ruim ao mesmo tempo, pois enquanto uns países apertam sua imigração, como os EUA e países da Europa, a Austrália vai para o caminho inverso.

  5. Olá! sabe me dizer “em que pé” está essa questão da venda do visto de residente permanente?

    Aí na Austrália ainda estão falando disso?

    Pergunto pq a notícia foi de maio de 2015 e agora, em fevereiro de 2016, fiz buscas no google e não achei nada a respeito.

    E mais uma pergunta: esse valor de 50 mil seria por pessoa ou por aplicante principal (exemplo: casal com um filho pequeno).

    Desde já te agradeço. E parabéns e o blog, é excelente!

LEAVE A REPLY